Fresca? Não! Bem criada.

Tag: viajante

28
jun

Bate-volta de Capri a Roma

A ilha de Capri é um destino super desejado pelos turistas que procuram
badalação. Parece estar sempre em festa. Mas essa charmosa ilha italiana também pode ser visitada
em apenas um dia. Ou seja, ainda que você esteja hospedado em Roma, por exemplo, é possível dar
uma chegadinha na ilha. A viagem bate-volta de Roma a Capri é factível, mas saiba que você terá
poucas horas para aproveitar tudo que ela oferece!

Para chegar na ilha, o primeiro passo é pegar o trem de Roma para Nápoles. Não é
possível ir direto a partir de Roma, salvo se você tiver bala na agulha para chegar de helicóptero.
Conforme minha pesquisa hoje, o primeiro trem mais rápido que sai da estação Termini, com
destino à estação central de Nápoles, parte às 7:00. O tempo do trajeto é de uma hora e dez minutos.
A tarifa encontrada foi de 39,90 euros, mas varia conforme o dia, a duração da viagem (trens mais
rápidos são mais caros), a classe (primeira ou segunda classe), e a possibilidade de alterar a data de
viagem. Você pode conferir todas as informações, como bilhetes e horários, no site da Trenitalia.

Ao chegarmos na estação de Nápoles, fomos direto para saída, onde há um ponto
de táxi, e seguimos para o porto. Esse trajeto não leva mais do que quinze minutos, se o trânsito
estiver fluindo. Uma dica: atrás do assento do motorista há uma tabela com o valor da corrida para o
porto. Se você fala italiano é possível argumentar em casos de divergência entre o valor da tabela e
o cobrado. Caso contrário, fica complicado, né? Isso aconteceu com a gente. Ninguém falava
italiano, o motorista do táxi cobrou a mais, tentamos conversar em inglês, mas ele ignorou. Para
evitar confusão, cedemos e pagamos um valor maior do que o da tabela.

O transporte marítimo de Nápoles para Capri sai de dois portos. De Molo
Beverello saem os aliscafi (lanchas de alta velocidade que fazem o percurso em 50 minutos),
enquanto que de Calata Porta di Massa partem os barcos rápidos e balsas (mais lentos e econômicos
do que os aliscafi e podem levar 60 minutos, ao passo que os mais lentos, levam 90 minutos).

Os bilhetes podem ser comprados no momento do embarque. Horários e preços
mudam, por isso o ideal é conferir um dia antes de partir, sobretudo em caso de mal tempo, pois
quando o mar está muito agitado os aliscafi são cancelados e partem apenas balsas e barcos rápidos.

O desembarque em Capri é na Marina Grande. De lá saem passeios de barco para
a Gruta Azul e outros de volta à ilha.Nós optamos por pegar o funicular para chegar na parte alta da ilha, no centro da
cidade, onde fica a praça principal La Piazzeta, repleta de restaurantes, cafés e bares. Depois de dar
uma voltinha na praça, é legal passear pela Via Camerelle, uma ruazinha super charmosa repleta de
lojas luxuosas.Um dos lugares inesquecíveis de Capri é o mirante onde estão os Jardins de Augusto. De lá, você poderá admirar as famosas curvas sinuosas e sobrepostas da Via Krupp! A história sobre a construção dela é bem interessante! No início do século XX, o alemão Friedrich Alfred Krupp tinha como costume passar as férias em Capri. Krupp costumava atracar o seu iate em Marina Piccola, mas achava cansativo chegar até a sua suite no Grand Hotel Quisisana. Para resolver o problema, ele solicitou ao engenheiro Emilio Mayer a construção de uma rua de Marina Piccola até a área da Certosa di San Giacomo e dos Jardins de Augusto. Foi assim que o engenheiro fez um corte nas rochas e criou a Via Krupp, com suas curvas sobrepostas.Dos Jardins de Augusto, você também verá os famosos Faraglioni, cartão-postal  da ilha. O visual é de tirar o fôlego!!!Se você quiser fazer a viagem de bate-volta para Capri a partir de Roma, é  imprescindível chegar bem cedinho para conseguir aproveitar bem. Para economizar tempo, também é importante chegar na ilha com uma programação básica em mente, já sabendo o que você pretende ver e fazer. Para mais detalhes sobre os passeios recomendados e outras informações, dá uma olhadinha no site sobre a ilha de Capri.

Bianca Cobucci é Defensora Pública, Mestre em Políticas Públicas e coordenadora do Projeto Falando Direito; Autora do blog Teoria da Viagem. Escreve sobre os direitos do consumidor relacionados à viagem e turismo, bem como sobre os países e lugares que já que visitou.

