Fresca? Não! Bem criada.

Tag: Dicas

17
mar

DICAS PARA UM MINI WEDDING

O nome dado, mini wedding, é algo mais recente, mas a ideia de casamentos pequenos e intimistas existe há muito tempo. Casamentos menores são uma bela alternativa para quem não curte as pompas dos grandes eventos dignos de filme, ou prefere algo mais aconchegante para de fato curtir com os convidados (estes, escolhidos a dedo), ou simplesmente não podem ou não querem gastar tanto dinheiro com o casamento/festa. Sendo assim, o mini wedding tem se tornado uma proposta cada vez mais bem vista.

Como esse tipo de casamento tem uma certa liberdade, o legal é que existem inúmeros lugares que recebem bem a proposta: uma casa de campo, a área da piscina, o jardim de uma casa, uma cobertura de um apartamento, um restaurante, uma galeria de arte ou mesmo um espaço de eventos reduzido.

Dependendo do lugar que se utilizar, por exemplo um restaurante ou uma casa já decorada, poupa-se e muito com este item tão assustador no check-list do casamento: a decoração.

Nestes casos, se o objetivo for também economizar, é interessante já escolher um lugar em que você possa usar o cenário como base da sua festa, sem que se tenha que jogar abaixo tudo para “reconstruir” novamente.1 2 3 4 5O que considero o mais legal desse tipo de casamento é a possibilidade de você imprimir sua identidade e sua história nos pequenos detalhes. Seja preparando os mimos, seja juntando e envolvendo a família nos preparativos, seja trazendo a história na forma de fotos, porta-retratos, vídeos, etc, enfim.. o céu é o limite!

E aqui, o simples se transforma no único!! Aqui embaixo então eu vou colocar algumas ideias fofas que podem servir de inspiração para quem está pensando em aderir a esta ideia.

6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18Imagens: Google (reprodução)

04
mar

Testado e (praticamente) aprovado – Biomedic Pigment Control

Oi gente! Desde que postei no instagram (@anitabemcriada) que começaria a usar o produto eu recebi alguns e-mails pedindo mais informações e tirando dúvidas sobre o uso do Biomedic Pigment Control. Lembro sempre que não sou dermatologista, nem médica, portanto, apesar de tudo que coloco ter sido indicação médica, as indicações são direcionadas a mim e só o seu médico poderá saber se o produto é apropriado ao seu caso.

Mas isso não significa que não posso dar minha opinião sobre o produto. Néam? Normalmente gosto de usar um tempo maior para fazer a resenha por aqui. Mas em razão dos e-mails recebidos, resolvi postar logo. Mas, como todo tratamento de pele, trata-se de algo que requer tempo, dedicação e paciência. Biomedic
INFORMAÇÕES DA EMPRESA SOBRE O PRODUTO:
Biomedic Pigment Control La Roche-Posay é um sérum com complexo intensivo que ajuda a uniformizar a pele. Contêm alta concentração de ácido kójico, dermatologicamente conhecido por ajudar a corrigir as diferenças de tonalidade da pele, e LHA micro-esfoliante combinado com o ácido glicólico para remover as células escuras da superfície e uniformizar o tônus da pele. Sua fórmula possui ainda extrato dermobiótico termal de La Roche-Posay para incentivar a recuperação da pele após procedimentos estéticos.

