fbpx

Fresca? Não! Bem criada.

Tag: trend

26
nov

O jeans certo para cada tipo de corpo!

Dentre todas as peças do vestuário, a calça jeans provavelmente é o item de maior presença no guarda roupa popular. Em seus diversos formatos, ela pode ser usada de maneira informal, no trabalho, numa festa e em tantos outros momentos do nosso dia a dia.

Porém, para muita gente encontrar a modelagem ideal para o seu tipo de corpo é um desafio e tanto! No mercado atual, encontramos um variedade gigantesca de calças jeans, mas nem sempre elas se adequam em nós!

Reconhecer o seu tipo físico e entender qual modelo de jeans melhor se encaixa para você, pode ser uma ferramente facilitadora nessa busca. Vamos falar sobre isso?

Calça jeans reta:

Essa é a modelagem mais democrática pois favorece todos os tipos de corpos! Excelente par quem quer afinar a silhueta, a calça reta neutraliza a proporção do quadril e quando usada com a bainha dobrada, pode também criar a ideia de uma canela mais afinada.

 

Calça jeans skinny:

A calça jeans skinny é considerada o modelo favorito entre as brasileiras. O motivo? Ele ajuda a realçar as curvas e cria uma silhueta mais orgânica. Mas existem alguns detalhes para se atentar: As mais baixinhas devem ficar de olho para que o tecido não se acumule na altura dos tornozelos, pois isso acaba achatando o visual.

Investir em modelos de cintura alta ou numa produção com salto alto dão um toque a mais na ideia de alongamento. Outra dica legal é buscar sempre compensação ao montar um lookbusque blusas com decote cigana ou mais volumosas e camisas oversized. 

 

Calça jeans boyfriend:

A calça boyfriend tem esse nome exatamente por ter aquela ideia de se usar a calça do namorado. Ela apresenta uma modelagem mais larguinha e é ideal para quem quer aumentar a silhueta ou equilibrar a dimensão do quadril.

Os modelos masculinos podem ser mais certeiros se a ideia é criar um visual mais despojado e descompromissado. Eles possuem fundilho mais baixo o que deixa o shape mais larguinho.


 

Calça jeans flare:

Com a boca ampla e cintura mais alta, a calça flare também é um dos modelos mais populares no Brasil. Favorável a todo tipo de corpo, ela cria uma silhueta alongada, disfarçando quadris mais largos. Todo esse efeito se dá por conta do peso visual feito a barra.

Essa modelagem vai super bem com blusas mais sequinhas, blazer e salto alto, ideal para o trabalho!

 

Calça jeans mom:

Esse estilo decorrente do guarda roupa das nossas mãe nos anos 80 e 90, voltou com tudo e dessa vez para ficar! Com modelagem mais reta e cintura bem alta, a mom jeans ajuda a alongar a silhueta através da cintura bem marcada.

Ela é ideal para ser usada com t shirts e blazer over sized. Um ótimo truque é colocar apenas a parte da frente da blusa para dentro da calça, assim cria-se uma continuidade para a imagem alongada!

 

 

 

18
jan

Conheça os tipos de acabamento dos batons da MAC!

Quem me acompanha por aqui e pelo Instagram sabe que não vivo sem um batom. Mesmo que em tons bem clarinhos, eu sempre gosto de ter um na bolsa em casos emergenciais.

E quando eu falo de batom não nego de forma alguma a minha preferência pelas opções da MAC. Além da cobertura impecável e da gama de cores, os batons da marca possuem uma variedade em acabamentos que deixam a maquiagem ainda mais perfeita!

Hoje conto para vocês sobre essas diversas formas de finalização e o efeito que cada uma possui na boca. Sabe aquela palavrinha que vem escrita em baixo do nome do batom? Então, é nela que você vai passar a prestar atenção a partir de agora!

1) Matte

Provavelmente o matte é o acabamento mais conhecido e também um dos mais queridinhos entre as aficionadas por maquiagem! Com efeito opaco e sem brilho algum, essa finalização é completamente fiel a cor na embalagem. Há quem não goste da sensação seca dessa opção, mas é essa “secura” que garante a maior duração nos lábios e a pigmentação perfeita.