28
jun

Bate-volta de Capri a Roma

A ilha de Capri é um destino super desejado pelos turistas que procuram badalação. Parece estar sempre em festa. Mas essa charmosa ilha italiana também pode ser visitada em apenas um dia. Ou seja, ainda que você esteja hospedado em Roma, por exemplo, é possível dar uma chegadinha na ilha. A viagem bate-volta de Roma a Capri é factível, mas saiba que você terá poucas horas para aproveitar tudo que ela oferece!

Para chegar na ilha, o primeiro passo é pegar o trem de Roma para Nápoles. Não é
possível ir direto a partir de Roma, salvo se você tiver bala na agulha para chegar de helicóptero.
Conforme minha pesquisa hoje, o primeiro trem mais rápido que sai da estação Termini, com
destino à estação central de Nápoles, parte às 7:00. O tempo do trajeto é de uma hora e dez minutos.
A tarifa encontrada foi de 39,90 euros, mas varia conforme o dia, a duração da viagem (trens mais
rápidos são mais caros), a classe (primeira ou segunda classe), e a possibilidade de alterar a data de
viagem. Você pode conferir todas as informações, como bilhetes e horários, no site da Trenitalia.

Ao chegarmos na estação de Nápoles, fomos direto para saída, onde há um ponto de táxi, e seguimos para o porto. Esse trajeto não leva mais do que quinze minutos, se o trânsito estiver fluindo. Uma dica: atrás do assento do motorista há uma tabela com o valor da corrida para o porto. Se você fala italiano é possível argumentar em casos de divergência entre o valor da tabela e o cobrado. Caso contrário, fica complicado, né? Isso aconteceu com a gente. Ninguém falava italiano, o motorista do táxi cobrou a mais, tentamos conversar em inglês, mas ele ignorou. Para evitar confusão, cedemos e pagamos um valor maior do que o da tabela.

O transporte marítimo de Nápoles para Capri sai de dois portos. De Molo Beverello saem os aliscafi (lanchas de alta velocidade que fazem o percurso em 50 minutos), enquanto que de Calata Porta di Massa partem os barcos rápidos e balsas (mais lentos e econômicos do que os aliscafi e podem levar 60 minutos, ao passo que os mais lentos, levam 90 minutos).

Os bilhetes podem ser comprados no momento do embarque. Horários e preços mudam, por isso o ideal é conferir um dia antes de partir, sobretudo em caso de mal tempo, pois quando o mar está muito agitado os aliscafi são cancelados e partem apenas balsas e barcos rápidos.

O desembarque em Capri é na Marina Grande. De lá saem passeios de barco para
a Gruta Azul e outros de volta à ilha.Nós optamos por pegar o funicular para chegar na parte alta da ilha, no centro da cidade, onde fica a praça principal La Piazzeta, repleta de restaurantes, cafés e bares. Depois de dar uma voltinha na praça, é legal passear pela Via Camerelle, uma ruazinha super charmosa repleta de lojas luxuosas.

Um dos lugares inesquecíveis de Capri é o mirante onde estão os Jardins de Augusto. De lá, você poderá admirar as famosas curvas sinuosas e sobrepostas da Via Krupp! A história sobre a construção dela é bem interessante! No início do século XX, o alemão Friedrich Alfred Krupp tinha como costume passar as férias em Capri. Krupp costumava atracar o seu iate em Marina Piccola, mas achava cansativo chegar até a sua suite no Grand Hotel Quisisana. Para resolver o problema, ele solicitou ao engenheiro Emilio Mayer a construção de uma rua de Marina Piccola até a área da Certosa di San Giacomo e dos Jardins de Augusto. Foi assim que o engenheiro fez um corte nas rochas e criou a Via Krupp, com suas curvas sobrepostas.Dos Jardins de Augusto, você também verá os famosos Faraglioni, cartão-postal  da ilha. O visual é de tirar o fôlego!!!

Se você quiser fazer a viagem de bate-volta para Capri a partir de Roma, é  imprescindível chegar bem cedinho para conseguir aproveitar bem. Para economizar tempo, também é importante chegar na ilha com uma programação básica em mente, já sabendo o que você pretende ver e fazer. Para mais detalhes sobre os passeios recomendados e outras informações, dá uma olhadinha no site sobre a ilha de Capri.

Bianca Cobucci é Defensora Pública, Mestre em Políticas Públicas e coordenadora do Projeto Falando Direito; Autora do blog Teoria da Viagem. Escreve sobre os direitos do consumidor relacionados à viagem e turismo, bem como sobre os países e lugares que já que visitou.

02
abr

Atraso e perda de voo de conexão por culpa da companhia aérea

Você sabe o que deve fazer quando o seu voo atrasa, por culpa da companhia aérea, fazendo com que você perca o voo seguinte? Para explicar quais são os seus direitos em casos assim, vou usar como exemplo minha experiência em um voo de volta para o Brasil.