MODO DE USO: – Utilize o produto à noite sobre o rosto bem limpo, evitando a área dos olhos. Não aplique nas pálpebras, cantos externos do nariz e da boca e na pele irritada ou lesionada. Evite exposição solar durante o uso do produto. – Durante a primeira semana de uso, aplique pequenas quantidades do produto, em dias alternados. Nas primeiras aplicações poderão ser observados sensações transitórias de ardor, pinicação ou ressecamento da pele. Persistindo o incômodo, suspenda o uso do produto e procure orientação médica. – Este produto contém Alfahidroxiácido que pode tornar a pele mais sensível e mais suscetível aos raios de sol. Proteja sempre a pele do sol durante a utilização e, no mínimo, nos 7 dias posteriores, utilizando uma proteção solar UVB/UVA mínima de FPS 15 e preferencialmente FPS 30 ou 60, diariamente.Bio MINHAS IMPRESSÕES: – Apesar de usar há pouco tempo, eu tenho gostado muito do resultado que já pude ver. Andei tendo umas crises adolescentes nos últimos tempos e pipocado de espinhas. E essa “mãozinha nervosa” aqui nem sempre resistia em cutucar (NÃO FAÇAM ISSO!). Resultado: manchas bastante indesejáveis. Daí é que minha dermatologista disse para esperar passar o verão e a temporada de praias e piscinas para começar o tratamento. Portanto, comecei mesmo só no início de abril, ou seja, não tenho nem dois meses de uso, o que me permite apenas uma avaliação parcial do produto (daí o título lá de cima). Enfim, as manchas mais escuras começaram a clarear um pouco. É sutil, mas, definitivamente, é visível. Acho que com mais uns dois meses usando direitinho  já vou ficar muitíssimo satisfeita com o produto! – Ele dá uma ardidinha sim! Especialmente no início do tratamento. Então eu aplico mais na região das bochechas (até a curvinha do maxilar, sabem?), na testa, no queixo e na zona central do nariz, que são regiões menos sensíveis, e também, as com maior incidência das manchinhas. Ele é super fácil de aplicar, espalha bem e é rapidamente absorvido pela pele.
No meu caso, particularmente, intercalo, noite sim, noite não, com outro produto para combater a oleosidade da pele. Por isto, repito, só mesmo o SEU DERMATOLOGISTA PODERÁ LHE INDICAR O QUE FOR MELHOR PARA SUA PELE. – O preço, como não poderia deixar de ser, é salgadinho. Comprando no Brasil o preço varia entre R$ 120,00 e 140,00. Lá fora é infinitamente mais barato. Portanto, se estiver de viagem ou puder encomendar de alguém, não hesite em fazê-lo. Estou apostando (e muito!) nos benefícios! TESTADO E (praticamente) APROVADO!!

01
set

Look da Anita

Bom diaaaaaaa! Vamos começar o dia com mais um “look do dia”? Obaaaa! O verão foi embora e, com isso, chegou o outono, uma estação tão simpática, amena e gostosa! Eu não sou daquelas que odeia essa ou aquela estação não. Na verdade, acho que dá pra gente “tirar proveito” de todas elas. E eu tiro!

E foi assim, em homenagem aos dias mais amenos, que montei o look de hoje. A saia é de uma linha mais grossa o que, junto com a blusa preta, poderia pesar um pouco debaixo de um sol de 35º. Por isso achei uma delícia chegar o outono e poder abusar de peças que não me sufoquem de calor ou esquentem absurdamente. Pois, cá entre nós, tivemos dias infernais aí, vocês devem se lembrar.

Bom, o look é assim, bem feminino e versátil! Amo “pois” (poá) e essa saia foi paixão à primeira vista. Como queria que ela ficassem destaque, tratei de não colocar informação demais na parte superior da produção. E achei que ficou fofo assim. O que acham?

Fotos: Lucinha Machado Fotografia (@lucinha_fotografia e lucinhamachado.fotografia@gmail.com)
09_AnitaBemCriada-19309_AnitaBemCriada-19709_AnitaBemCriada-19609_AnitaBemCriada-19409_AnitaBemCriada-21109_AnitaBemCriada-20409_AnitaBemCriada-19909_AnitaBemCriada-203

Ah, e para quem quer deixar o look ainda mais despojado e casual, eu sugiro um coletinho jeans, como fiz aqui. Se quiser trocar o scarpin pela sapatilha ou uma sandália alta mais modernosa, também vai ficar ótimo.

