fbpx

Fresca? Não! Bem criada.

Diversos

01
jan

Registros de um Chá da Tarde!

No final desta semana estive, junto com amigas, na casa da minha antiga – e pra sempre, e querida, e doce!! – chefitcha bem criada, para um delicioso Chá das Cinco!!! Foi uma tarde deliciooooooosa. Vários fatores contribuiram para isto: sua linda casa, o acolhimento de todos, o mimo dos detalhes, as gustusuras, a mineirice (sim, ela também é mineirinha morando aqui em BSB), tudo, TUDO MESMO! Nem vimos o tempo passar de tanto fofoca prosa que rolou!
E, aproveitando que já estamos no clima do Natal ela decorou a mesa com temas natalinos, o que nos deixou ainda mais encantadas. E observem bem: olhem as estampas que ela usooooou, socooooooorro. Queria tudo pra mim..kkk. Vocês que me acompanham aqui bem sabem da minha loucura por esta estampa, não é mesmo? E sabem o mais legal? Na decoração da mesa ela mesclou estampas de cores e estilos diferentes, porém de forma muito harmoniosa, mostrando o quanto está por dentro das tendências mais modernas (não é novidade pra mim!). Fica aí como dica para as mocinhas que, como eu, estão doidas por ideias para decorar sua casa e, mais especificamente, sua mesa de Natal
Vejam a mesa, que linda!
Detalhes 
Mais detalhes
O empadão da Maria estava de comer de joelhos!
E aqui a perdição da mulherada!! Dra. Cris e Lu! Nós amaaaaaaaamos tudo e cada detalhe, viu?

01
jan

Aqui é nosso departamento

Especial: leve x pesado

Neste Aqui é nosso departamento eu dei vazão a uma vontade minha, até então, não realizada. Sempre quis misturar peças de pegadas mais pesadas com outras de viés mais leve, mais romântico, como vemos tanto e tão bem por aí, mas nunca tinha dado certo de acontecer. Até então, nada do que via me parecia coordenável. Até que encontrei essa fufura e fluuuuuuuuuuuuuida blusa na Renner, no tom de blush (rosinha, salmão, pêssego, como queiram). De imediato a imaginei com aquela calça de couro (fake!) da coleção Cris Barros para a Riachuelo, que tenho no armário. E voilá! Chegando em casa, a primeira coisa que fiz foi juntar as duas e fiquei feliz com o resultado. De um modo geral o look tem um quê de rocker, mas a blusinha é tão, tão, tãaaao inha inha, que acabou me ajudando a fugir do esterótipo em que poderia cair. Uma boa pedida para a night, né? Mas é para quem gosta de um visual mais moderno, claro.

Camiseta preta, bolsa, pulseiras e sapato: C&ABlusa de renda blush: RennerCalça de couro fake: Cris Barros para a Riachuelo

01
jan

Aqui é nosso departamento

Vocês já ouviram falar do blog Um ano sem Zara? Simplesmente achei o máaaaximo!! Na contramão do consumismo desenfrado dos tempos modernos, a proposta da blogueira que, segundo ela, andava capenga das finanças, é passar um ano sem fazer compras. Uh-laláaa, que desafio! Acho que um ano inteiriiiiinho assim, eu não conseguiria não.. Mea culpa. Mas confesso que ter contato com a proposta da moçoila me fez repensar meus conceitos e tenho buscado, de verdade, exercitar o meu desprendimento do mundo capitalista. Repito: um ano é too much! Mas de semana em semana, mês em mês, vai-se loooonge. E esse post é a prova disso. Quando tirei essas fotos estava há mais de 30 dias sem comprar nem mesmo um botão! (agora tô liberada, néaam). Parabéns pra mim! E quer exercício maior que esse para a criatividade? Somos obrigados a usar a imaginação e o jogo de cintura para compor looks com peças já usadas, repetidas, quase andando sozinhas (como esse vestido aí, que, quem me conhece, não me deixa mentir). De todo modo, estamos aqui diante de mais um look despretensioso, porém, inspirado “em antiguidades”.. heheh.. Usei: vestido estampado e levinho antiiiiiiiigo + colete-tricot marrom + cinto camelo + bota de cano longo. Na verdade, verdade mesmo, queria compor o look com uma bota estilo montaria. Mas como ainda não tenho aqueeeela e não queria também sair “transloucada” só para adquirir uma (deixando isto para quando “ela chegar até mim”) usei esta antiguinha mesmo. Ela tem um cor legal, com manchas propositais para dar o ar envelhecido, então tá valendo. E aí, topam o exercício? Vestido: Lojas Renner Cinto: C&A Tricot: Lojas Renner Bota: Lojas Renner

