Fresca? Não! Bem criada.

Tag: trend

23
maio

O que não pode faltar em um casamento real!

O casamento entre o Príncipe Harry e a ex-atriz Meghan Markle aconteceu no último domingo e abalou as estruturas da realeza e de todo o mundo!

Propondo um novo olhar para a monarquia britânica, a recém nomeada Duquesa de Sussex quebrou protocolos e levou a capela de São Jorge em Windsor muita representatividade e estilo.

A curiosidade que existe em torno da família real faz com que todos esses eventos de grande porte sejam televisionados e acompanhados em todo o globo, por isso hoje, trouxemos mais algumas curiosidades e itens indispensáveis que circundam não só as festas, mas principalmente os casamentos reais.

1 – Chapéus

Você já deve ter reparado que tanto no casamento do Príncipe William com a princesa Kate Midleton, quanto na cerimônia de união entre o Príncipe Harry e a duquesa Meghan Markle, todas as convidadas tinham o chapéu como adereço principal do look.

Engana-se quem pensa que os acessórios são apenas estilo. A tradição de usar o chapéu em eventos oficiais da realeza acontece há muitos anos e é adotada não só pela família britânica, mas por muitas outras monarquias na Europa.

Sendo assim, as cerimônias reais passaram a ser também um momento em que as mulheres desfilam os mais variados modelos de chapéus confeccionados por designers britânicos de alto luxo.

 

2 – Tons pastéis

O dress code do casamento real a princípio não prevê uma cartela de cor específica para que as convidadas se vistam, mas como as cerimônias costumam ser realizadas durante o dia, é natural que muitas mulheres optem por tons mais claros e leves.

Dessa forma, em todos os eventos como esse é possível notar a maioria usando cores pastéis. Inicialmente nada é obrigatório, mas diante da foto oficial do casamento de Harry e Meghan, fica difícil acreditar que tudo foi ao menos combinado. Rs

 

3 – Flores

A tradição iniciada pela Rainha Victoria diz que todo buquê carregado pela noiva em casamentos da realeza deve conter alguns ramos de Murta. Colhidas na Osbourne House, residência que pertenceu a rainha e seu marido Príncipe Albert, as flores tem origem do cultivo do buquê da Rainha Elizabeth e também da própria rainha Victoria.

Dando ainda mais vida a tradição, dessa vez o Príncipe Harry colheu algumas outras plantas direto do jardim do palácio Kensington e acrescentou ao arranjo a espécie preferida de sua mãe Diana, as Miosótis, ou em inglês forget-me-not.

 

4 – Carruagem

Assim como nos contos de fada, o casamento real também não dispensa o uso da carruagem. Como tradição, após a cerimônia dentro da capela, os noivos saem em uma espécie de procissão pela cidade cumprimentando os súditos que por ali acompanham o evento.

Como todo o trajeto é calculadamente planejado sempre existem duas opções de modelos de carruagem: uma tradicional e aberta, e outra com cobertura em caso de chuva. 

 

5- O beijo!

Para concretizar o felizes para sempre do conto de fadas e também do casamento real, é quase que imprescindível o beijo entre o príncipe e a princesa!

Muitas das pessoas que se reúnem no entorno da igreja e que também acompanham o evento pela tv, esperam o tão aguardado beijo que sela de vez a união dos noivos e é a cereja do bolo para todo o alvoroço em torno desse dia!

 

 

 

16
maio

Curiosidades sobre o casamento real

O casamento mais esperado do ano acontece agora, no próximo dia 19 de maio. Essa data é quando o Príncipe Harry, filho do Príncipe Charles e da Lady Diana, troca alianças com sua amada Meghan Markle.

Por se tratar de um membro da realeza britânica, toda a atenção da mídia está voltada para o grande evento a ser realizado no Castelo de Windsor, cidade vizinha a Londres. Lá, o casal concretizará a união sob a benção de mais de 600 convidados.

E como todos os assuntos que rondam a família real, esse casamento desperta a curiosidade de muita gente ao redor do mundo. Como estão os preparativos? Quais personalidades famosas serão convidadas? E o vestido da noiva? Qual estilista o assinará? 

Diante de tantas questões, decidimos trazer no post de hoje algumas curiosidades sobre essa união que vai parar o mundo no próximo sábado! Vamos lá?

Como falamos no começo desse texto, o casamento de Harry e Maghan acontecerá na Capela de São Jorge que fica dentro do Castelo de Windsor. Após a cerimônia os noivos sairão pelas ruas em uma espécie de procissão, que terminará no St. Geroge’s Hall, um salão de banquetes do castelo. Ao anoitecer, uma festa no palácio rural Frogmore House será oferecida para convidados mais íntimos do casal.

