Fresca? Não! Bem criada.

Beleza

12
fev

Volta às aulas no verão

Para muitas pessoas um novo ano letivo acaba de começar e com ele as indecisões e dificuldades de como montar um look para as aulas em pleno calor.

A dificuldade de se vestir para situações um pouco mais formais no verão, é que essa estação imprime em nós uma vontade de usar menos peças, tecidos mais leves, sapatos abertos e muitas vezes isso pode esbarrar numa ideia de desleixo.

Para passar longe disso, existem alguns truques e itens que você pode adotar e fazer bonito na volta às aulas desse ano, vamos conversar à respeito?

Looks:

O ambiente da faculdade transita entre o formal e o casual, por isso ainda existe uma maior liberdade na hora de decidir o que vestir. Mas obviamente que estar bem arrumada e com o look adequado pode melhorar o potencial da imagem que transmitimos e nos garantir novas e boas oportunidades.

Escolha calças em modelos como pantalona, pantacourt e social de tecidos mais leves e naturais. Nos pés que tal uma anabela ou uma flatform?

T shirts lisas e mais arrumadinhas, camisas e peças menos decotadas também podem facilitar na junção de formalidade e frescor.

Maquiagem:

Quando o assunto é maquiagem, ambientes como a faculdade seguem a mesma linha de pessoas que trabalham em locais de média formalidade. Uma pele bem feita, e tons claros e naturais de sombra e batom formam o visual ideal.

Em dias de mais informalidade como sextas-feiras, vale a pena se jogar nos batons um pouco mais pigmentados.

Cabelo:

Com o intuito de aliviar o calor dos dias mais quentes, penteados fáceis e rápidos podem ser funcionais e também complementarem todo o visual para a faculdade.

Invista em rabos mais arrumados, franja presa e até mesmo presilhas aparentes.

05
fev

O blush do verão!

A indústria da beleza têm ficado cada vez mais leve e colorida. Isso se deve à uma forte tendência em tornar o processo da maquiagem algo mais simples, divertido e que se aproxime mais do nosso jeito de ser.

Um dos primeiros produtos a entrar nessa onda e a ganhar versões mais pigmentadas foi o blush. Do rosa e do nude, surgiram tons de laranja que com uma pegada anos 80, conquistaram as mais apaixonadas por maquiagem!

O melhor dessa cor? Se adapta e vai bem com todos os tipos de pele, dá mais clara até a mais negra e é uma excelente opção para o verão!

18
jan

Conheça os tipos de acabamento dos batons da MAC!

Quem me acompanha por aqui e pelo Instagram sabe que não vivo sem um batom. Mesmo que em tons bem clarinhos, eu sempre gosto de ter um na bolsa em casos emergenciais.

E quando eu falo de batom não nego de forma alguma a minha preferência pelas opções da MAC. Além da cobertura impecável e da gama de cores, os batons da marca possuem uma variedade em acabamentos que deixam a maquiagem ainda mais perfeita!

Hoje conto para vocês sobre essas diversas formas de finalização e o efeito que cada uma possui na boca. Sabe aquela palavrinha que vem escrita em baixo do nome do batom? Então, é nela que você vai passar a prestar atenção a partir de agora!

1) Matte

Provavelmente o matte é o acabamento mais conhecido e também um dos mais queridinhos entre as aficionadas por maquiagem! Com efeito opaco e sem brilho algum, essa finalização é completamente fiel a cor na embalagem. Há quem não goste da sensação seca dessa opção, mas é essa “secura” que garante a maior duração nos lábios e a pigmentação perfeita.

 

2) Retro Matte

Essa opção é ainda mais seca e mais opaca. Porém de todas as coberturas é a que tem maior durabilidade e mais proximidade com o pigmento da embalagem. Por ser a opção que possui melhor fixação nos lábios, as vezes é um pouco difícil de aplicar e retocar, mas hidratar a boca anteriormente pode facilitar.

 

3) Satin

Para quem não curte coberturas tão secas e quer fixação, o Satin é a opção ideal! Mais cremoso que o Matte e com uma durabilidade boa, ele possui um leve toque acetinado, sem dar muito brilho na boca. Além disso é de fácil remoção e retoque e sua cor é bem fiel a embalagem.

 

4) Amplified Cream

Essa cobertura é bem semelhante ao Satin, porém possui uma maior cremosidade, ideal para quem possui rachaduras nos lábios ou procura um batom com boa hidratação.

 

5) Cremesheen

O cremesheen possui maior cremosidade do que os acabamentos anteriores, por isso sua cobertura fica entre 60 e 80%. Ou seja, essa é a opção que fica entre um efeito seco e um efeito gloss.

Por sua cobertura não ser 100% é preciso estar atenta pois a cor da embalagem nem sempre corresponde a tonalidade nos lábios. Quanto mais claro for o batom, mais chances de existir essa proximidade entre produto e rótulo.

 

6) Frost

O batom com acabamento frost é o tradicional cintilante. Muita gente torce o nariz para esse efeito, mas com um arzinho de anos 2000 voltando para as passarelas, essa modalidade ainda vai dar o que falar!
Sua pigmentação é bem fiel a embalagem e algumas cores podem chegar a ter o efeito perolado ou metalizado.

 

7) Lustre

Se você procura lábios com aparência natural e cor suave, o Lustre é o seu tipo de acabamento! Por ser semi-translúcido e com brilho molhado, essa opção é quase um gloss porém com menos viscosidade.
Na hora da compra é necessário atenção pois a cor apresentada na bala (embalagem) não condiz com a cor na boca, que é bem mais fraca!

