Fresca? Não! Bem criada.

Tag: Brasil

08
abr

Cruzeiros transatlânticos

Você já pensou em cruzar o oceano e chegar na Europa de navio? Eu fiz a
famosa travessia e conto tudo aqui!

Pensando naqueles que tem dúvidas sobre como são realizadas as
travessias, qual a duração, quais os destinos, e se vale a pena embarcar nessa aventura, vou
destacar os pontos positivos e negativos da viagem, levando em consideração a nossa
experiência.

Ao final, vou selecionar os roteiros que ainda estão com reservas
disponíveis e disponibilizar o link de cada um para facilitar a vida de quem tiver
curiosidade.

Em primeiro lugar, preciso mencionar a minha experiência em cruzeiros. Já
estive em quatro, sendo três da Royal Caribbean: Splendour of the Seas, Vision of the Seas,
e Oasis. Apenas uma viagem de navio fiz com a Costa Cruzeiros, no Costa Luminosa.
Preferi os navios da Royal Caribbean, principalmente pela acomodação e comida.

A travessia Brasil-Europa fiz em um navio da Royal Caribbean, o Vision of
the Seas. Estava muito bem acompanhada pela minha família, o que torna a viagem mais
agradável e divertida.

O navio partiu de Santos rumo à Lisboa, com a duração de 14 dias de
viagem. Esse é o tempo que leva a travessia, pelo menos no navio da Royal Caribbean. No
entanto, optamos por permanecer no navio e estender a viagem em mais uma semana, já que
o trajeto seguinte, Lisboa a Oslo, na Noruega, passaria por cidades incríveis, como por
exemplo, Amsterdã e Bruxelas.

Então vamos ver os prós e contras da Travessia Brasil-Europa!

Pontos positivos:
• Bom custo-benefício: você viaja em média, duas semanas, com tudo
incluído (acomodação, alimentação, viagens entre destinos e diversas opções de
entretenimento no navio);

• Pensão completa: a começar pelo farto café da manhã, que tem opções
para todos os gostos, com pães, bolos, frutas, bebidas diversas (sucos, chás, chocolate,
café), os navios oferecem variedades gastronômicas o dia inteiro. Existem opções de fast
food e restaurantes no estilo buffet e à la carte. Importante acrescentar que o jantar
costuma ser um evento mais social, no qual as pessoas vestem-se de forma mais elegante,
mesmo porque durante a noite são realizados shows nos anfiteatros, festas, eventos nos
cassinos, entre outras opções de entretenimento. Importante destacar que os navios
promovem a estilosa festa do comandante, ocasião em que as pessoas estão ainda mais
bem vestidas, homens de black-tie e mulheres de vestidos longos.

• Você estará em um hotel ambulante: não precisa fazer check in e checkout,
nem fazer e desfazer malas entre as cidades a serem visitadas;

• Estrutura: os navios contam com spas, academia, muro de escalada, salão
de beleza, biblioteca, sala de jogos, piscinas, jacuzzis, espaço kids;

• Tempo para descansar: o navio passa alguns dias viajando em alto-mar,
sem parar, por isso você pode ficar bastante relax no navio, curtindo uma jacuzzi;

• Detox digital: em alto-mar a internet não funciona e o valor cobrado para
usar a internet no navio é altíssimo, razão pela qual você conseguirá se desligar dos
problemas mais facilmente;

• Acessibilidade: os navios contam com uma estrutura adequada para
pessoas idosas e portadoras de necessidades especiais, inclusive acomodações
diferenciadas;

• Ao chegar na Europa, você estará inteiro! Nada da quebradeira que é
viajar na classe econômica (esse ponto positivo não conta se você só viaja de executiva,
claro! srs).

E quais os pontos negativos?
• Muitos dias navegando em alto-mar: é comum o navio ficar navegando,
em geral, de cinco a sete dias sem fazer uma parada sequer (o que achei perfeito para
relaxar, diga-se de passagem);

• Você corre o risco de enjoar da comida: no final de cada cruzeiro (preciso
ser sincera!), não aguentava ver a cara da comida.

• Nos cassinos é permitido fumar (isso, sem dúvida, é um ponto positivo
para quem fuma, já que nas cabines, inclusive com varandas, é terminantemente proibido
fumar);

• Você vai ficar muito pouco tempo em cada cidade: é comum o navio
atracar de manhã em um porto e sair no final da tarde do mesmo dia. O tempo para
conhecer a cidade passa muito rápido, por isso tem que otimizar ao máximo sua visita,
como por exemplo, pesquisar o que fazer em cada local que o navio atracará antes mesmo
de viajar. Uma boa opção é aproveitar para andar pela cidade com aqueles ônibus
turísticos de dois andares.