Imagine a situação. Após uns dias de férias nos Estados Unidos, eu embarquei no voo de volta para o Brasil, com destino a Brasília, e uma escala em São Paulo.

Por conta da escala, eu precisava retirar as bagagens em São Paulo e depois despachá-las para Brasília no guichê da companhia aérea, como é de praxe.

O voo chegou em São Paulo às 5:40 da manhã, no horário previsto. Acontece que o embarque para Brasília era às 7:20. Apertado, né? Esse foi o problema!

Quem já foi a Miami, sabe muito bem em que condições a esteira de bagagens fica. Lotadaaaaa! São malas a perder de vista. Com tanta bagagem assim, demorei mais de uma hora para receber a minha!

Após pegar minha mala, por volta das 6:50 da manhã, saí correndo para embarcar no voo para Brasília. Mas acabei perdendo o voo porque o embarque havia encerrado.

Bastante chateada com a demora absurda da bagagem, questionei o motivo pelo qual a companhia aérea oferecia a compra conjunta de tais voos, se era sabido que, com a demora da entrega de malas provenientes do voo internacional (Miami!!!), não haveria tempo suficiente para embarcar no voo contratado para o destino final.

O atendente informou que o espaço de tempo entre os voos era suficiente para que os passageiros recolhessem suas bagagens no desembarque internacional e as despachassem no voo seguinte, sendo que em raras ocasiões, por demora na entrega das bagagens, alguns passageiros acabavam por perder os voos subsequentes.

O fato é que a companhia aérea realizou minha reacomodação no voo que partiria às 12:55.

Por conta da demora na entrega de bagagens, que caracteriza falha na prestação do serviço – fiquei esperando quase 6 horas no Aeroporto de Guarulhos, sem qualquer auxílio material por parte da companhia.

Pode isso? Claro que não!

A relação entre a companhia aérea, fornecedora de serviços, e os passageiros caracteriza-se como de consumo, motivo pela qual as normas que regem essa relação são as que estão previstas no Código de Defesa do Consumidor.

A demora injustificável na entrega das bagagens oriundas do voo internacional e a consequente perda do voo seguinte para o destino final, bem como a falta de assistência material da companhia aérea, especialmente no tocante à alimentação e ao oferecimento de local adequado para espera, que não foram prestados em qualquer momento, configuram falha na prestação do serviço e causam danos morais aos passageiros.

Como é sabido, voos em aeronaves acabam por causar desgaste físico aos passageiros, que quando optam por realizar viagens internacionais procuram voos com a menor duração, pois quanto menor a duração do percurso, menor o desgaste sofrido pelos passageiros.

Nesse sentido, é nítido que voos internacionais demandam maior desgaste físico para os passageiros que os contratam, sendo forçoso reconhecer que tais passageiros anseiam pela sua chegada ao destino final da forma mais rápida e menos cansativa ou, pelo menos, no horário contratado.

A transferência injustificável de voos causada pela companhia e a consequente espera por quase 6 (seis) horas, sem qualquer auxílio por parte da companhia aérea, não configuram mero dissabor ou constrangimento do dia-a-dia, mas agressão à saúde física (falta de alimentação) e moral (falta de assistência e falha injustificável na prestação do serviço), que, transcendendo à normalidade dos acontecimentos, ofende a dignidade dos passageiros.

Na época desses fatos, ajuizei uma ação de indenização por danos materiais e morais, com base no Código de Defesa do Consumidor e na Resolução 141/2010 da Agência Nacional da Aviação Civil (ANAC).

Em 14 de março, essa resolução foi revogada, mas os direitos dos consumidores, pelo menos nesse ponto, continuam os mesmos.

A Resolução nº 400/2016 da ANAC, que revogou as regras anteriores, previstas na Resolução 141/2010, atualmente dispõe sobre as obrigações das companhias aéreas, nos seguintes termos:

 

Do Atraso, Cancelamento, Interrupção do Serviço e Preterição

Art. 21. O transportador deverá oferecer as alternativas de reacomodação, reembolso e execução do serviço por outra modalidade de transporte, devendo a escolha ser do passageiro, nos seguintes casos:

I – atraso de voo por mais de quatro horas em relação ao horário originalmente contratado;

II – cancelamento de voo ou interrupção do serviço;

III – preterição de passageiro; e

IV – perda de voo subsequente pelo passageiro, nos voos com conexão, inclusive nos casos de troca de aeroportos, quando a causa da perda for do transportador.

Parágrafo único. As alternativas previstas no caput deste artigo deverão ser imediatamente oferecidas aos passageiros quando o transportador dispuser antecipadamente da informação de que o voo atrasará mais de 4 (quatro) horas em relação ao horário originalmente contratado.

