Fresca? Não! Bem criada.

Tag: estilo

18
fev

Aqui é nosso departamento

Esta semana foi a semana da estampa de bicho por aqui! Hoje, porém, vamos de cobra! Esta calça já apareceu por aqui, se lembram? Esta, diferentemente da onça, não me traz tanta dificuldade para ser usada. Talvez por ela ser mais larguinha e de tecido mesmo (e não malha). Já fui até trabalhar com ela.

Já fazia um tempinho que esta categoria não aparecia, né!? Então, para ficarmos em dia, aí segue a produção “departamentística”: calça cenoura estampa de cobra, camisetinha de seda branca com decotinho em renda, scarpin preto com salto médio e bolsa branca. O famoso e clássico preto e branco. Considero um look bem classiquinho e versátil (trabalho, churrasco, aniversário,  happy hour, almoço, jantar, etc etc).
Calça estampa de cobra e bolsa branca: Riachuelo; camisetinha de seda: Maria Filó para C&A; scarpin salto médio: Renner

14
fev

O que vem por aí: Navajo prints

Tem-se visto bastante por aqui (e mooooito lá fora), blogueiras, editores de moda, celebs, anfam, fashionistas em geral, usando peças com estampas usadas pelos índios navajos. Segundo a aspirante a confiável-site-de pesquisa Wikipedia, “os navajos são uma tribo indígena da América do Norte, que originalmente imigraram das áreas do norte e durante o século XVI tornaram-se um povo pastor e caçador. A tribo vive numa reserva no nordeste do Arizona e continua em partes do Novo México e Utah. É a maior reserva indígena dos Estados Unidos, estendendo-se por uma enorme área que vai desde Grants no Novo México, até o Grand Canyon, no Arizona; de Holbrook, no centro do Arizona até o Rio San Juan, já no Colorado, inclui Monument Valley, parte do Deserto Pintado e parte da Floresta Petrificada”. A estampa tem como base desenhos geométricos mesclada a uma grande paleta de cores vibrantes e contrastantes entre sim. E o mais interessante é que a navajo prints não se ateve às roupas não. Podem ser vistas em qualquer peça de uma produção, nos acessórios e até na decoração.  Pra variar, me pegou! 

17
jun

Aqui é nosso departamento

Oi pessoal! Tenho recebido muitos recadinhos e e-mails de leitoras sentindo falta dos posts com looks por aqui, então, como vocês não pedem, vocês mandam, aqui vai um Aqui é nosso departamento!!

E hoje venho numa produção que, particularmente, considero muitíssimo especial. É que, como podem ver, são peças ultra clássicas (casaco em tweed, camisa branca e couro, ecológico, que não deixa ser e parecer couro!) que, no seu conjunto, formam um look bem elegante e antenado nas últimas tendências. Mas o melhor, melhor  mesmo, de tudo: são peças exclusivíssimas das nossas lojas de departamento. Parece mentira, né?!?! Mas não, não é!! E, com exceção da camisa, todas as demais peças são de aquisições bastante recentes.

O casaco em tweed, modelo chanel, foi amor à primeira vista! Sério, gostei tanto, mas tanto, mas tanto dele que nem sei explicar esse amor direito! Ainda não tinha um assim e, pela paixão que nos assola :p, provavelmente será o primeiro de muitos.

Então é isso! Espero que vocês gostem desse look mais classicozinho.

Casaco (tweed), saia em couro ecológico e bolsa a tiracolo: C&A; Camisa branca e scarpin preto: Renner

06
maio

Pra inspirar: vestido de couro colorido

Lembram quando mostrei aqui inspirações com vestidos de couro preto? Pois é, se já amamos o que vimos, prestem atenção nas produções abaixo!! Coisa marrrrlinda! Produções vivas, marcantes, cheias de personalidade. Tá certo que não são peças práticas, no sentido de que, exatamente por marcarem mais, são mais difíceis de serem repetidas com frequência, além de não combinarem com tudo e/ou qualquer situação. Mas que são belos, ahhhhhhhhhhh são! Quero só 17 desses aí pra mim!

Se pudesse escolher um para chamar de seu, qual destes você escolheria??

Fonte: Google

01
mar

Aqui é nosso departamento

Neste Aqui é nosso departamento eu trago uma aquisição daqueeeeeeeeeeeeelas: a saia plissada E midi branca!! Quase caí dura quando a vi na Riachuelo. E, para provar a minha total devoção a ela, informo que a levei para casa mesmo sendo tamanho 46.. kkkkkkk. Pelo que me conhecem vocês já podem imaginar o quanto ela deve ter ficado grande em mim. Mas ela era a útlima e eu não queria perdê-la de vista. Foi então que Mamita bem criada entrou em cena e a fez virar o meu número. Sem stress! Aliás, peças grandes nas lojas nunca me desanimam. Basta eu tê-las idolatrado para que sejam minhas..rs. O problema está em que eu não amei estas fotos. Não sei se foram os cortes, (de cabeça e de pé – eeeeeeeh tripê!) a iluminação, as poses, o moicano que acabei não gostando, sei lá. Fato é que elas estão arquivadas desde novembro do ano passado e toda semana eu olhava pra elas: “posto, não posto, posto não posto..”. Mas decidi postar acreditando naquela antiga máxima de que o que vale é apresentar o look e, o resto, Deus ajuda. Apostei no clássico preto e branco, acrescentando somente a bolsa vermelha como ponto de cor. É um look elegante, usável em qualquer ocasião que peça um dress code mais arrumadinho.

      Saia plissada e camiseta preta: Riachuelo Sapato, colar e pulseiras: C&A Bolsinha: Marisa