Fresca? Não! Bem criada.

Tag: papelaria

04
jul

Vem aí a segunda edição da Feira Chica!

A valorização da economia local nas grandes cidades têm se mostrado como uma tendência comportamental  nos últimos anos. Trocar itens produzidos em marcas renomadas e com pouca durabilidade por produtos confeccionados com qualidade artesanal, vêm se tornando cada vez mais comum e viável.

Parte responsável por essa mudança de mentalidade, são as feiras que acontecem frequentemente em diversos pontos das metrópoles, apresentando propósitos como o desaceleramento do consumo e o feito à mão.

Em Belo Horizonte essas pequenas iniciativas já são muitas e ganham cada vez mais espaço na programação cultural. Dentre as inúmeras feiras desse tipo, destaca-se a Feira Chica – um evento que tem por objetivo promover mulheres que empreendem localmente.

Idealizada pelas amigas Milene Agnes, Marcelha Pereira e Elisa Santiago, ela chega a sua segunda edição com um maior número de expositoras, muita moda, arte, design e um novo lugar!

Dessa vez a Feira Chica será recebida em um dos espaços mais comentados e charmosos de BH: a Casa Rosa do Bonfim, uma construção dos anos 50, administrada pela artista plástica Paulina Ribeiro, que abriga obras de arte urbana e um jardim irresistível!

Reforçando ainda mais a ideia de impulsionar negócios com gestão feminina, as curadoras contam que nessa segunda edição além das expositoras, todos os serviços contratados para fazer o evento acontecer são administrados e realizados por mulheres, desde à dona do espaço, passando pela fotógrafa, até a segurança.

Dentre a lista de marcas presentes na feira, nomes como Fernanda Torquett, Jambu Bags e Yellow Factory estão confirmadas, além de diversas outras opções de roupas, acessórios, decoração, perfumaria, papelaria, botânica e gastronomia.

A Feira Chica é uma excelente opção não só para quem quer comprar e conhecer novas produtoras, mas também para quem quer passar o dia, relaxar e comer várias delícias que serão oferecidas em food trucks na porta da casa.

O evento acontece então no próximo sábado, dia 7 de julho, de 11h às 17h e tem entrada gratuita para todos, inclusive para quem quiser levar os pets! Se eu fosse você, já colocava na agenda, por que será imperdível!

 

Para mais informações basta ir ao instagram da feira @feira.chica ou ao evento no facebook!

Feira Chica

Dia 7 de julho – de 11h às 17h

Casa Rosa do Bonfim – Rua Botelhos, 90 (entrada pela Rua José Ildeu gramicelli)

23
jan

Como funciona o Bullet Journal

Quando o ano começa surgem novos planos, novas metas, novas expectativas. São mais oportunidades de escrever nossa história e alcançar outros patamares. E visando a prática dessa reunião de possibilidades, o planejamento tona-se fundamental!

Agendas, listas e anotações são fortes aliadas quando o assunto é organização, mas nem sempre é fácil agrupar o cronograma diário, lista de afazeres, calendário financeiro e os demais registros que fazemos afim de ter um dia a dia mais funcional.

Pensando em tudo isso, eis que surge um designer chamado Ryder Carrollque de tanto trabalhar com as mídias virtuais, se viu voltado para o papel e o feito a mão com o intuito de montar seu planejamento anual. Dessa forma ele criou o tão famoso Bullet Journal, que é uma espécie de caderno que reúne os mais variados aspectos da nossa rotina – tarefas, listas de compras, agenda, planos para viagens, etc – em um só lugar.

Esse formato é completamente personalizável e para começar a fazê-lo basta um caderno em branco, de preferência sem pauta, já que ali você poderá criar variados estilos de textos, desenhos e até colagens. A ideia é que todo o processo seja realizado pelo próprio dono do Bullet Journal, com adesivos, post its, canetas coloridas e washi tapes.

A funcionalidade do processo está na possibilidade de você poder direcionar a sua agenda de acordo com suas necessidades. Por exemplo, se seu foco é fazer exercícios físicos, você pode criar uma tabela de frequência na academia. Se precisa fazer compras no supermercado, pode criar um espaço para a lista de produtos, e por aí vai.

Além dessa mobilidade, o Bullet Joural apresenta uma possibilidade de legendas que tornam a manutenção do caderno ainda mais prática! O sistema chamado Rapid Logging nada mais é do que você estabelecer alguns sinais para as atividades já realizadas, pendentes e para compromissos mais importantes.

Por exemplo, use um asterisco para as atividades futuras, uma bolinha para as atividades mais urgentes e um check para as atividades já realizadas. Assim f ica mais fácil ainda visualizar suas metas e seu planejamento!

De acordo com o designer Ryder Carrol, o Bullet Journal tem como sua principal função acompanhar o passado, organizar o presente e planejar o futuro”. – e aí, bora testar esse novo método em 2018?