01
jan

Presença de Anita/Look do dia

Dobradinha de looks! E aqui vai mais uma produção-improviso-para-o-frio-de-Beagá! Como disse ontem, de frio, friooooooo mesmo, só levei essa jaqueta de couro. Ela, como também já comentei antes, pela extravagância da cor, acaba por não ser assim tãaaao usada como uma peça coringa o seria. Então tento aproveitar o máaaaaaaaaaaximo que posso para usá-la, pois só mesmo em situações de temperatura muito baixa é que dá para usá-la. Belo Horizonte foi, portanto, a oportunidade ideal! Nesse dia fomos ao Estabelecimento bar e, como lá é abertinho, precisava ir beeeem protegidinha!

De resto, fiz algumas sobreposições e, nesse meio, até roupa de Mamita apareceu por aí. Larapiei do guarda-roupa dela esta camisa de poázinho marinho e branca. Por cima, um suéterzinho de malha branca e esta calça em alfaiataria também marinho. O sapato.. óooooooooo, se com trocentas opções o scarpin preto já sai na frente, imagina quando não tem outra opção!?!..kkkk. Foi ele messsss! E pra fechar a misturinha, o colarzão colorido. Então foi isso! Depois de juntar tudo que aparecia na minha frente, deu nisso aí..hehe

Calça: Zara; camisa de poá de Mamita (não sei de onde é); sweater branco: Renner; jaqueta de couro vermelha: comprada em Buenos Aires; bolsa: Py; colar: feira hippie BH; batom: Vegas Volt, MAC

01
jan

Piscinas de vidro: um luxo à parte!

Tá com um dindim sobrando, sem ter com o que gastar (Quem nunca? o/)? Então que tal investir numa piscina de vidro? As piscinas de vidro, antes quase não vistas, hoje são objeto de luxo dos “emergentes” e grandes empresários. Mas nem só os abonadíssimos têm o privilégio não! Tem também opção para os mais mortais aí!! Vamos a elas???

O HOTEL JOULE é um dos hotéis mais luxuosos de Dallas, no Texas. A piscina, localizada na cobertura do edifício, se destaca entre os pontos altos da arquitetura. Uma parte do tanque ultrapassa o limite do prédio. A diferença é que, apesar de ter a lateral de vidro, o fundo não é transparente. À noite, a área ganha uma iluminação especial.
342

INTERCONTINENTAL FESTIVAL CITY, em Dubai, nos Emirados Árabes.  Famosa por seus arranha-céus modernos, com estilo futurista, a cidade não poderia estar fora da lista. A piscina da foto é imensa, mas esta é a parte mais pitoresca e atrativa dela. Ela, como a vista acima, também ultrapassa o limite do prédio e a parte extra é de vidro. Como é transparente, quem passa na rua e olha para cima pode ver as pessoas dentro da piscina e vice-versa. Pensa na aflição que não deve dar? Se eu já não gosto de pisar em bueiros, imagina entrar nesse piscina? Hahah..#jecaa