 

Da Assistência Material

Art. 26. A assistência material ao passageiro deve ser oferecida nos seguintes casos:

I – atraso do voo;

II – cancelamento do voo;

III – interrupção de serviço; ou

IV – preterição de passageiro.

 

Art. 27. A assistência material consiste em satisfazer as necessidades do passageiro e deverá ser oferecida gratuitamente pelo transportador, conforme o tempo de espera, ainda que os passageiros estejam a bordo da aeronave com portas abertas, nos seguintes termos:

I – superior a 1 (uma) hora: facilidades de comunicação;

II – superior a 2 (duas) horas: alimentação, de acordo com o horário, por meio do fornecimento de refeição ou de voucher individual; e

III – superior a 4 (quatro) horas: serviço de hospedagem, em caso de pernoite, e traslado de ida e volta.

  • 1o O transportador poderá deixar de oferecer serviço de hospedagem para o passageiro que residir na localidade do aeroporto de origem, garantido o traslado de ida e volta.
  • 2o No caso de Passageiro com Necessidade de Assistência Especial – PNAE e de seus acompanhantes, nos termos da Resolução no 280, de 2013, a assistência prevista no inciso III do caput deste artigo deverá ser fornecida independentemente da exigência de pernoite, salvo se puder ser substituída por acomodação em local que atenda suas necessidades e com concordância do passageiro ou acompanhante.
  • 3o O transportador poderá deixar de oferecer assistência material quando o passageiro optar pela reacomodação em voo próprio do transportador a ser realizado em data e horário de conveniência do passageiro ou pelo reembolso integral da passagem aérea.

 

Sobre esses fatos, já caminhou a jurisprudência dos tribunais no sentido da reparação de passageiros que foram submetidos à longas esperas em aeroportos por culpa exclusiva de empresas aéreas:

 

JUIZADOS ESPECIAIS CÍVEIS. CONSUMIDOR. ATRASO DE VOO E PERDA DE CONEXÃO. FALHA NA PRESTAÇÃO DO SERVIÇO. DANOS MORAIS CONFIGURADOS. INDENIZAÇÃO CABÍVEL. VALOR RAZOÁVEL E PROPORCIONAL. RECURSO CONHECIDO E NÃO PROVIDO. SENTENÇA MANTIDA. 

  1. Se o atraso do vôo internacional ocasiona a perda da conexão para outro vôo, configura-se falha na prestação do serviço, devendo a companhia aérea compor os prejuízos experimentados pelo consumidor, diante da responsabilidade objetiva oriunda do fato do serviço, nos termos do artigo 14, CDC.  
  2. Na seara da fixação do valor da indenização devida, mister levar em consideração a gravidade do dano, além do porte econômico da lesante. Também não se pode deixar de lado a função pedagógica-reparadora do dano moral consubstanciada em impingir a ré uma sanção bastante a fim de que não retorne a praticar os mesmos atos.  
  3. In casu, mostra-se adequada e proporcional à extensão do dano a fixação da condenação em R$2.000,00 (dois mil reais). (Acórdão n.756037, 20130111145727ACJ, Relator: CARLOS ALBERTO MARTINS FILHO, 3ª Turma Recursal dos Juizados Especiais do Distrito Federal, Data de Julgamento: 28/01/2014, Publicado no DJE: 03/02/2014. Pág.: 1287)

 

Importante destacar que em nenhum momento causei a perda do embarque no voo subsequente. Pelo contrário, quem deu causa ao atraso no voo e à perda do voo subsequente foi a própria companhia aérea, ao estabelecer um período demasiado curto para recolher as bagagens.

Fiquei esperando minhas malas serem entregues na esteira por mais de uma hora, sendo certo que a falha na prestação do referido serviço por parte da companhia aérea, responsável por retirar as bagagens do avião e colocar na esteira, acabou ocasionando os transtornos mencionados.

Por isso, nesses casos a indenização por danos morais é devida pela companhia aérea. No que diz respeito ao arbitramento do valor, devem ser observados pelo juiz critérios de proporcionalidade e razoabilidade, levando-se em conta as condições econômicas das partes envolvidas, a natureza e a extensão do dano.

É certo que a compensação não pode ser tão grande a ponto de traduzir enriquecimento ilícito. Lado outro, não deve ser ínfima ao ponto de servir de justa causa para legitimar a falha na prestação do serviço, uma vez que, caso assim ocorra, pode ser mais vantajoso para a companhia aérea indenizar moralmente passageiros lesados do que lhes oferecer a assistência que o regulamento da ANAC prevê.

Deve-se levar em consideração, ainda, o caráter pedagógico e repressivo da indenização, a fim de que a companhia se organize de forma a prestar os serviços que oferece de forma integral, não submetendo futuros passageiros a mesma situação.

