Fresca? Não! Bem criada.

06
ago

Statment shoes – sapatos que protagonizam o look!

Dentre os itens que permeiam o universo fashion, os sapatos costumam ser os preferidos das mulheres em quase 100% dos casos. Independente dos gostos pessoais e das referências estéticas que temos, todas nós já sentimos o coração balançar por um par de scarpin, sandálias, botas ou o calçado que for…

E a cada estação novos modelos aparecem, assumindo o protagonismo de muitas produções e fazendo com que tendências até então inusitadas, passem a fazer parte do nosso imaginário de compra. Esse tipo de sapato, que faz o look e desperta atenção, é conhecido como sapato statment, ou seja, é aquela opção infalível para quebrar um visual muito básico e dar mais vida a ele.

No post de hoje então, vamos falar dessas opções que andam fazendo a cabeça e os pés de muitas fashionistas por aí!

 

Salto gatinho

O salto gatinho, aquele fino e bem baixinho, sucesso na década de 40, volta para provar que a moda é cíclica e sempre surpreende! Agora em botas e scarpins, o Kitten Heel é tendência e se atrela à um estilo moderno e cheio de informações fashion.

 

Sapato branco

Numa volta ao estilo memorável dos anos 80, os calçados brancos estão com tudo e garantem ao look uma pegada totalmente fresh! Há quem torça o nariz para essa tendência, mas não há como negar: calçados brancos are the new black!

 

Sapato com gáspea em V

Assim como blusas e vestidos, sapatos também podem ter “decotes”, que são mais conhecidos como gáspea, a parte do calçado que cobre o peito dos pés. O modelo com gáspea em V é tendência certa na estação atual e cria um visual cheio de referências de moda e muito elegante.

 

Slingback

Seguindo a tendência que busca peças confortáveis e práticas juntamente à estética, os sapatos slingback vêm ganhando o coração do street style. Com salto baixo, grosso ou fino e bicos variados, esse calçado que possui uma alça no calcanhar é a medida certa entre o funcional e o belo.

 

Tênis esportivo

Em janeiro desse ano a marca Balenciaga desfilou pela primeira vez tênis esportivos bem iguais aqueles que fizeram bastante sucesso nos anos 80 e 90. Com detalhes grosseiros, solado grande e uma leve plataforma, esse calçado resgatado de 20, 30 anos atrás, virou febre entre os apaixonados por moda e agora o modelo tão controverso  pode ser encontrado em diversas lojas.

 

 

 

03
ago

Onde comprar Maxi colete!

Se existe uma peça que ao longo do tempo muitas pessoas passaram a associar a minha figura, essa peça é o maxi colete! Queridinho no meu guarda roupa, essa modelagem é estratégica e muito elegante. Além de ajudar a alongar a silhueta através da linha vertical central, esse modelo é uma peça coringa que levanta qualquer produção!

Vira e mexe, muitas pessoas chegam até mim perguntando onde comprar esse item. Pensando nisso, decidi reunir em um post as melhores opções de compras quando o assunto é Maxi colete!

Lembrando que se alguma das opções do post interessar a você, basta clicar no link abaixo da imagem respectiva!

Amaro – Clique aqui para comprar

 

Amaro – Clique aqui para comprar

 

Amaro – Clique aqui para comprar

 

Amaro – clique aqui para comprar

 

Amaro – clique aqui para comprar

 

Amaro – clique aqui para comprar

 

Renner – clique aqui para comprar

 

Renner clique aqui para comprar

 

Renner – clique aqui para comprar

02
ago

Vídeo: Meu tratamento para ACABAR COM AS ESPINHAS (atualizado)

No vídeo de hoje todos os cuidados e tratamentos atualizados que tenho feito para dar FIM aos cravos e espinhas.

Dados do meu médico dermatologista (O MELHOR!):

Dr. Marcus Henrique Morais

Clínia Allora Dermatologia

Telefone: (31) 33355354 / 32226871

Se você ainda não se inscreveu no Canal do Anita Bem Criada no Youtube, aproveite para se inscrever clicando aqui! Quem se inscreve recebe os vídeos primeiro (no e-mail e/ou celular) e assim, não perde nada do que vem por aí!

01
ago

Algumas coisas que eu diria a uma estudante de moda

Bom, eu acabei de me formar como Designer de Moda. Foram quatro anos malucos, de muito amadurecimento e de muitas dúvidas também. No final desse ciclo e daqui pra frente a gente leva uma bagagem enorme de aprendizados.

Mas eu não me refiro somente ao que a academia me proporcionou. Quando eu falo em aprendizados, eu falo também sobre o que minha mãe chama de “maldade pra vida”, aqueles ensinamentos que não estão nos livros e que apenas na vivência diária é que assimilamos.