A família real britânica tem como religião o anglicanismo (rainha Elizabeth é chefe da Igreja), sendo assim, todos os membros precisam ser ativos dentro da doutrina. Por isso, em março desse ano, Markle foi batizada pelo Arcebispo de Canterbury, o reverendo Justin Welby.

O evento em si, desperta o olhar curioso de milhares de pessoas, dessa forma, a carimônia será televisionada em todo o mundo e o governo autorizou os pubs britânicos a fecharem mais tarde, para realizarem a transmissão.

Uma dúvida que ainda paira é se Meghan Markle usará a tiara real durante o casamento. Quando a Princesa Diana faleceu, ela deixou suas joias para que os filhos repassassem a suas esposas. Sendo assim, acredita-se que a noiva subirá ao altar usando as preciosidades. Quanto ao design de seu vestido, esse é um segredo de estado que só será revelado no dia.

Já as atrações que cantarão na festa, especula-se que Elton John e as Spice Girls subirão ao palco e envolverão os convidados com seus maiores hits! Dentre a lista VIP, nomes como o da tenista Serena Williams foram confirmados.

A cerimônia acontecerá no próximo sábado, dia 19, às 12h. Até lá, ficaremos imaginando como será o visual da noiva e ansiosas para ver os lindos fascinators e chapéus abrilhantando os  looks das convidadas, já que o uso desses itens trata-se de uma tradição britânica dentro de eventos oficiais da realeza.

 

 

10
maio

Vídeo: Como usar a CALÇA CLOCHARD

A calça clochard voltou com tudo nas últimas estações e é, sem sombra de dúvidas, um dos meus modelos preferidos de calça atualmente!

Com uma pegada mais confortável, a calça clochard, febre nos anos 80, transita entre looks mais formais e mais despojados também! Essa versatilidade tem popularizado o modelo que é também indicado para todo e qualquer tipo de corpo!

No vídeo de hoje eu trago aqui algumas dicas de como usar esse modelito e fazer bonito tanto em ocasiões mais sérias e também nas mais descontraídas!

Se você ainda não se inscreveu no Canal do Anita Bem Criada no Youtube, aproveite para se inscrever clicando aqui! Quem se inscreve recebe os vídeos primeiro (no e-mail e/ou celular) e assim, não perde nada do que vem por aí!

09
maio

MET Gala 2018 – Tudo sobre o baile!

Nessa segunda-feira, dia 7 de maio, aconteceu o evento mais importante do mundo da moda: o tão falado Baile do Metropolitan Museum of Art de Nova York, conhecido também como MET Gala!

Mas pra quem tá se perguntando que baile é esse e o por que da importância do evento, vamos voltar alguns anos e entender a história por trás da magnitude desse dia.

O Metropolitan Museum of Art é um dos museus mais visitados do mundo e possui mais de 150 anos de história. Dentre todo seu acervo, existe um departamento exclusivo para a moda, criado em 1936 e que hoje possui mais de 35 mil peças que contam a história do vestuário desde o século XVIII.

Ao contrário dos institutos semelhantes ao redor do mundo, o Costume Institute é um órgão independente e por isso se apoia em ações para angariar fundos. Daí vem a ideia brilhante de promover um baile para a alta sociedade, incentivando esses a fazerem doações para o museu, dando continuidade a curadoria e as pesquisas.

Exposição sobre a estilista Rei Kawakubo em 2017

No ano de 1973 a famosa editora de moda Diana Vreeland se tornou consultora especial no departamento e então assumiu o comando para criar estratégias a fim de arrecadar capital para o setor. Dessa forma, ela elevou o MET Ball e fez com que o evento se tornasse ponto certo para os grandes nomes da arte e da sociedade. Mas apenas nos anos 90, quando a editora-chefe da revista Vogue, Anna Wintour passou a integrar o conselho do instituto, é que a lista de convidados agregou nomes influentes de todas as áreas.

E hoje, há exatos vinte anos ocupando o cargo, ela ainda é quem cuida dos mínimos detalhes para que o evento seja sempre impecável. Desde a lista VIP, até quem vai sentar em qual mesa, passando pelos artistas que vão se apresentar e pela ordem em que cada celebridade passará pelo tapete vermelho, tudo é construído e aprovado pelo olhar da exigente editora.

A editora-chefe da revista Vogue, Anna Wintour e sua filha.

