fbpx

Fresca? Não! Bem criada.

Tag: restaurantes

13
dez

Bonjour Mon Caviste

Que eu sou apaixonada pela França, não é novidade, e por vinhos também não.

Então foi assim que já me derreti pelo Mon Caviste, importadora de vinhos e há alguns meses, um bar/restaurante que abriu no bairro de Lourdes.

Eu já conhecia a loja, e sempre fui fã dos preços honestos colocados nos vinhos. Além de sempre conhecer um rótulo novo.

Foi numa quinta feira marota, que saindo da Drogaria Araújo da Praça Marília de Dirceu, fui caminhando em direção à luzinhas fofas na entrada de uma casa. Foi então que vi um novo estabelecimento tinha chegado à vizinhança, cheio de charme e de referências francesas, o Mon Caviste Bar à Vin havia chegado ao Lourdes!

Funcionando como loja durante o dia, a noite a cozinha se dedica a trazer o melhor da culinária da cidade luz pra nós mineiros.1De entrada pedimos um Terrine de Lapin (carne de coelho processada com ervas), uma trouxinha de queijo de cabra que deixou gostinho de quero mais, e uma tábua de frios. Os queijos estavam maravilhosos!

Sendo bem carnívora, meu coração quis pedir o Tornedor ao molho Roquefort como prato principal, porém não poderíamos deixar de provar algo tipicamente francês, como o Confit de Canard (pato) acompanhado de batatas sarladaise (elas são grelhadas na gordura do próprio pato e temperadas com alho e salsinha). 1-img_9622Particularmente acho o gosto do pato muito forte, mas achei o prato delicioso e suave.
2-img_9623Pedimos também uma Tartiflette (gratinado de queijo raclette, bacon e batatas) que estava divino.

Os vinhos têm um excelente custo benefício, e o garçons são preparados para esclarecer dúvidas de harmonização, etc.

Ah, e no cardápio cada prato tem  sugestões de vinhos que combinarão melhor com sua escolha.3Para fechar com chave de ouro, a sobremesa escolhida a la Amélie Poulain, foi o Crème Brûlée, muitíssimo bem feito.

Não vejo a hora de voltar com mais gente para provar um cordeiro que serve 4 a 5 pessoas.

Chama-se Cuisse de Agneau Confit, é um pernil de cordeiro confitado, com alho e molho de ervas finas, é servido com batatas rústicas. Hummmm, água na boca!

Conversei com 2, dos 3 proprietários que são: Felipe Lins, Patrick Bonnefond e Marie Bonnefond.3-img_9624

O Felipe e a Marie contaram  que vários workshops acontecem por lá, além da venda de pães artesanais, azeites aromatizados, geleias, ótima ideia pra presentear nesse final de ano né?! Fica a dica!

O Mon Caviste Bar à Vin fica na rua Curitiba, 2244.

Tel: (31) 3291-1447

Renata Martins cozinha, corta, costura, cola, monta, desmonta e inventa! Psicóloga, curiosa, falante e agora colunista.

16
nov

Mercearia 130 (boas razões pra você ir lá)

Sabe aquele lugar, que você olha e quer ir?!

Ele é fofo, movimentado, tem amigos fazendo happy hour, famílias celebrando, casais brindando!1-img_9611Quando você finalmente entra e senta lá, percebe que as comidinhas são deliciosas também!

Pois é, esse é o Mercearia 130 do bairro de Lourdes.2-img_9612Idealizado por 3 rapazes – Marco Lucchese (administrador), Franco Lucchese (chef de cozinha) e Rafael Campos (chef de cozinha), a M130 inaugurou primeiramente no bairro Serra em março de 2012 e a de Lourdes em janeiro de 2016.

“A idéia surgiu pois gostaríamos de comer bem em um bar” frase do Marco, que retrata bem a ideia do lugar, uns chamam de bar, outros restaurante, e é essa informalidade da casa (que é totalmente proposital) com ambiente simples, que consegue receber o cliente independente da intenção dele; seja uma reunião de negócios, encontro com a galera, jantarzinho romântico, o que for.3-img_9613

Dentre os petiscos, o picolé mineiro (torresmo de costela) é meu preferido, simplesmente crec crec tamanha crocância! Outros que gosto: as bruschettas, o ceviche e o steak tartare, esses dois últimos a cara do verão!
2-img_96153-img_9616Quanto aos pratos, tem opções pra todos os gostos: ancho, salmão, tilápia, galeto, filé mignon (todos acompanhados de uma guarnição que fica a critério do cliente, por exemplo: batatas ao murro, vegetais no vapor, farofa do dia, risoto, mandioca amarela cozida na manteiga de garrafa).