Olhando pra trás eu consigo concluir tranquilamente que a Elisa que entrou na faculdade em 2014 não é a mesma Elisa que chorou aliviada depois de apresentar um tcc. De lá pra cá foram alguns quilos a mais, algumas toneladas de dúvidas e uma leveza adquirida depois de muitas reflexões pesadas.

E se hoje eu encontrasse aquela menina avoada e deslumbrada com o inicio do curso, eu daria a ela os seguintes conselhos:

Sabe aqueles filmes que você decidiu assistir só porque eram clássicos do cinema e nem tinham muito a ver com o seu gosto? Sabe aquelas tardes assistindo vídeo show e escutando sobre novelas antigas? Sabe aquele álbum da Xuxa que você ouviu até arranhar? Então, eles vão fazer todo o sentido quando você começar a ter suas primeiras aulas de Produção de Moda e Fotografia!

Coletar referências visuais e culturais sobre tudo, talvez seja a coisa mais importante a se fazer para continuar alimentando sua criatividade! Entender de filmes, de exposições, de movimentos, transitar entre assuntos que não são da sua área…Tudo isso vai contribuir como um diferencial na hora de criar uma imagem de moda e de entender comportamentos que possam vir a virar tendência.

Uma coisa é certa, a universidade oferece a base do que precisamos para entender a nossa área, mas ela não nos entrega isso de bandeja e nem nos apresenta um todo. É necessário que paralelamente ao curso, você siga buscando conhecimento por fora. Frequente palestras, se matricule em cursos de curta temporada, assista aos desfiles, conheça pessoas!

O que você precisa academicamente está lá na universidade, mas as vivências que direcionarão seus gostos e opiniões serão formadas nas ruas, nos estágios e pelo mundo a fora. Tenha como mantra que nenhum conhecimento tira pedaço, apenas agrega!

Muitas colegas suas vão entrar no curso ávidas pela prática. Sim, as aulas de desenho são incríveis, costurar é muito terapêutico e criar roupas dá um orgulho danado. Mas eu sei que você se preocupa com a essência das coisas. Sei que você não acredita na mercadoria pela mercadoria.

Então, aproveita pra se jogar também nas aulas teóricas! Moda é muito mais do que peças bonitas para usar por aí. Fique atenta quando o assunto for filosofia, semiótica, marketing, história, etc…você entende que esses campos do saber explicam muito do que somos hoje e do que seremos amanhã, então desfrute ao máximo!

Você vai precisar e consequentemente começará a olhar as coisas com o olhar de quem faz e não de quem compra. Esse exercício vai te fazer querer rever todas aquelas referências lá de cima e isso vai te instigar ainda mais a querer entender sobre comportamentos de consumo.

Naturalmente você vai sair do palco (não 100% porque você é ariana) e vai se encantar pelo backstage! E toda vez que você estiver ali, no desfile, na aula, na monitoria, o papel de ouvinte será muito mais interessante do que o papel de protagonista.

Ah, essa é uma outra questão que vai mudar bastante pra você! O papel principal nem sempre é seu. Existem contextos, causas e lutas que são de outras pessoas e somente delas. Você vai entender que seu lugar ali é de escuta e que sempre que a vida te permitir, você vai dar o lugar de fala a elas! Isso vai te fazer crescer!

Ao final dessa jornada maluca você vai reforçar o que sempre percebeu: Moda não tem muito a ver com aquele esteriótipo de futilidade que muitos colocaram por aí. Fazer roupa, imagens e produtos tem muito mais a ver com construir narrativas, contar histórias e soltar a voz!

Aproveite muito esses quatro deliciosos anos que estão por vir, se eu tivesse o poder, acho que faria sim uma visitinha a esse passado!

Talvez essa seja a foto mais honesta da minha conclusão de curso.

Elisa Santiago é formada em Design de Moda e se considera uma eterna amante das ruas e das artes. Acredita na roupa como elemento de fala e empoderamento. É quem está por trás do @tens_razão.

31
jul

Vídeo: Mitos e verdades sobre a PANTALONA

Basta darmos uma leve olhada nos looks de rua das últimas semanas de moda pelo mundo, para percebermos a volta de peças que inspiram muito conforto e muita praticidade.

Seguindo essa linha, modelos mais largos de roupas estão totalmente alinhados às tendências e prometem ainda permanecer por muito tempo nos nossos corações e guarda-roupas.

Desses modelos bem confortáveis a pantalona, ícone entre os hippies dos anos 70, está bombando no street style e propõe que a palavra de ordem na moda de agora seja conforto!

No vídeo de hoje então vamos desmistificar todas as dúvidas que envolvem o tema PANTALONA. Vem ver isso de perto!

Se você ainda não se inscreveu no Canal do Anita Bem Criada no Youtube, aproveite para se inscrever clicando aqui! Quem se inscreve recebe os vídeos primeiro (no e-mail e/ou celular) e assim, não perde nada do que vem por aí!