 

8) Glaze

De todas as opções o glaze é a menos pigmentada e a que mais se aproxima de um brilho labial. Sua diferença é apresentar um efeito um pouco menos molhado. A cor da embalagem em nada se assemelha com o tom na boca, já que essa modalidade possui apenas reflexos de cores.

 

Meu amor pela MAC se reforça depois de apresentar essas dicas a vocês, pois a gama de cores e efeitos abrem completamente o leque de misturas e composições que podemos fazer na maquaigem.

E pra você, qual seu acabamento preferido dos batons da MAC?!

07
jan

Para que serve e como usar o shampoo a seco

O shampoo a seco é um produto existente há muito tempo no mercado, porém existem muitas dúvidas em torno dele: como usar, em quais ocasiões utilizar, quais os benefícios e por aí vai…

No post de hoje, resolvemos pesquisar a fundo sobre o tema e trazer informações importantes em torno desse produto tão inteligente e tão útil!

 

O que é?!
O shampoo a seco é uma espécie de spray que vem naquelas embalagens bem semelhantes aos fixadores de penteado e que quando aplicado na raiz dos cabelos, absorve a oleosidade e dá um pouco de volume.

A utilização desse produto é recomendada para aqueles dias em que estamos com o cabelo mais sujo, com pressa e não temos tempo de lavar no banho. Por isso ele literalmente faz uma lavagem a seco dos fios.

Quais ocasiões aplicar?
O shampoo a seco serve para os dias em que você tem um compromisso de última hora, para quem faz academia diariamente, mas não quer lavar o cabelo todos os dias, para quem quer prolongar o efeito de um alisamento ou um babyliss, para remover determinados odores como cigarro e frituras, para quem
tem a raiz oleosa, para quem colore os cabelos com tonalizantes de baixa fixação e para quem tem pouco volume.

Como usar?
Reparta o cabelo em algumas mechas e aplique o produto próximo a raiz, mas atenção: não aplique diretamente no couro cabeludo pois o pó pode entrar nos poros e dificultar o crescimento dos fios!

Para fazer a aplicação corretamente borrife o spray com mais ou menos vinte centímetros de distância do couro cabeludo e espere alguns minutos para que o fio absorva todo o produto.

Se aplicado dessa maneira, o shampoo criará uma camada branca na cabeça. Para que ela desapareça e o produto penetre ainda mais nos fios, escove.

 

Atenção!
Não é recomendada a utilização diária do shampoo a seco, por ser um produto em pó, ele pode obstruir os poros da cabeça, prejudicar o crescimento de fios, resseca-los e até causar inflamações. O correto é utilizar uma vez por semana!

Para quem tem cabelo muito fino, ao invés de dar volume, o produto pode acabar grudando os fios um nos outros. Ah e ele também reduz o brilho do cabelo, deixando os fios mais opacos!

Vale lembrar que a única maneira de realmente limpar o cabelo a fundo é com a lavagem tradicional, no banho!

17
set

Como domar o cabelo em dias de chuva

Quando o tempo anuncia que vai fechar não tem jeito, os nossos fios já começam a sentir a mudança e logo o frizz aparece. Em algumas ocasiões, inevitavelmente acabamos por tomar chuva e aí que a situação piora.

Como secar o cabelo fora de casa? Tem como evitar o frizz? Qual produto pode ajudar nesses dias nublados?

Essas são algumas perguntas que toda mulher já se fez diante de um período chuvoso. E já tendo em mente a previsão do tempo para o verão, no post de hoje trouxemos algumas dicas para domar o cabelo em dias de chuva!

1) Anti frizz

Viu que o tempo fechou e que vai chover? Já saia de casa prevenida: lave os cabelos com shampoo e condicionador anti frizz e evite que o os fios se arrepiem demais durante o dia!

2) Xô toalha!

Essa dica serve principalmente para dias chuvosos, mas pode ser adotada também nas lavagens diárias. Secar o cabelo com uma toalha normal, acaba abrindo muito as cutículas dos fios durante o atrito e proporciona mais frizz.

Para evitar esse efeito, troque a toalha por uma camiseta antiga de algodão ou toalha de papel, esses dois ajudam a estabilizar os fios rebeldes que ficam mais tempo no seu devido lugar.

E se a ideia é proteger o cabelo de forma mais eficiente ainda, depois de secar com papel ou camiseta, use o sacador!

3) Cutículas seladas

Se você não quer ter nenhuma preocupação relacionada ao frizz nos períodos chuvosos basta colocar na sua rotina o seguinte ritual: lavar o cabelo com shampoo e condicionador antifrizz, secar com toalha de papel ou camiseta de algodão, secar com secador e por fim, utilizar um óleo selador de cutículas.

Essa receitinha é infalível no combate aos fios rebeldes e garante muito mais tempo de duração. Assim, você não precisa passar o dia preocupada com o visual. Ah, uma outra dica importante; evite passar a mão no cabelo nessas épocas, nossas mãos podem conduzir uma eletricidade mínima que ativa o frizz.

4) Seque o cabelo o mais rápido possível

Tem dias que inevitavelmente esquecemos o guarda chuva em casa e nos molhamos. Após esses momentos, seque os fios o mais rápido possível, assim evita-se a formação do frizz.

Uma dica de amiga? Ande com toalha de papel na bolsa ou vá em um banheiro que tenha, esse é o melhor meio de secar os fios sem danificá-los!

5) Rabo de cavalo

Por fim, se a preguiça bater ou a rotina não permitir todos esses cuidados que falamos acima, vá de rabo de cavalo! Esse penteado além de disfarçar o frizz, protege grande parte dos fios de fatores externos como vento e água!