Dica: os navios costumam oferecer passeios nas cidades a serem visitadas,
mas, além de caríssimos, muitos não valem a pena!!!! Para ter uma ideia, uma vez pagamos
por um passeio desses em Labadee, no Haiti, e ficamos vendo bananeiras e outros pés de
frutas. Portanto, pense antes de escolher um passeio desses. O ideal é fazer tudo por conta
própria. Em muitos portos, há táxis e também ônibus turísticos.

Para esse ano, encontrei poucas opções de transatlânticos disponíveis. Há
opções de travessia Brasil-Europa no MSC Preziosa e de travessia Europa-Brasil no MSC
Fantasia.

Com saídas do Brasil, apenas o MSC Preziosa, com partida no dia 8 de abril
e desembarque na Dinamarca ou Alemanha.
MSC Preziosa (MSC Cruzeiros)

O navio parte de Santos, no dia 8 de abril. Faz uma parada em Salvador e,
em seguida, viaja para Espanha, Portugal, Reino Unido, França, Bélgica, Alemanha,
Dinamarca. Serão 21 noites a bordo. Preços a partir de US$ 2.200,00.

Vale mencionar que não há disponibilidade quando se procura pelo site da
MSC, mas tem vagas pelo Vacations To Go.
MSC Preziosa (MSC Cruzeiros)

O navio parte de Santos com destino a Alemanha, em 8 de abril. Com
duração de 20 noites, o navio para na Espanha, Portugal, Reino Unido, França, Bélgica,
Alemanha. Preços a partir de R$ 5.579,00. Esse valor pode ser parcelado em até 10 vezes no
site da MSC Cruzeiros.


Fonte: Vacations To Go

Com saídas da Europa, há disponibilidade somente no MSC Fantasia, com
datas a partir de novembro em portos de partidas e de desembarques diversos. Os melhores
preços, definitivamente, estão no site da Vacations to Go. Para facilitar, vou deixar
disponível os links aqui.


Fonte: Vacations To Go

MSC Fantasia (MSC Cruzeiros)
De Barcelona para Santos (paradas no Rio e Salvador), com saída em 6 de
novembro. A partir de US$ 1.125,00.

De Marseille para Santos (paradas no Rio e Salvador), com saída em 5 de
novembro. A partir de US$ 1.174,00.

De Marseille para o Rio (parada em Salvador), com saída em 5 de
novembro. A partir de US$ 1.174,00.

De Genova para Santos (paradas no Rio e Salvador), com saída em 4 de
novembro. A partir de US$ 903,00.

De Genova para o Rio (parada em Salvador), com saída em 4 de novembro.
A partir de US$ 961,00.

De Genova para Salvador, com saída em 4 de novembro. A partir de US$
1.201,00.

De Roma para Santos (paradas no Rio e Salvador), com saída em 2 de
novembro. A partir de US$ 5.114,00.

Por fim, vale ressaltar que para pesquisar viagens de navio indico dois sites
que gosto muito para comparar preços: o Vacations To Go e o Cruise Direct.

O primeiro é muito fácil de navegar, pois está em português. Além disso, é
possível ter atendimento por telefone em ligação gratuita, inclusive em português (0800
892-7827). Já comprei cruzeiro nesse site várias vezes e posso afirmar que é confiável.

No entanto, como a compra é realizada mediante pagamento em dólares,
existem três problemas: não é possível parcelar o valor do cruzeiro, o câmbio está muito
desfavorável, e você ainda paga IOF.

Só vai valer a pena comprar nesses sites se houver alguma promoção
imperdível.

 

Bianca Cobucci é Defensora Pública, Mestre em Políticas Públicas e coordenadora do Projeto Falando Direito; Autora do blog Teoria da Viagem. Escreve sobre os direitos do consumidor relacionados à viagem e turismo, bem como sobre os países e lugares que já que visitou.

01
fev

Como improvisar no carnaval com o que se tem em casa!

Quando o carnaval começa a se aproximar surge aquele dilema de como e qual fantasia usar nos dias de folia. Para entrar na avenida vale estar de todo e qualquer jeito, porém um brilho no rosto e uma roupa bem humorada fazem toda diferença nesse momento!