 

2) Retro Matte

Essa opção é ainda mais seca e mais opaca. Porém de todas as coberturas é a que tem maior durabilidade e mais proximidade com o pigmento da embalagem. Por ser a opção que possui melhor fixação nos lábios, as vezes é um pouco difícil de aplicar e retocar, mas hidratar a boca anteriormente pode facilitar.

 

3) Satin

Para quem não curte coberturas tão secas e quer fixação, o Satin é a opção ideal! Mais cremoso que o Matte e com uma durabilidade boa, ele possui um leve toque acetinado, sem dar muito brilho na boca. Além disso é de fácil remoção e retoque e sua cor é bem fiel a embalagem.

 

4) Amplified Cream

Essa cobertura é bem semelhante ao Satin, porém possui uma maior cremosidade, ideal para quem possui rachaduras nos lábios ou procura um batom com boa hidratação.

 

5) Cremesheen

O cremesheen possui maior cremosidade do que os acabamentos anteriores, por isso sua cobertura fica entre 60 e 80%. Ou seja, essa é a opção que fica entre um efeito seco e um efeito gloss.

Por sua cobertura não ser 100% é preciso estar atenta pois a cor da embalagem nem sempre corresponde a tonalidade nos lábios. Quanto mais claro for o batom, mais chances de existir essa proximidade entre produto e rótulo.

 

6) Frost

O batom com acabamento frost é o tradicional cintilante. Muita gente torce o nariz para esse efeito, mas com um arzinho de anos 2000 voltando para as passarelas, essa modalidade ainda vai dar o que falar!
Sua pigmentação é bem fiel a embalagem e algumas cores podem chegar a ter o efeito perolado ou metalizado.

 

7) Lustre

Se você procura lábios com aparência natural e cor suave, o Lustre é o seu tipo de acabamento! Por ser semi-translúcido e com brilho molhado, essa opção é quase um gloss porém com menos viscosidade.
Na hora da compra é necessário atenção pois a cor apresentada na bala (embalagem) não condiz com a cor na boca, que é bem mais fraca!

 

8) Glaze

De todas as opções o glaze é a menos pigmentada e a que mais se aproxima de um brilho labial. Sua diferença é apresentar um efeito um pouco menos molhado. A cor da embalagem em nada se assemelha com o tom na boca, já que essa modalidade possui apenas reflexos de cores.

 

Meu amor pela MAC se reforça depois de apresentar essas dicas a vocês, pois a gama de cores e efeitos abrem completamente o leque de misturas e composições que podemos fazer na maquaigem.

E pra você, qual seu acabamento preferido dos batons da MAC?!

07
jan

Para que serve e como usar o shampoo a seco

O shampoo a seco é um produto existente há muito tempo no mercado, porém existem muitas dúvidas em torno dele: como usar, em quais ocasiões utilizar, quais os benefícios e por aí vai…

No post de hoje, resolvemos pesquisar a fundo sobre o tema e trazer informações importantes em torno desse produto tão inteligente e tão útil!

 

O que é?!
O shampoo a seco é uma espécie de spray que vem naquelas embalagens bem semelhantes aos fixadores de penteado e que quando aplicado na raiz dos cabelos, absorve a oleosidade e dá um pouco de volume.

A utilização desse produto é recomendada para aqueles dias em que estamos com o cabelo mais sujo, com pressa e não temos tempo de lavar no banho. Por isso ele literalmente faz uma lavagem a seco dos fios.

Quais ocasiões aplicar?
O shampoo a seco serve para os dias em que você tem um compromisso de última hora, para quem faz academia diariamente, mas não quer lavar o cabelo todos os dias, para quem quer prolongar o efeito de um alisamento ou um babyliss, para remover determinados odores como cigarro e frituras, para quem
tem a raiz oleosa, para quem colore os cabelos com tonalizantes de baixa fixação e para quem tem pouco volume.