ISM PARINEE OHM TOWERM, em Mumbai, na Índia. Esse sim, um projeto residencial absurdamente ousado. Trata-se do conceito de “clubhouse, constituído por um moderno edifício ondulado de 30 andares, que abriga apartamentos e áreas de lazer.  Mas a característica mais marcante da torre encontra-se nas varandas. Uma série de piscinas de vidro suspensas estão previstas para serem instaladas. A borda de vidro da piscina ganha a função de guarda-corpo e o resultado gera um grande impacto visual, criando a ideia de imensos aquários.  O projeto foi concebido pelo escritório de arquitetura James Law Cybertecture, de Hong Kong, para o grupo Parinee Developers. O design ondulado da fachada é inspirado no efeito gerado por uma gota tocando na água, numa proposta de demonstrar a fluidez e a natureza dinâmica do movimento destas pequenas ondas se propagando. O arquiteto James Law explica que o contorno da fachada também pode ser visto como uma representação abstrata do símbolo Ohm (Ω), unidade de medida internacional da resistência elétrica, simbolizada pela letra grega ômega.  O design da fachada de vidro do edifício permite que a luz natural e a ventilação cruzada invada os apartamentos, pois cada unidade possui pelo menos duas faces envidraçadas. A especificação de vidro de controle solar baixo-emissivo contribui para o melhor desempenho energético, impedindo a entrada do calor, sem barrar a luminosidade. Tá bom pra vocês ou ainda não atende???
abcdf

HOTEL CROWN TOWERS, em MacauIlha da Taipa. Esta piscina com fechamento de vidro , permite ter a vista panorâmica da cidade e, além da linda visão, o vidro ajuda a manter a temperatura estável.
Piscina-do-Hotel-Crown-Towers-em-MacauPiscina-Hotel-Crown-Towers-em-Macau-Ilha-da-Taipa

TANGGA HOUSE, fica em Holland Village, em Singapura. A piscina tem um sistema de borda infinita e todo fechamento dela é em vidro transparente que nos dá a sensação de um bloco de água deitado tranquilamente na grama.  O interessante é que, neste caso, a piscina possui mais duas funções, além de piscina em si: funciona como espelho d’água e também serve como um grande “aquário” para uma sala íntima no subsolo. Wow! Os arquitetos também utilizaram o sistema de “teto verde” que consiste em fazer um jardim suspenso nas lajes de cobertura para ajudar no controle térmico das áreas interiores.

Piscina-em-Vidro-de-Casa-em-Singapura-Projetada-por-Guz-ArquitetosPiscina-em-Vidro-de-Casa-em-Singapura-Guz-Arquitetos

FRENCH VILLA RESIDENCIAL, França. A residência ganhou em sua arquitetura visores de vidro multilaminado, que além de permitir a visão dos nados e mergulhos, funcionam como uma espécie de janela que permite uma iluminação natural da sala de estar. O fato da sala e a piscina estarem em um nível elevado, possibilitou a instalação de visores nos dois lados da piscina, criando a falsa impressão de uma paisagem submersa, como uma vegetação marinha. Na decoração as ripas de madeira de faia dão movimento, aconchego e servem de contraponto à frieza do concreto e do próprio vidro.
Piscina-com-Visor-de-Vidro-por-Rudy-RicciottiPiscina-com-Visor-de-Vidro-Rudy-Ricciottide

SAFETY BEACH, na Austrália. A casa batizada como Safety Beach foi executada pelos profissionais do escritório australiano FGR Architects. A fachada de vidro permite a contemplação do cais e todos os ambientes são voltados para a área de lazer. Uma das extremidades da piscina, construída em formato de raia, foi desenvolvida com vidro. O material também foi usado nos guarda-corpos.
f

E aqui embaixo mais algumas belas e encantadoras inspirações de imagens com piscinas em vidro por aí. Algumas mais simples, outras mais arrojadas e requintadas! Pra tooodoo gosto!
167235

Fonte: Revista Casa e Jardim, VidradoGustavo Valente Arquitetura, Betania Pacheco, Thoni Litzs Interiores e Revista Casa e Construção.