Apesar da vontade de se emperequetar bater na porta de todo bom folião, nem sempre estamos com aquele orçamento disponível para compras. Pensando nisso e acreditando sempre na nossa capacidade de criar e reaproveitar o que temos em casa, hoje dou algumas dicas de como montar uma fantasia bem legal, gastando pouco ou quase nada!

Body e maiô:
Já pode tirar todos os bodys e maiôs da gaveta, porque sem dúvidas, eles serão seus melhores amigos durante o carnaval!  Essa peça que usamos só pra ir para a praia ou para a piscina pode resolver e muito sua fantasia!

Com um maiô colorido e uma meia fina por baixo, por exemplo, você cria um daqueles looks de academia bem anos 80, sabe?! E ainda vale se jogar no arremate com uma meia estampada ou com uma polaina!

Outra opção legal para incrementar o body é brincar com volumes de saias ou usar aquele velho tchutchu de ballet que está encostado no fundo do armário! Que tal?

@queroborogodo

@palomaborges @_thaissabechomoura

@sejadercy

 

Tecidos e cangas:

Sabe aquela canga que você usou uma vez na praia e nunca mais? Então, ela também entra no jogo de fantasias do carnaval com outra leitura! A ideia é dar a função de saia, vestido e até top para esses tecidos já sem funcionalidade.

Amarrando a canga em forma de cropped você pode criar fantasias de sereia, cigana e muitas outras que sua criatividade mandar!

   @giovannaldutra

@Rioetc

@modices

Meias:

Meia fina, meia calça, meia arrastão e quais outras meias você quiser! Elas viram fantasia compondo com saias, bodys e principalmente invertendo as ordens. Já pensou em criar um look super colorido colocando um maiô por cima da meia ou uma meia por cima de um biquíni?

@tens_razao

@maria_candida

 

Tchutchu:

Ali em cima falei sobre o tchutchu de ballet, porém você não precisa ter um daqueles originais e todo estruturados, não! Em algumas lojas especializadas em fantasias é possível achar aquelas saias de tule ou filó que custam bem pouco e servem para diversas ideias!

E acredite, você vai utilizar ele em todos os carnavais e em festas a fantasia também! O tchutchu não é só um gasto, é um investimento para quem é foliã de verdade! Rs

@tropicalia.store

@domsoler

@marcelhapr

27
dez

Copacabana: queima de fogos no Réveillon mais famoso do Brasil!

Muito provavelmente todos sabem que a maior festa de virada do ano, no Brasil (e talvez no mundo), é o famoso Réveillon da praia de Copacabana, localizada no Rio de Janeiro. Mas, poucos são aqueles que conhecem a história dessa tradição!

Por isso, hoje  vim contar para vocês como uma festa inicialmente de cunho religioso, simples, transformou-se em umas das atrações mais disputadas do mundo, atraindo atualmente cerca de 2 milhões de pessoas ávidas para celebrarem o ano que vai nascer.

Nas noites do dia 31 de dezembro da década de 70, praticantes do Candomblé, vestidos de branco, costumavam seguir para a praia de Copacabana com a finalidade de saudar Iemanjá, levando oferendas e flores ao mar antes da meia-noite. A festa à época era de cunho estritamente religioso.

Nos anos 80, os donos do antigo hotel Meridien, que ficava em Copacabana, começaram a tradição dos fogos de artifício. O prédio do hotel, com 39 andares, era decorado com uma belíssima cascata de fogos que saia do topo e descia pelos andares do edifício. Dá para imaginar o sucesso que fez, né?2

A adesão dos hoteis da orla da praia de Copacabana foi imediata, como não poderia deixar de ser. Logo, diversos hoteis resolveram bancar a ideia dos empresários Ricardo Amaral e Mariu’s e financiar os shows de pirotecnia, com o objetivo de atrair não apenas moradores do Rio como, principalmente, turistas.

A festa foi crescendo, crescendo, e o Rio de Janeiro começou a ter dois problemas após a queima de fogos: o trânsito  e, o principal deles, a segurança dos frequentadores do evento. Foi com a intenção de evitar tumultos que, em 1993, a prefeitura do Rio teve a brilhante ideia de programar shows na praia.

Essa foi a solução encontrada para evitar que as pessoas saíssem ao mesmo tempo. Os escolhidos para os shows foram Jorge Ben e Tim Maia. Et voilà, o objetivo foi alcançado e o fluxo controlado!