E você, já teve algum problema com a companhia aérea? Como foi resolvido? Conte a sua história, pois compartilhando informações sobre nossos direitos seremos cada vez mais respeitados no mercado de consumo!

Bianca Cobucci é Defensora Pública, Mestre em Políticas Públicas e coordenadora do Projeto Falando Direito; Autora do blog Teoria da Viagem. Escreve sobre os direitos do consumidor relacionados à viagem e turismo, bem como sobre os países e lugares que já que visitou.

07
dez

Dicas de presentes pra quem ama viajar

Com o Natal já batendo em nossa porta, amigo-oculto e celebrações em geral, é hora de começar a pensar nos presentes… E fala sério, presentear não é lá missão tão fácil assim.

Vira e mexe me pego sofrendo por achar que escolhi errado… Ou porque a pessoa já deve ter, ou porque não vai gostar…

Depois de muito matutar, descobri uma tática que sempre ajuda: pensar no que a pessoa realmente gosta de fazer e dar algo que remeta a isso.

Pensando assim, hoje separei pra vocês dicas beeem legais de presentes para pessoas que amam viajar!

 Vem comigo!

Porta-joias para viagem

1

Quer ver sa pessoa literalmente pular de alegria? Dê a ela de presente esse porta-joia para viagem da Vivara. É chique, útil e prático.

Feito de couro sintético, é ideal para viagens, sobretudo por conta desse formato em rolinho. Jeito fácil de deixar todos os colares, brincos, pulseiras e relógios, bem organizados.

Pode ser adquirido no próprio site por R$ 150,00.

Camisa repelente de insetos851-ballyhoo-cinza-3070Em época de tentativa de controle do mosquito Aedes Aegypti e das doenças a ele relacionadas, a dica de presente bem bacana para aqueles que gostam de praticar atividades ao ar livre, acampar, fazer trilhas, viajar para o mato ou para praia, ou mesmo para aqueles que sofrem com as temidas picadas, é uma roupa feita com Permetrin. 

O Permetrin é um inseticida sintético de amplo espectro derivado de uma substância química encontrada naturalmente nas flores do crisântemo.

No Brasil, é possível adquirir roupas e outros acessórios com essa tecnologia no site  da marca Ballyhoo. Lá tem opções como bonés, calças, e camisas, que variam de R$ 100 a R$ 264, aproximadamente. A camisa da foto, por exemplo, é R$153, 89.

Importante alertar que apenas a superfície da pele coberta com a roupa tratada com a permetrin está protegida contra mosquitos. Nas outras partes expostas do corpo devem ser usados repelentes para uma proteção completa.

Canivete Victorinox Swiss Flash com pen drive de 4GB

3

Quem nunca ouviu falar do clássico canivete suíço? A novidade é que agora ele está bem moderno e pode vir acompanhado de um pen drive removível!

Custa R$ 248,00, valor a ser acrescido de frete. Possível comprar pela internet no site da Victorinox, que faz entrega para todo Brasil.

Minipresso

Wacaco-Minipresso-Expresso-On-The-GoUm presente para deixar os alucinados por café e viagens delirando de felicidade! Imagina poder viajar levando sua própria máquina de café expresso?

O Minipresso, da empresa japonesa Wacaco, é leve, pequeno, e muito fácil de ser levado para qualquer lugar. Também parece ser muito fácil de usar. Basta desenroscar o compartimento superior e colocar o pó de café, depois colocar água quente na peça inferior, juntar os dois, e apertar o botão.

Além disso, é possível trocar o reservatório de água, o que permite o preparo de vários tipos de espresso, de ristretto a lungo.

O Minipresso está disponível em dois modelos, com pó de café ou em cápsulas. Não requer uso de energia elétrica e nem de bateria. O preço é o mesmo para ambos os modelos, U$$ 59,00 (cinquenta e nove dólares).

A boa notícia é que a Wacaco entrega no Brasil, apesar  do imposto de importação ser alto, é uma opção. O ideal mesmo é comprar no exterior.

Rastreador de bagagenstrakdotSe você ainda não passou pelo estresse de ter a bagagem extraviada, muito provavelmente deve conhecer alguém que já passou por isso.

Para evitar transtornos assim, vale investir no TrakDot, dispositivo que informa em tempo real a localização da bagagem, por meio de mensagens de texto e e-mail. Para isso basta que ele seja instalado dentro da mala.

O rastreador é automaticamente desligado quando o avião decola e ligado no momento do pouso, uma vez que a troca de dados é vedada na maioria dos voos.

Assim, se a sua bagagem for para outro destino, você pode localizá-la pelo site ou aplicativo e avisar a companhia aérea. É possível visualizar o histórico percorrido pela mala desde o ponto onde o dispositivo foi inserido até chegar no destino final.