Como usar?
Reparta o cabelo em algumas mechas e aplique o produto próximo a raiz, mas atenção: não aplique diretamente no couro cabeludo pois o pó pode entrar nos poros e dificultar o crescimento dos fios!

Para fazer a aplicação corretamente borrife o spray com mais ou menos vinte centímetros de distância do couro cabeludo e espere alguns minutos para que o fio absorva todo o produto.

Se aplicado dessa maneira, o shampoo criará uma camada branca na cabeça. Para que ela desapareça e o produto penetre ainda mais nos fios, escove.

 

Atenção!
Não é recomendada a utilização diária do shampoo a seco, por ser um produto em pó, ele pode obstruir os poros da cabeça, prejudicar o crescimento de fios, resseca-los e até causar inflamações. O correto é utilizar uma vez por semana!

Para quem tem cabelo muito fino, ao invés de dar volume, o produto pode acabar grudando os fios um nos outros. Ah e ele também reduz o brilho do cabelo, deixando os fios mais opacos!

Vale lembrar que a única maneira de realmente limpar o cabelo a fundo é com a lavagem tradicional, no banho!

19
dez

Guia completo sobre cintos

Que os acessórios dão um up nos looks do dia a dia, todo mundo sabe! Com alguns itens como brincos, colares ou lenços é possível dar uma cara nova ao visual inicialmente básico.

Dentre esses acessórios, os cintos são responsáveis por trazer um estilo a mais à produção e também marcar a cintura quando desejamos uma silhueta mais feminina.

E para conhecermos mais sobre esse item tão funcional e tão estiloso, hoje vamos falar sobre os modelos mais clássicos e dar dicas de como usá-los. Vem com a gente?

Cinto fino:
Esse modelo de cinto é uma ótima opção para se usar na cintura, marcando a silhueta sem criar volume. Muito utilizado com vestidos e saias, ele costuma favorecer mulheres que possuem corpos nos formatos de ampulheta e triângulo.

 

Cinto largo:
O cinto mais largo cria um visual bem moderno ao look, porém é preciso estar atenta ao seu uso. De maneira geral ele tende a aumentar a região do busto e criar volume excessivo, podendo não favorecer mulheres mais cheinhas.  O ideal é usá-lo com calças e shorts mais baixos.

 

Cinto tresse:
O cinto tresse é uma excelente opção nos dias em que usamos roupas mais lisas. Por ser literalmente trançado, ele acrescenta uma textura ao look e pode também funcionar como ponto de cor.

 

Cinto com fivela:
O cinto com fivela maior é o modelo mais clássico e propõe uma sofisticação ao look básico como jeans e camiseta. Nas últimas temporadas temos visto com frequência o cinto de fivela dupla, sucesso em lojas e street style. O ideal é que esse modelo seja utilizado na região do quadril e não na cintura.

 

Cinto de metal:
Conhecido como metal belt, esse modelo é relativamente recente, mas logo ganhou o gosto das fashionistas. Ele é escolha certa para dar mais elegância e sofisticação aos looks e ainda definir a silhueta.

 

Cinto alongado:
Esse modelo, inicialmente lançado pela marca Off White, vêm fazendo a cabeça das fashionistas nessa última temporada. Com a ponta em alongada e cores fortes, o cinto trás um toque bem moderno ao look e cheio de ousadia.

 

 

 

18
dez

Para inspirar: Navy style

O estilo Navy, ou marinheiro, fez sucesso no mundo da moda pela primeira vez lá na década de 20, quando a estilista Chanel, incorporou algumas das referências do universo náutico em suas coleções.

De lá pra cá, padronagens listradas, peças em azul marinho e vermelho, detalhes em acabamento dourado, símbolos como âncoras e correntes, plissados, alfaiataria e cintura alta passaram a compor um ideal de estilo clássico e elegante.

No post de hoje, buscamos algumas inspirações de como aproveitar essa referência estética no dia a dia, garantindo o charme da produção! Vamos lá?