Fresca? Não! Bem criada.

15
jan

Achei lindo! do dia!

Genteeeem, sei que sou suspeita pra falar dessas três aí, mas vão me dizer que essa foto não ficou puro “glamouuuuur”? Primeiro pelos modelitos ton sur ton. Segundo pela espontaneidade da foto. E terceiro pela amizade dessas três irmãs.Meninas, vocês estavam tão lindas que merecerem um post só para vocês na categoria Achei lindo! do dia!*

Fê, Daninha e Rê

*P.S.: Larapiei essa foto do facebook da Rê, do álbum da formatura dela. O detalhe é que ainda nem pedi autorização pra postar aqui.. Mas PÓOOOOODE, néee? hehehe..

07
jan

Notinha!

O site do meu casamento ficará ativo somente até amanhã, sábado, dia 08/01/11!! Uma dózinhaaaa…. Aviso porque tenho muuuuuitos queridos que gostam de acompanhar e sei que o site vai deixar saudades! Ô saudade! Então, se quiserem dar uma última espiadela, acessem aqui.

04
jan

Compartilhando inspirações: Cabelo/Penteado

Oiiiii! Conversando com algumas amigas e bloguetes (bloguetes=já amigas!), concluímos que seria legal utilizar o blog para dar uma help às futuras noivinhas também.

Quando estava me preparando para o casamento, montei no meu computador uma pasta SÓ de casamento, com váaaarias outras pastas, separadas e organizadas por temas, como vestido, bolo, bouquet, cabelo, convite, decoração, ideias legais em geral (aliás, super recomendo esse tipo de planejamento).

Daí então, surgiu a ideia de fazer o seguinte: vou compartilhar com vocês tudo que me serviu de inspiração nos preparativos para o meu casamento (mesmo que eu não tenha utilizado a ideia) e, num post seguinte, mostro como fiz no meu.

Então, estreando, alguns penteados que vinham enchendo a minha vista, até eu finalmente definir o que queria para mim. Nada, absolutamente NADA contra cabelos soltos. Mas, desde o início, decidi que me casaria com o cabelo preso (ou, no máximo, semipreso!). Acho mais elegante, mais clássico, enfim, mais cara de noiva mesmo. Então minhas inspirações são basicamente com cabelos presos. Seguem aí as imagens!O legal é que, mesmo que você não seja uma noivinha e nem mais vá ser, todos esses penteados podem ser utilizados em qualquer outro tipo de ocasião/festa.

Super delicado e, ao mesmo tempo, despojado

 

Propositadamente bagunçado
Coque mais folgadinho
Uma opção para quem não abre mão da cabeleira, mas não abre mão de enxergar..rs
Despojado
Elegante
Floral
Gosto bem
Classicão

 

Outro despojado

 

Mais um despojado

 

E outro..
Coque de ladinho – mooooito fofo, mas não para casamento (EU acho, né!)

 

Sequência..

 

de..

 

belezura!

 

Que maquiagem!!!

 

Tiarinha linda e discreta

 

Elaborado e chique

 

Singelo

 

Mais para festa do que para casamento

 

Apesar de certinho, foge do comum

 

Outra opção para quem não abre mão da cabeleira

 

E aqui a MAIOR inspiração para o meu casamento (sem a franja solta)

Vocês podem ver que apesar de gostar de um estilo mais clássico e tradicional (já denunciado pela preferência pelo cabelo preso para noivas) eu simplesmente AMO quando os cabeleireiros conseguem deixar um ar despojado, seja com franjas soltas, seja com tranças, sejam coques bagunçados ou coques laterais. Acho simplesmente FANTÁSTICO!

P.S.: Como fazia esse “inventário” de forma absolutamente despretensiosa, ao copiar as imagens ao longo desse período eu não me preocupei com as fontes, já que apenas serviriam de inspiração para mim. Portanto, se alguém se identificar como proprietário(a) de alguma das fotos acima, por favor, entre em contato que, de imediato, farei a referência.
Mas independente disso, já adianto que muito de minhas inspirações vinha do blog da Constance Zahn, expert no assunto. Vários outros também, mas a Constance realmente é “gurua” no tema.

16
dez

Aqui é nosso departamento

Esta semana é a semana de estreias de categorias aqui no blog. E hoje é ainda mais especial para mim, já que inauguro a sessão Aqui é nosso departamento, uma das minhas prediletas. Como já adiantei, serão objeto de posts nessa categoria looks produzidos exclusivamente com peças de lojas de departamento. Isso para provar que não precisamos vestir um Dolce & Gabbana, Chanel, Miu Miu, Armani ou um Manolo Blahnik para ficarmos em dia com o outfit. Claro que amaaaaaaaaaaaamos tudo isso e não vou pregar aqui nenhuma campanha antigrife. Não mesmo! Mas acho legal observarmos o outro lado da moeda. Ou seja, o que quero dizer é que é muito fácil se vestir bem usando roupas caras e de grife. Mas a ideia aqui é usar a criatividade – e, quem sabe, a falta de dindim – para provar que é possível conseguir óteeemos resultados a precinhos bem camarada. Isso sem contar que hoje em dia os grandes magazines entenderam que não é por se inserirem na categoria de lojas mais populares que precisam pecar na qualidade, na infraestrutura. Caiu a ficha de que uma loja tumultuada e amontoada como antigamente não vai atrair bons consumidores, compradores de qualidade. Aliás, as grandes e conhecidas lojas de departamento por aí têm investido pesado em coleções assinadas por grifes e estilistas famosos, como é o caso da Maria Bonita Extra e do Renato Kherlakian, para a C&A, o Oskar Metsavaht, para a Riachuelo, e por aí vai.. Então, começando “os trabalhos”, vai aqui um modelito para uma saidinha básica no sábado de noite. Porque também sou filha de Deus, né..

De frente (a resolução ficou ruím – sooorry)
De coxxxxtas

Ah, e de tudo, o mais importante é essa diquinha aqui: genteeeeem, FOI-SE o tempo em que se combinava sapato, cinto e bolsa (que dirá brinco, anel, colar). Nas fotos vcs vão ver que a bolsa é meio azulada e o sapato é preto. Não chega a contrastar- o que é até legal também – mas é só pra lembrar que realmente o mundinho fashion tem abominado esse tipo de combinação, regradinha por demais! Vestido – C&A Cinto – C&A Sapato – Lojas Renner Bolsa – C&A

13
dez

Treliça no cabelo????

Achei tão “pitoresco” quando vi essa foto (já faz bem um tempinho), que resolvi guardar para eventuais inspirações. E agora, aproveitando o timing (McQueen), eis que surge sua utilidade..rsImaginem o trabalho que não deu pra fazer isso?? E detalhe: TODAS as modelos do defile levavam a “obra de arte” no cabelo. Muito louco.. Temos ou não temos que valorizar esse tipo de trabalho?
Backstage McQueen
Fonte: Vogue.com