Além disso, é pequeno, portanto, fácil de ser transportado. Ele utiliza pilhas AA. Custa R$ 289,00 e é vendido no site oficial da marca.

Atenção: no primeiro ano a anuidade é gratuita. Após esse período, cobra-se algo em torno de U$$ 12 (doze dólares) por uso.

Toalha de secagem ultra rápida

6Feita de microfibra, a toalha é capaz de sugar a água, por isso seca muito rapidamente. Leve, mesmo em tamanho grande, e ainda conta com proteção UV.

Muito útil para quem gosta de viajar e levar sua própria toalha, principalmente para os mochileiros! No Brasil, você encontra na Decathlon por R$ 29,99.

Óculos Zeal Z3 GPS

10238-665Wx261HQuem curte esquiar, fazer um snowboard, escalar montanhas, entre outros esportes de inverno, vai adorar ganhar  o óculos de proteção Zeal Z3 GPS.

Com ajuste de luminosidade que diminui cerca de 99% do brilho do sol, o visor tem captação de imagens em 3D! Assim é possível captar informações em tempo real sobre velocidade, altitude, temperatura e distância percorrida.

Porém, esse sonho de consumo só tem no exterior. A Zeal Optics é uma loja localizada no Colorado, Estados Unidos. A notícia boa é que esse óculos custa U$$399, mas está em promoção por U$$99! Imperdível, hein?

Drone Lily

Se você tem grana e não tem pressa, o mega top Drone Lily é uma excelente opção!! Com ele você pode filmar e bater fotos de ângulos incríveis!

Basta jogar o drone no ar para que ele comece a voar e a filmar ou fotografar a pessoa que está em movimento.

O Lily segue o usuário, que deve carregar um sensor no bolso, por até 20 minutos. Além disso, atinge a altitude máxima de 15 metros e pode acompanhar uma pessoa a uma velocidade de até 40km/h.

drone

Essa câmera voadora é leve, pesa 1,3 kg, tem 4 GB para armazenamento, espaço para acoplar memória externa, e ainda é à prova d’água.

A expectativa é de que comece a ser vendida em 2016, mas já tem pré-venda no site oficial da Lily. Com o frete, sai por U$$ 819,00, mas entregam apenas para cidades dos Estados Unidos.

Cowarobot R1cowarobot-r1-is-the-world-s-first-self-driving-motorized-smart-suitcase-via-indiegogo-cowarobot-r1_804091Cowarobot R1 é a mais recente novidade no âmbito das malas de nova geração e veio para provar que os avanços tecnológicos não param de surpreender.

Quem aí já imaginou ter uma mala capaz de te seguir autonomamente, de modo que você nunca mais precise empurrar mala pelo mundo afora? Esse parece ser o sonho de todo viajante, né?

Para ativar a chamada mala robótica, basta deixar as mãos livres que as rodinhas serão imediatamente ativadas. A mala começará a seguir cada movimento que você fizer, por meio do GPS. Com a ajuda de uma pulseira e um aplicativo de smartphone, a sua mala nunca estará a mais do que o comprimento de um braço de distância.

E não para por aí: Na parte da frente da mala há um compartimento de um clique  para acesso rápido a laptops e documentos. Além disso, a mala dispõe de entrada USB.

A Cowarobot R1 é feita de policarbonato, está disponível em quatro cores (azul, prata, preta e rosa) e custará U$$ 699,00. Por enquanto, está sendo vendida por um valor promocional de U$$ 429,00. A previsão é de que seja entregue em outubro.

Espero que tenham gostado das dicas!

Bianca Cobucci é Defensora Pública, Mestre em Políticas Públicas e coordenadora do Projeto Falando Direito; Autora do blog Teoria da Viagem. Escreve sobre os direitos do consumidor relacionados à viagem e turismo, bem como sobre os países e lugares que já que visitou.

11
nov

12 pontos turísticos imperdíveis de Washington DC

Nessa minha vinda para NYC passei três dias em Washington DC e decidi explorar ao máximo a cidade nesse pequeno período de tempo. Não dá pra perder a oportunidade, né?

Washington DC sempre me trouxe á cabeça aquela ideia bem americana, de fortes traços da política e cultura local. E não é para menos né, afinal é lá que grandes decisões que influenciam o mundo inteiro são tomadas, na famosa Casa Branca e no Capitólio.

Com os olhares do mundo todo voltados para a Casa Branca, devido aos últimos acontecimentos que abalaram a cena política (quem mais está tão chocada quanto eu?), achei um ótimo momento para relembrar e dividir com vocês minhas impressões sobre Washington DC.

