fbpx

Fresca? Não! Bem criada.

Tag: férias

05
jun

Vídeo: Eternamente de férias? Como consigo viajar tanto?

Querem saber como consigo VIAJAR TANTO, mesmo sendo servidora pública? No vídeo de hoje eu falo como funcionam as férias, as licenças, os afastamentos e tudo mais no serviço público. Vem ver!!

Se você ainda não se inscreveu no Canal do Anita Bem Criada no Youtube, aproveite para se inscrever clicando aqui! Quem se inscreve recebe os vídeos primeiro (no e-mail e/ou celular) e assim, não perde nada do que vem por aí!

27
dez

Copacabana: queima de fogos no Réveillon mais famoso do Brasil!

Muito provavelmente todos sabem que a maior festa de virada do ano, no Brasil (e talvez no mundo), é o famoso Réveillon da praia de Copacabana, localizada no Rio de Janeiro. Mas, poucos são aqueles que conhecem a história dessa tradição!

Por isso, hoje  vim contar para vocês como uma festa inicialmente de cunho religioso, simples, transformou-se em umas das atrações mais disputadas do mundo, atraindo atualmente cerca de 2 milhões de pessoas ávidas para celebrarem o ano que vai nascer.

Nas noites do dia 31 de dezembro da década de 70, praticantes do Candomblé, vestidos de branco, costumavam seguir para a praia de Copacabana com a finalidade de saudar Iemanjá, levando oferendas e flores ao mar antes da meia-noite. A festa à época era de cunho estritamente religioso.

Nos anos 80, os donos do antigo hotel Meridien, que ficava em Copacabana, começaram a tradição dos fogos de artifício. O prédio do hotel, com 39 andares, era decorado com uma belíssima cascata de fogos que saia do topo e descia pelos andares do edifício. Dá para imaginar o sucesso que fez, né?2

A adesão dos hoteis da orla da praia de Copacabana foi imediata, como não poderia deixar de ser. Logo, diversos hoteis resolveram bancar a ideia dos empresários Ricardo Amaral e Mariu’s e financiar os shows de pirotecnia, com o objetivo de atrair não apenas moradores do Rio como, principalmente, turistas.

A festa foi crescendo, crescendo, e o Rio de Janeiro começou a ter dois problemas após a queima de fogos: o trânsito  e, o principal deles, a segurança dos frequentadores do evento. Foi com a intenção de evitar tumultos que, em 1993, a prefeitura do Rio teve a brilhante ideia de programar shows na praia.

Essa foi a solução encontrada para evitar que as pessoas saíssem ao mesmo tempo. Os escolhidos para os shows foram Jorge Ben e Tim Maia. Et voilà, o objetivo foi alcançado e o fluxo controlado!

No ano seguinte, ninguém menos do que Rod Stewart alcançou recorde de público. O enorme sucesso dos shows na virada da noite do dia 31 fez com que a prefeitura do Rio registrasse oficialmente o evento. Até hoje, várias atrações musicais apresentam-se nos palcos localizados na areia de Copacabana.

Mas nem tudo são flores. No Revéillon do ano 2000, um trágico acidente com os fogos de artificio provocou uma vítima fatal e feriu outras pessoas. Em razão desse acontecimento, o uso de balsas tornou-se obrigatório no ano seguinte e os fogos de artifício estão proibidos de serem lançados da areia.

Atualmente, os 2.330 fogos são distribuídos em 11 embarcações, a uma distância de 400 metros da praia. Afinal de contas, tratam-se de 24 toneladas de fogos! Por segurança, eles ficam presos em suportes e são interligados por pavios. O posicionamento é feito conforme o tipo e o momento em que cada um será disparado. São mais de dez estilos diferentes, capazes de criar efeitos diversos definidos por uma equipe de designers e engenheiros.3

Na manhã do dia 31 de dezembro, as balsas  saem da ilha do Governador e são posicionadas pela Marinha. Em cada uma delas quatro técnicos ficam trancafiados em um contêiner blindado. Dois especialistas em fogos, um bombeiro e um piloto de lancha para eventual fuga de emergência.

E de onde vem o comando para acionar os fogos? Vem de uma central que é montada todo ano no hotel Copacabana Palace, localizado na Av. Atlântica. De lá, os técnicos responsáveis, em comunicação com as equipes nas embarcações, acionam o sinal para a queima de fogos. A partir daí, o show pirotécnico deixa todo mundo concentrado e em êxtase por 16 minutos.

A festa tornou-se, assim, uma das mais famosas do mundo. Anualmente, turistas deixam US$ 650 mil na cidade do Rio de Janeiro e 90% dos hoteis de Copacabana ficam lotados.

Programação para 2016/2017
O principal show da noite da virada é o Grande Encontro com Elba Ramalho, Geraldo Azevedo e Alceu Valença que saudará o ano novo, comemorando 20 anos do álbum homônimo. Esse ano – por conta da notória crise que passa o Estado do Rio de Janeiro – serão 12 minutos de queima de fogos que poderão ser vistos de toda a extensão da praia de Copacabana.