DICA DA CONSULTORA:

Peças com estampas grandes, ou seja, mais informação na parte inferior do corpo são ótimas para quem quer destacar o quadril (ou porque o tem muito fino, mais reto, ou porque tem ombros largos, o famoso “triângulo invertido”). E o contrário também funciona muito bem. Ou seja, se você tem um quadril muito grande, bumbum mais avantajado, e quer diminuir a “impressão”, lance mão de peças escuras para esta parte de baixo do corpo, pois elas têm o poder de contração, diminuindo visualmente o tamanho dessa região. E, nesta ideia, aproveite para usar estampas grandes e cores claras na parte de cima do corpo.
09_AnitaBemCriada-21509_AnitaBemCriada-216Saia: Primark; blusa: Zara; bolsa: Accessorize (Londres); scarpin: Schutz; batom: Faux, MAC

05
ago

Para ir: Belo Comidaria (Belo Horizonte)

Vocês devem se lembrar quando comentei na semana passada que fui conhecer a Belo Comidaria, né?! Pois é, a vontade já existia, mas o oportunidade ainda não. Até que, num domingo folgado, fui matar a curiosidade! (post propício para o final de semana que tá chegando!)

E posso começar dizendo que o nome não é por acaso. O lugar não é apenas um restaurante e nem apenas uma padaria. Lá é de fato uma “comidaria”, um lugar onde se come bem, sem frescuras, com bom gosto e a qualquer hora do dia. Isto porque a casa funciona para o café da manhã, almoço, happy hour e jantar. A “Comidaria” tem uma proposta bem simples, mas super elegante, com produtos orgânicos e seguindo a linha “slow food“.foto (29)O estabelecimento fica localizado na rua Orange, no bairro São Pedro, naquela ruazinha próxima ao Pátio Savassi, que dá direito na entrada da Rua Lavras. A casa é super gostosinha, bem do jeito que gosto, com um ambiente diferente em cada canto, decoração fofa  e antiguinha, com itens reaproveitados e, claro, com história. Flores da Casa Mangabeiras para decorar e também para venda, cardápio na parede, e muitos outros mimos mineiros.foto (27)foto (25)foto (24)foto (30)foto (20)foto (21)foto (23)foto (22)Para começar a gracinha, na nossa mesa chegou uma rosca novinha, fumegante e toda fofinha, feita na casa, com umas pastinhas deliciosas, para abrir o apetite. Eu, como carboidrática que sou, claro que amei! foto (31)Depois resolvemos pedir umas “entradinhas” que, de “inhas”, nada tinham! Uma foi o pastel de cordeiro com creme fresco de hortelã que foi apreciadíssimo e, consequentemente, aprovado! foto (33)foto (35)E a outra, foi uma mini-galinhada que, como disse, de mini não tinha nada. Esta seria a minha pedida, mas ingenuamente eu esqueci de perguntar os ingredientes e fresca (digo, bem criada) que sou, não como de jeeeeito nenhum um dos ingredientes: moela. Ui! Maaaas, o maridón lucrou e acabou se deliciando com a iguaria. Disse que estava excelente, mas serviu de fato como uma refeição. Muito farto!
foto (36)Ah, aqui o cardápio. Bom que dá para vocês terem uma ideia das opções e dos preços. Muito interessante! foto (32)Como prato principal, não obstante já estarmos devidamente ALIMENTADOS naquela altura, acabamos pedindo apenas um com uma guarnição, pois, repito, as entradinhas estavam mais pra entradONAS! A pedida foi a carne de sol com mandioca na manteiga de garrafa e feijão fradinho. E, para acompanhar, uma panelinha de arroz branco! foto (19)foto (18)Estava simplesmente DIVINOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO! Uma coisa mesmo!! E, pelo andar da carruagem, vocês já devem perceber que o espaço era zero, ou melhor, menos 10, para qualquer outra coisa. Nem sobremesa, nem cafezinho. E o pesar foi grande, pois a fama do “bolo de chocolate” de lá corre mundos! Só para vocês verem do que tô falando, aqui uma fotinha da “figura”, que peguei no Destemperados.
Belo Comidaria 21 Torta Grande :):D;) É ou não é de chorar de emoção! Estou contando os dias para a minha próxima ida, e agora, para um café da manhã no capricho, e aí sim, vou me esbaldar porque pretendo ficar um dia antes sem comer.. hahah (brincadeira, hein, gente..rsrs).