Como capital dos EUA, Washington DC faz jus ao posto: é empolgante, sofisticada e cheia de monumentos históricos (e surpreendentes!). Mas ela foi além disso. Me surpreendi com o aconchego da cidade. Não sei. Inevitavelmente eu comparei um pouco com Brasília (que arquitetonicamente falando foi projetada para ser uma cidade mais “funcional”, e por consequência, acabou se tornando mais fria, mais prática).

Mas Washington é linda, aconchegante, arborizadíssima (amei loucamente isso), muito organizada e com pontos turísticos muito, mas muito legais a serem explorados. E sabem o melhor: 100% dos pontos visitados têm entrada gratuita. Quer mais democrático que isso?

Assim, pra ajudar um pouco quem está vindo por estas bandas, eu selecionei alguns pontos turísticos imperdíveis na cidade. Vamos ver?

Casa BrancaWhite-House genheration

Impossível não começar por ela! O símbolo dos EUA é imponente e o mais visitado ponto turístico de Washington. O que pouca gente sabe é que só uma parte dela tem vista para o público. As ” costas” da Casa é escondida para dar mais privacidade aos moradores.

Ao redor da Casa Branca já tem outros monumentos históricos interessantes, então, já é um bom ponto de partida!

Endereço: 1600 Pennsylvania Ave NW, Washington, DC 20500, Estados Unidos
Telefone: +1 202-456-1111
Horário de funcionamento: De Terça a Quinta das 07:30 às 11:30 e de Sexta e Sábado das 07:30 às 13:30. Valores: O tour é gratuito, mas é necessário agendamento até no máximo 21 dias antes.
Site: www.whitehouse.gov

National Mall ParkNational_Mall_-_walking_pathCom mais de 3 km a extensa área verde do National Mall Park, concentra ao seu redor os principais museus e monumentos da cidade, além de servir de rota para a programação turística, é em si um delicioso passeio ao ar livre!

Endereço: 900 Ohio Dr SW, Washington, DC 20024, Estados Unidos
Telefone: +1 202-426-6841
Horário de Funcionamento: Diariamente das 9:00 às 22:00.
Valores: Entrada gratuita.
Site: www.nps.gov/nama/index.htm

 Biblioteca do CongressoBiblioteca-do-Congresso-2

A Biblioteca do Congresso impressiona primeiramente pela sua arquitetura grandiosa, toda em mármore branco. Depois somos levados a uma dimensão surpreendente de livros e documentos raríssimos (a Declaração de Independência dos EUA está aqui!!) Para se ter uma ideia, são 32 milhões de livros catalogados, dando a ela o título de uma das  maiores bibliotecas do mundo.

Endereço: 101 Independence Ave SE, Washington, DC 20540, Estados Unidos
Telefone: +1 202-707-5000
Horário de Funcionamento: De segunda, quarta e quinta das 08:30 às 21:30. Terça, sexta e sábado das 08:30 às 17:00.
Valores: Entrada gratuita.
Site: www.loc.gov/

Supreme Court BuildingPanorama_of_United_States_Supreme_Court_Building_at_Dusk

A Suprema Corte dos Estados Unidos é de uma beleza fantástica. O imenso prédio tem uma fachada neoclássica impressionante e o seu interior, todo em mármore branco, tem um teto bastante elaborado, principalmente no primeiro andar, e lembra os tetos vistos nos grandiosos palácios da Europa.

A Suprema Corte dos Estados Unidos ficou famosa por ter sido palco de algumas das mais espetaculares disputas judiciais do país. Nela existe uma exibição permanente que conta a história do sistema judicial dos Estados Unidos e mostra como o prédio foi construído, além de falar sobre as estátuas do acervo e os detalhes simbólicos da construção.

Endereço: 1 First Street, NE Washington, DC 20543
Telefone: +1 202-479-3030
Horário de Funcionamento: De segunda a sexta das 09:00 às 16:30.
Valores: Entrada gratuita.
Site: www.supremecourt.gov/visiting/visiting.aspx

CapitólioUnited_States_Capitol_-_west_frontO grandioso prédio do Capitólio alcança uma altura de 88 metros e sua cúpula consegue ser ainda mais espetacular! O Capitólio fica localizado no topo da Colina do Capitólio e pode ser visto de várias partes de Washington. O prédio tem duas fachadas diferentes: a entrada principal fica voltada para a Biblioteca do Congresso e para o prédio da Suprema Corte e a outra fachada fica voltada para o National Mall e para o famoso memorial do presidente Abraham Lincoln. O Capitólio representa o poder político americano, possivelmente ainda mais que a Casa Branca, já que lá fica localizado o Congresso dos Estados Unidos.