Local: Praia de Copacabana 
A partir das 18h

Atrações musicais

Alex Cohen
DJ MAM
Leo Jaime
O Grande Encontro – Elba Ramalho, Alceu Valença e Geraldo Azevedo
G.R.E.S. Unidos da Tijuca
G.R.E.S. Estação Primeira de Mangueira

Fontes: Diário do Rio, Mundo Estranho e G1
Fotos: G1

Bianca Cobucci é Defensora Pública, Mestre em Políticas Públicas e coordenadora do Projeto Falando Direito; Autora do blog Teoria da Viagem. Escreve sobre os direitos do consumidor relacionados à viagem e turismo, bem como sobre os países e lugares que já que visitou.

10
jun

Jamaica por Hotel GoldenEye

Não é possível falar em Goldeneye sem mencionar o homem que é a verdadeira lenda jamaicana: Chris Blackwell. Dono da produtora Island Record que colocou artistas do reggae no mapa mundi (Bob Marley entre eles), Chris reformou a propriedade que pertencia a um amigo íntimo de sua mãe, Ian Fleming (autor de 007) e a transformou em um dos hotéis mais encantadores da ilha.

Habitués como Bono Vox, Grace Jones, Mick Jagger criaram suas notas em meio ás praias privativas, a lagoa de água salgada e os jardins exuberantes do Goldeneye,isso sem mencionar James Bond que nasceu sob o mesmo teto.

Inspiração, criatividade, hospitalidade e som na caixa: esse é o lema de Chris, que vai além da hotelaria convencional. Assim é o Goldeneye. O hotel está localizado na praia de “Oracabessa Bay” na costa norte da Jamaica. Com 5 tipos de acomodações, o hotel atende muito bem em termos de estrutura,pois, ele tem as Beach Huts (estrutura jamaicana pertinho da praia).Lagoon Cottage (aconchegante com acesso direto à lagoa de água salgada)2Beach/Lagoon Villa com acesso direto à lagoa ou à praia,porém, com 2 andares.3Original Villas espaçosa com uma vista incrível4E a Fleming Villa, perfeita para um estadia com um grupo privativo com muito conforto.322O staff do hotel é incrível. Em caso de dúvidas,solicitações e informações são todos muito bem preparados.

A gastronomia é variada e bastante saborosa e se você não tem hábito com comida picante, vale  escolher pratos que não sejam  apimentados. As opções são realmente bem picantes. E sobre o café da manhã,que é servido no espaço do Bizot Bar com vista para o mar é bem farto (do jeito que os brasileiros gostam!).267A noite o Bizot funciona como bar e restaurante com músicas bastante agradáveis.

Ahhh sobre os drinks, são bastante saborosos.

Sobre a Fleming Villa, é lá que está a um dos banheiros externos mais famosos e falados no mundo pela Condé Nast Traveller.349347Para uma ocasião especial é possível agendar um almoço ou jantar privativo nesse cantinho super especial do hotel.IMG_5613Não posso deixar de mencionar sobre a belíssima praia do hotel que tem águas quentinhas e claras.404273Sobre o pôr do sol, que é um dos meus programas favoritos nas viagens, realmente foi uns dos mais lindos que já vi.258362071Dentre as várias atividades que o hotel oferece (stand up paddle, caiaque) o snorkelling deve um destaque.503O hotel é uma excelente opção para lua de mel e destination wedding. É o cenário perfeito pra quem aprecia o rústico-chique e pé na areia.

Em 2015,a Jamaica foi vencedora do prêmio Destination Wedding do World Travel Award com suas incríveis praias exóticas e além disso o Golden Eye já saiu em diversas revistas que vocês podem conferir aqui:  https://www.islandoutpost.com/press-room/featured-articles

Ficou com vontade de visitar a Jamaica? consulte a Leroy Vigens!
E-mail: roberta@leroyviages.com.br
Telefone: 31-3143 1473 | 31-9119 1473

28
mar

Diário de Anita: Especial Búzios/RJ

Oláaa! Fiquei alguns dias sumida, eu sei, e peço perdão por isso. Mas achei que fosse conseguir postar da viagem, mas a internet ficou tão ruim e instável, que acabei desistindo. Mas cá estou para me “redimir”!