Tem também, de terça à sexta o prato executivo que custa R$26,00 e acompanha além da guarnição, uma entradinha que pode ser uma salada ou uma entrada do dia (achei bem honesto o precinho).

Esses pratos podem ser; Parmegiana, Picadinho de Filé Mignon, Tilápia empanada com risoto de limão siciliano dentre outros.1-img_96172-img_96183-img_9619Ahh, um detalhe que achei ápice das fofuras: eles têm uma horta, feita com matéria orgânica liberada da cozinha e que produz hortaliças utilizadas na decoração e composição de alguns pratos, petiscos e drinks. E essa horta é regada por um sistema de captação e armazenamento de água da chuva!

Fofo e sustentável, eu guento?1-img_9620Para matar a sede tem chopp, cervejas, vinho, drinks, sucos, refrigerantes. Na M130 da Serra, eles são Exclusivo Backer, servindo quase toda a linha de cervejas deles. Em Lourdes, além da Backer, tem chopp Stella e Heineken, cervejas ambev, femsa e Walls (ao todo servem 20 tipos de cerveja entre as “normais” e as artesanais).

Drinks, minha parte favorita: tem vários tipos de caipi (inclusive uma que leva o nome da casa: caipi 130 que vai uva, limão e rúcula-amo), aperol spritz(amo), jarra de clericot (amo)!

Carta de vinhos com mais de 40 rótulos e todos a preços amigos (amo também!!).

É muito amor né?!

Sucos todos feitos com a fruta, nada de polpa ou suco de lata.

Hummmmm2-img_9621Imagens: Débora Gabrich

Horário de funcionamento: terça à sexta de 11:30 às 15:00 e das 18:00 às 23:30hs, sábado das 12:00 às 23:30 e domingo das 12:00 às 17:00hs.

Partiu Mercearia 130?!!?

Rua Bernardo Guimarães 2267, Lourdes (perto do Diamond Mall)

Tel: 31 2555-3395

Renata Martins cozinha, corta, costura, cola, monta, desmonta e inventa! Psicóloga, curiosa, falante e agora colunista.

28
ago

Look da Anita – Especial Novos Projetos (NYC)

Oi gente! O look de hoje veio carregado de novidades (quem me segue nas redes sociais em geral, já está acompanhando isso de perto. Sou “anitabemcriada” em todas elas também!). Mas para quem ainda não viu, eu conto. Escolhi concretizar alguns dos meus mais  projetos nesta que é uma das cidades mais cosmopolitas do mundo: New York City!

Com um projeto que envolve pesquisa, estudos, especialização, entretenimento e autoconhecimento, desembarquei em Nova York na última semana, onde por uma temporada, quero colecionar inspirações, dicas e temas para transformar em conteúdo a ser trabalhado e propagado por aqui, canal do Youtube e redes sociais.

Durante este período vou fazer um curso de inglês, além de cursos de criação de conteúdo e conteúdo online para negócios da moda no FIT (Fashion Institute of Tecnology), famoso por atrair pessoas de todo mundo para estudos e aprimoramentos ligados ao mundo fashion.

Mas não para por aí. A ideia é explorar a cidade como uma verdadeira “nativa”, vivenciando a rotina dos que ali vivem, e com isso apreender toda a riqueza que paira naquela atmosfera tão rica em arte, cultura, design, moda, gastronomia, música, lazer, entre outros.

No mais é explorar um roteiro quase que obrigatório para quem deseja mergulhar neste universo: museus, galerias de arte, lojas, mercados, brechós, lojas de grifes e de departamento, outlets, escolas de moda, arte e design, restaurantes, além de muita sensibilidade e um olhar atento para com o comportamento das pessoas, nativas ou não.

Vamos embarcar nessa comigo?

Fotografia: Roberto Benatti
IMG-20160823-WA0010 IMG-20160823-WA0012 IMG-20160823-WA0013 IMG-20160823-WA0014 IMG-20160823-WA0016 IMG-20160823-WA0017Camiseta: Madri Camisetas; Calça jeans destroyed: Mariah Moda Estilo; sandália: Equipage; joias: Patrícia Dias.