Endereço: East Capitol St NE & First St SE, Washington, DC 20004, Estados Unidos
Telefone: +1 202-226-8000
Horário de Funcionamento: De segunda a sábado das 08:30 às 16:30.
Valores: Entrada gratuita. Reservas devem ser feitas antecipadamente.
Site: www.visitthecapitol.gov/

National Air and Space Museum1_205222O National Air and Space Museum possui uma coleção de exibições, shows, palestras e ítens trazidos do espaço. Além disso, é lá que fica a famosa cápsula da missão Apollo 11, que levou e trouxe os astronautas de volta da Lua. Dá até para ver o fundo de metal da nave, todo queimado pela entrada de volta na atmosfera. O museu é dividido em ambientes distintos dedicados à Terra, aos planetas do sistema solar e há uma exclusivamente às missões lunares. Além disso, existe uma outra ala dedicada à aviação, com exemplares de aviões antigos, que vão desde os primórdios da aviação americana até a era atual do jato. Passeio para agradar os maridos, não acham? Rs

Endereço: 600 Independence Ave SW, Washington, DC 20560, Estados Unidos
Telefone: +1 202-633-2214
Horário de Funcionamento: De segunda a domingo das 10:00 às 17:30.
Valores: Entrada gratuita.
Site: https://airandspace.si.edu/

National Natural History MuseumDinosaurHall1-1O National Natural History Museum possui em seu acervo centenas de fósseis dos mais variados animais pré-históricos, organizados de acordo com os diferentes períodos da evolução do planeta. Os itens mais impressionantes no acervo do museu são os enormes fósseis de animais marinhos e dos dinossauros, alguns deles em perfeito estado de conservação. Tudo muito organizado e rico em detalhes!

O prédio que abriga o museu já é um espetáculo á parte e deve ser observado tanto quanto as exposições, devido à sua bela arquitetura.

Endereço: 10th St. & Constitution Ave. NW, Washington, DC 20560, Estados Unidos
Telefone: +1 202-633-1000
Horário de Funcionamento: Diariamente das 10:00 às 17:30.
Valores: Entrada gratuita.
Site: www.mnh.si.edu/

Washington MonumentWashington_Monument_view_from_Lincoln_Memorial

Washington Monument é um dos mais reconhecidos marcos de Washington e continua sendo, até hoje, a mais alta estrutura de pedra maciça do mundo!

O monumento foi construído em homenagem ao primeiro presidente dos Estados Unidos, o General George Washington, e sua construção só foi terminada em 1885, depois de ter sido suspensa por alguns anos devido à falta de recursos e à Guerra Civil dos Estados Unidos. É possível até ver a diferença no tipo de pedras utilizadas no início da construção e na parte final, após o final da guerra.

Endereço: 2 15th St NW, Washington, DC 20007, Estados Unidos
Telefone: +1 202-426-6841
Horário de Funcionamento: Diariamente das 9:00 às 17:00.
Valores: Entrada gratuita.
Site: www.nps.gov/wamo/index.htm

Catedral Nacional de Washington14510025

A Catedral Nacional de Washington está entre as 5 maiores estruturas de Washington, e não é para menos, afinal a construção da catedral durou 83 anos!

Sua arquitetura neogótica impressiona pela beleza história. Não dá pra não ir!

Endereço: 3101 Wisconsin Ave NW, Washington, DC 20016, Estados Unidos.
Telefone: +1 202-537-6200
Horário de Funcionamento: Segunda a Sexta das 10:00 às 17:30, Sábado das 10:00 às 16:30 e Domingo das 08:00 às 16:00.
Valores: De Segunda a Sábado: Adultos: USD 10,00 / Crianças de 5 a 12 anos: USD 6,00 / Crianças até 4 anos: USD 6,00. Domingo: entrada gratuita.
Site: https://www.cathedral.org/

National Gallery of ArtNational_Gallery_of_Art_-_West_Building_facadeO National Gallery of Art  é gigante, belo e imponente. O prédio é composto por três alas diferentes e a principal tem uma escadaria enorme. Na coleção da galeria existem obras de artistas famosos de todo o mundo e as exibições são divididas por diferentes estilos e países, o que te faz entrar em sintonia com as obras de uma maneira sutil e eficaz.

Endereço: 6th & Constitution Ave NW, Washington, DC 20565, Estados Unidos
Telefone: +1 202-737-4215
Horário de Funcionamento: De segunda a sábado das 10:00 às 17:00. Domingo das 11:00 às 18:00.
Valores: Entrada gratuita.
Site: www.nga.gov/content/ngaweb.html

Memorial Abraham Lincolnlincoln-memorial-picture

Endereço: 2 Lincoln Memorial Cir NW, Washington, DC 20037, Estados Unidos
Telefone: +1 202-426-6841
Horário de Funcionamento: Diariamente das 9:30 às 23:00.
Valores: Entrada gratuita.
Site: http://www.nps.gov/linc/index.htm

Smithsonianhero_image_smithsonian_castle_in_spring

Ficou com vontade de conhecer? Me conte aqui nos comentários!