Então vamos começar de onde eu parei, né.. Ou seja, na sexta-feira anterior à Semana Santa! Bom, antes de viajar, em meio à arrumação das malas eu dei um pulo no The Jazz Lourdes, tanto por conta do meu tratamento de cabelo que faço lá a cada 15 dias, quanto porque, de noite, eu teria um evento muito bacana para ir, de uma parceira MUITO especial, a Equipage. Alguns registros da minha saída do salão e do lançamento em si. Depois mostro o meu escolhido do dia! IMG_20160319_092045 IMG_20160318_221303 IMG_20160318_213901 IMG_20160318_202547 IMG_20160318_201113No sábado cedinho, pegamos estrada rumo a Búzios! Já conhecia Búzios, mas nunca tinha ficado realmente por lá. O lugar é realmente lindo e tudo que a gente vê por aí. E tivemos a imensa sorte de ter TODOS os dias com um céu e um sol lindosssss! IMG_20160319_152841Sem uma nuvem no céu!! Aliás, só no último dia, o que não foi ruim, pois deu pra curtir um pouquinho do spa do hotel.IMG_20160325_082916 (1) O hotel era lindo e tinha piscinas e vistas deslumbrantes. Ficamos na praia de Geribá, e o hotel fica a pouquíssimos metros do mar mesmo. Isso é muito bom! Vejam um pouquinho do que tô falando. IMG_20160321_111808Screenshot_2016-03-27-20-51-10-1IMG_20160321_091428IMG_20160322_093010IMG_20160323_095344IMG_20160324_143326 (1)IMG_20160324_075438Mas apesar de termos passado dias lindos e maravilhosos, realmente muito felizes, eu, sinceramente, não recomendo o hotel não. Ficamos no Blue Tree Park Búzios. Acho que o serviço deixou muuuuuuuuito a desejar, especialmente pelo preço pago e, pelo menos eu acho que, quando saio de caso, só pode ser para ficar em algo tão bom ou melhor que a sua casa. E mesmo sendo lindo, e tendo lindas vistas, isso não basta. O regime era de pensão completa, mas variavam muito pouco nas opções. Os garços mal serviam nas cadeiras e sombrinhas. Por falar em sombrinhas, estas eram espécie rara no hotel. E naquele sol escaldante, especialmente quem estava com criança, como nós, isso faz muuuuuuita falta.

Mas apesar disso, nós curtimos muuuuito. Mas muuuuuito meeeeesmo! Só fiz tais observações para vocês aqui porque preciso ser sincera, certo? Só que relevamos muito e tentamos tirar o máximo proveito da nossa estadia, porque afinal de contas o objetivo maior era a família reunida, era estarmos todos bem e felizes, e principalmente, com saúde!! Isto sim contou muito mais! Fomos eu e o Luciano, meus pais, minha irmã com o marido e nossa Pituca. Daí porque apelidamos nossa viagem de “Pituca’s trip“. Fazemos pelo menos uma por ano nesse esquema! E por falar em Pituca, vêeeeeeee se eu aguento??? IMG_20160322_120647IMG_20160325_145022A Dindinha piraaaaaaaaaaa! Na maior parte do tempo ficávamos pelo hotel mesmo! Curtindo piscina, praia e algumas sonequinhas. Haha. Mas fomos alguns dias passear por outras praias, e também saímos de noite. Fomos ao Porto da Barra, um lugar liiiiiiiiiiiiiindo, cheio de restaurantes lindos, e à famosa Rua das Pedras, claro, né..IMG_20160320_235637 IMG_20160319_235015 IMG_20160323_205235 IMG_20160323_182630IMG_20160321_181540 Já de volta a BH, no sábado de manhã eu corri pra academia, pois depois de uma semana de “morcegagem”, um pulo por lá era muito mais do que minha obrigação, né..rsrs. Até porque, depois eu tinha um almocinho naaaaaada leve, num restaurante de comida mineira fofo daqui de BH, o Emporium. E assim foi a minha semana. Espero estar perdoada pelo meu sumicinho! Desejo a vocês uma maravilhosa e abençoada semana!

14
set

Diário de Anita: Especial Itália

Oooooooi! Quem me acompanha no instagram (@anitabemcriada) viu que parti para mais uma grande viagem da minha vida, né?! Desta vez estamos comemorando nosso aniversário de 5 anos de casados e o destino escolhido foi a Itália. Eu sou simplesmente apaixonada pela Itália. Acho que já a amava antes mesmo de conhecê-la. E conhecendo, não foi nem um pouco diferente!!

E quanto mais eu conheço, mais quero conhecer, explorar, viajar. E foi por isso que dessa vez, decidimos fazer um novo percurso. Sendo minha terceira vez na Itália, pude me dar ao luxo de não ir a Roma (porque amo e acho que é “must go!”), pelo menos dessa vez.

E, nessa primeira parte da viagem, o destino escolhido foi a Sicília, a região sul da Itália, com lindas praias e muuuuuita história. Vou atualizando vocês por aqui sobre meu roteiro e tudo de legal e mais pitoresco que vamos fazer por aqui. Fiquem de olho no ANITA, no instagram(@anitabemcriada), e também no canal, que também vou fazer vlogs da viagem! Obaaaa!!

Mas já deixo vocês aqui com uma amostrinha desses primeiros momentos (cheguei há apenas um dia) nessa terra que amo tanto e que me sinto realmente em casa.italia1italia2italia3italia4italia5