Muitas das minhas seguidoras e alunas do curso O Poder do Estilo tem a dúvida de qual o tipo de tecido mais adequado para fazer um blazer estruturado. Então, resolvi escrever um post falando sobre os tecidos mais recomendados para peças de alfaiataria em geral. Vamos?

Se tem um tipo de roupa que é elegante e atemporal, essa é a alfaiataria. A alfaiataria nasceu com o objetivo de criar produções mais sérias. Por isso, ela é composta por peças estruturadas e de corte reto. Atualmente, a alfaiataria se encaixa nos looks mais sofisticados, nos momentos mais casuais e nos mais diversos estilos.

O surgimento da alfaiataria

Você sabia que a profissão de alfaiate é uma das mais antigas da história? No século XVI e XVII os homens começaram a se preocupar cada vez mais com a própria apresentação. Isso ocorreu, pois a maneira como eles se vestiam demostrava sinal de riqueza e de status social.

Ter um alfaiate era considerado um luxo e poucos tinham essa condição na época, sendo um privilégio apenas das famílias ligadas à realeza. O alfaiate cuidava de todo o processo de produção das roupas, desde a escolha das ovelhas até à confecção da roupa diretamente no corpo do cliente.

Vestidos com saias armadas e anáguas eram a única coisa que mulheres podiam usar nessa época. Elas só começaram a usar peças de alfaiataria apenas após a Primeira Guerra Mundial. Esse foi o momento em que elas tiveram que entrar no mercado de trabalho para substituir os homens devido à guerra.

Tipos de tecido adequados para peças de alfaiataria

Quais são os tipos de tecido que são mais recomendados para confeccionar as peças de alfaiataria? Conheça eles abaixo.

  • Crepe de alfaiataria: é um tecido de caimento mais pesado, mais encorpado e de aparência fosca. É bastante confortável porque tem elastano em sua composição;
  • Jacquard: outro tecido de caimento pesado, encorpado e de espessura mais grossa. Ele garante uma peça estruturada e sofisticada;
  • Zibeline: é um tecido muito elegante, encorpado e com brilho acetinado. Também bastante indicado para a criação de peças estruturadas;
  • Oxford: é uma mistura de algodão e poliéster, por isso, é recomendado para criar peças com mais estrutura;
  • Linho: é uma fibra natural e, por isso, é mais leve e rústica. Mistura o conforto com a elegância;
  • Cambraia: é um tecido que possui um pouco de estrutura, mas que costuma ser mais leve por normalmente ser feito de algodão;
  • Lã fria: é um dos tecidos mais finos e tradicionais para a alfaiataria. Sua fibra é bastante delicada.
  • Gabardine: feito de poliéster, ele é um tecido bem resistente e estruturado. É comumente usado em uniformes.

Além disso, você pode usar esse post como um guia para mandar fazer uma roupa ou quando for comprar alguma peça. Entender de tecidos é extremamente importante para saber em que ocasiões uma peça é adequada e como cuidar das suas roupas!

Você tem o costume de usar peças de alfaiataria no seu dia a dia? Depois dê uma olhada no seu armário para descobrir quais desses tecidos está mais presente nas suas roupas!

Confira outros posts do blog clicando aqui.