O baile do MET faz parte do imaginário popular há anos, pois é no evento em que vemos os looks mais conceituais, sempre celebrando moda como arte e cultura. E para elevar ainda mais a criatividade dos convidados e das marcas, existem temáticas que protagonizam a festa, que são anunciadas com muita antecedência para que todos consigam preparar as produções sempre muito elaboradas.

O tema de cada ano diz não só sobre o dress code do baile, mas é também o foco da exposição anual que o museu apresenta e que é aberta ao público dias depois da grande inauguração. Estilistas como Alexander McQueen, Rei Kawakubo e  Miuccia Prada já foram homenageados e temas sempre contemporâneos como tecnologia e a relação da China com a moda, foram abordados na curadoria.

No ano de 2018 a exposição foi intitulada como “Corpos Celestes – Moda e a imaginação católica”, na qual será celebrada a relação entre o vestuário e o catolicismo. Para abrilhantar ainda mais o acervo exposto, o Vaticano cedeu algumas de suas peças icônicas que ficarão em uma ala especial do museu. Junto desses trajes, criações de grandes estilistas e alguns dos looks usados pelas celebridades durante a festa também ficarão disponíveis para a contemplação do público.

Exposição Corpos Celestiais – Moda e a imaginação católica.

O baile desse ano, que contou com uma apresentação cheia de referências da rainha Madonna, foi considerado o maior desde a criação do evento. No tapete vermelho passaram looks marcantes como o da Rihanna de Maison Margiela, Lana Del Rey, Jared Letto e o estilista Alessandro Michele de Gucci, Francis Mc Dormand de Valentino, Sarah Jessica Parker de Dolce and Gabanna e a rapper Cardi B de Jeremy Scott. 

O grande motivo que faz o MET Ball ser o evento de moda mais prestigiado no mundo, é exatamente a liberdade em que os estilistas e artistas possuem para criar seus looks , questionar, discutir, protestar e despertar o interesse do público por temas tão pertinentes. Celebridades que acabam não se adequando muito a temática, como as modelos Gisele Bündchen e Kendall Jenner, acabam ofuscadas por personalidades como a atriz Lena Waithe que carregou consigo a bandeira do movimento LGBTQ e a cantora Katy Perry que vestiu asas angelicais enormes.

Madonna de Jean Paul Gaultier

Rihanna de Maison Margiela

Alessandro Michele, Lana Del Rey e Jared Leto de Gucci

Francis Mc Dormand de Valentino

Sarah Jessica Parker de Dolce&Gabanna

Cardi B de Jeremy Scott

Gisele Bundchen de Versace

Kendall Jenner de Virgil Abloh

Lena Waithe de Carolina Herrera

Katy Perry de Versace

Mas apesar de toda a produção realizada em proporções bíblicas, poucas foram as celebridades que fugiram do óbvio. No tapete vermelho vimos muito ouro, muitas referências medievais, muitas figuras angelicais e muitos elementos do catolicismo. Tudo isso resultou em uma visão claramente histórica, mas também antiquada do tema.

Numa noite em que celebramos tendências e temáticas contemporâneas, faltou quem falasse de religião sob uma ótica que não fosse a do poder. Afinal, o imaginário passa não só pelos grandes Papas e santos, mas também pelos oprimidos e pelo sincretismo religioso. O destaque da noite vai para a atriz Zendaya, que em um look cheio de referências e pesquisa, homenageou a figura a frente do tempo que foi a santa Joana D’arc.

Zendaya de Versace

Elisa Santiago é Designer de Moda, Stylist e uma eterna amante das ruas e das artes. Acredita na roupa como elemento de fala e empoderamento. É quem está por trás do @tens_razão.

 

04
maio

Petitas para a sua mãe!

Todo mundo que me acompanha por aí, sabe que tenho uma relação única com a minha mãe, que carinhosamente chamo de mamita! Mais do que cuidar de mim, ela é uma amiga e companheira para tooooda e qualquer hora!

Pensando em todo esse significado que o carinho materno tem para mim e também para muitas pessoas, hoje trago algumas dicas de como presentear e agradecer a essas mulheres que tanto fazem por nós! E claro, presentear sem esquecer do estilo de cada uma e principalmente do conforto!

Os sapatos Petitas inspiram exatamente isso: praticidade e atenção a saúde dos pés, sem deixar de lado a estética e as tendências de cada estação! O melhor de tudo? Tem para todos os gostos e idades! 

Para as mães modernas:

 

 

Para as mães clássicas:

Para as mães esportivas:

Para as mães descoladas: 

Para as mães que não abrem mão do conforto