No ano seguinte, ninguém menos do que Rod Stewart alcançou recorde de público. O enorme sucesso dos shows na virada da noite do dia 31 fez com que a prefeitura do Rio registrasse oficialmente o evento. Até hoje, várias atrações musicais apresentam-se nos palcos localizados na areia de Copacabana.

Mas nem tudo são flores. No Revéillon do ano 2000, um trágico acidente com os fogos de artificio provocou uma vítima fatal e feriu outras pessoas. Em razão desse acontecimento, o uso de balsas tornou-se obrigatório no ano seguinte e os fogos de artifício estão proibidos de serem lançados da areia.

Atualmente, os 2.330 fogos são distribuídos em 11 embarcações, a uma distância de 400 metros da praia. Afinal de contas, tratam-se de 24 toneladas de fogos! Por segurança, eles ficam presos em suportes e são interligados por pavios. O posicionamento é feito conforme o tipo e o momento em que cada um será disparado. São mais de dez estilos diferentes, capazes de criar efeitos diversos definidos por uma equipe de designers e engenheiros.3

Na manhã do dia 31 de dezembro, as balsas  saem da ilha do Governador e são posicionadas pela Marinha. Em cada uma delas quatro técnicos ficam trancafiados em um contêiner blindado. Dois especialistas em fogos, um bombeiro e um piloto de lancha para eventual fuga de emergência.

E de onde vem o comando para acionar os fogos? Vem de uma central que é montada todo ano no hotel Copacabana Palace, localizado na Av. Atlântica. De lá, os técnicos responsáveis, em comunicação com as equipes nas embarcações, acionam o sinal para a queima de fogos. A partir daí, o show pirotécnico deixa todo mundo concentrado e em êxtase por 16 minutos.

A festa tornou-se, assim, uma das mais famosas do mundo. Anualmente, turistas deixam US$ 650 mil na cidade do Rio de Janeiro e 90% dos hoteis de Copacabana ficam lotados.

Programação para 2016/2017
O principal show da noite da virada é o Grande Encontro com Elba Ramalho, Geraldo Azevedo e Alceu Valença que saudará o ano novo, comemorando 20 anos do álbum homônimo. Esse ano – por conta da notória crise que passa o Estado do Rio de Janeiro – serão 12 minutos de queima de fogos que poderão ser vistos de toda a extensão da praia de Copacabana.

Local: Praia de Copacabana 
A partir das 18h

Atrações musicais

Alex Cohen
DJ MAM
Leo Jaime
O Grande Encontro – Elba Ramalho, Alceu Valença e Geraldo Azevedo
G.R.E.S. Unidos da Tijuca
G.R.E.S. Estação Primeira de Mangueira

Fontes: Diário do Rio, Mundo Estranho e G1
Fotos: G1

Bianca Cobucci é Defensora Pública, Mestre em Políticas Públicas e coordenadora do Projeto Falando Direito; Autora do blog Teoria da Viagem. Escreve sobre os direitos do consumidor relacionados à viagem e turismo, bem como sobre os países e lugares que já que visitou.

03
mar

Vídeo – TAG 15 Perguntas de Viagem

No vídeo de hoje eu respondo 15 perguntas da TAG “Perguntas de Viagem“. São perguntas super interessantes, elaboradas e muito bem feitas. Amei fazer! IMG_6727 Seguem as perguntas abaixo:

1) Qual foi sua primeira viagem para o exterior?
2) Qual foi sua última viagem e qual será a próxima?
3) Qual filme te fez viajar para o lugar que foi filmado?
4) Carimbo favorito no passaporte.
5) Quais são os três lugares que você ainda não visitou e que estão no topo da lista?
6) Um lugar que você sonhava conhecer e que riscou da lista recentemente?
7) Uma comida que te lembra uma viagem?
8) Qual foi a maior loucura que você fez em uma viagem?
9) Um lugar que você achou que seria maravilhoso, e não foi, e vice-versa.
10) Quais atrações turísticas mais te surpreenderam?
11) Mochila ou mala?
12) Qual lugar você voltaria várias vezes?
13) Se você pudesse morar em alguma cidade do mundo, qual seria?
14) Como você planeja suas viagens?
15) Qual seu lugar favorito no Brasil?

Esta TAG eu vi nas meninas do Blog Aprendiz de Viajante!

Se você ainda não se inscreveu no Canal do Anita Bem Criada no Youtube, aproveite para se inscrever clicando aqui! Quem se inscreve recebe os vídeos primeiro (no email e/ou celular) e assim, não perde nada do que vem por aí! E vem muita coisa!