Pelo exposto (rsrsrs), recomendo com vontade a Belo Comidaria. Um lugar gostoso, com uma experiência úncia

01
ago

Diário de ANITA – Especial Curitiba

Ei gente! Como anda o tempinho por ainda estão? Em BH a semana foi friazinha e bem gostosa, com direito a chuvinha e tudo. Existe coisa mais deliciosa que a equação chuvinha + quitandinha +  cafezinho?? Nãaaao tem! No finalzinho da semana, já entrando no clima do final de semana, me esbaldei, aproveitando o clima super apropriado para isto.

Ah, ainda no final da semana saiu uma entrevista minha no Vila Mulher, um site super legal do Terra. Lá dei dicas relacionadas ao tema “Finannças e Planejamento do Casamento“. Bem Legal. Para acssarem a entrevista, cliquem aqui. Vila MulherBom, esses dias vim dar uma passeadinha rápida em Curitiba. Já conhecia a cidade, de passagem, por conta das idas a Joinville com o Ballet, mas nunca a ponto de esticar um pouquinho mais. Não sei vocês, horas de voo e aeroporto EXIGEM um conforto, né!? Sapatos confortáveis, baixinhos, rasteirinhos são pedida obrigatória pra mim.E quando a gente consegue conforto aliado a beleza e paixão??? Vocês já devem ter percebido que o meu amor pelo pied de poule anda imenso, né!? Quando via essa sapatilha então, quase MURRY! Ela, além de fofa, é muito confortável e estilosa. Nâo pensei duas vezes! O que acham? Ah, ela é da Arezzo! Pied de pouleBom, não fui muito a fim de ficar registrando mil looks do dia não, até porque seria tudo muito rapidinho pra isso. Mas claaaaaaaaro que isso não significa nenhum registrozinho, né!? Então, pra não dizer que não rolou, aqui um look de espelho para passar um dos dias. Conforto com uma gracinha. Não custa, né!? Look do diaBom, como disse, o esquema foi beeem corridinho mesmo, mas super bem aproveitado. Deu pra conhecer bem a cidade, com destaque para alguns lindos e notáveis pontos turísticos. Um dos lugares que mais amei conhecer foi o Bosque Alemão, um bosque em homenagem aos imigrantes alemães. Amei a “viagem” que o lugar nos propõe. Entre os destaques, a trilha de João e Maria, dos contos dos Irmãos Grimm, escrito em 1812. Amei muito! Um lugar, como dito, onde você encontra “contos infantis destinados aos interssados na clareira da inocência, em meio à floresta da modernidade”.
Outros dois lugares faaaaaaaantásticos são o Museu do Olho, de Oscar Niemeyer, e o Jardim Botânico. Grandes belezas desse nosso Brasil! muito orgulho MESMO! MONJardim BotânicoUm dos restaurantes que conhecemos, que merece destaque, foi o C La Vie, dono de uma consagrada culinária francesa com um toque de inovação bem brasileiro, em um ambiente inspirado nos bistrôs parisienses. Adorei! O prato escolhido foi essa gostosura aí! C La VieAhh, estreei o meu moletom com renda mais fofo que já vi! Pensem num conforto aliado ao glamour? É isso!? Ah, e ele é da Renner! :)Moletom e RendaBom, como disse, a temporada foi intensa, mas curta. Hoje as coisas voltarão à sua rotina e, assim, deixo vocês com esta bela (e sem filtro!!) imagem de lindas flores do Jardim Botânico. FloresUma maravilhosa semana a todos!! Bjim!