Fresca? Não! Bem criada.

Diversos

24
mar

A nova churrasqueira da Casa das Árvores!

Eu já contei por aqui tudo sobre como foi a nossa mudança para a Casa das Árvores. E hoje chegou o dia de contar sobre uma adição super especial no nosso lar: a churrasqueira da área gourmet!

Para quem não sabe, o Luciano (também muito conhecido por aqui como Moreco) é o churrasqueiro oficial da nossa família, com direito até a avental especial dado pela Mamita. Então escolher a churrasqueira da nossa casa não era uma tarefa simples, porque já sabíamos que ela seria uma das estrelas do nosso lar.

Foi aí que conhecemos a Scheer, uma empresa do sul do Brasil que é especializada em levar cultura do churrasco para o mundo todo! O Morequinho teve a tarefa de escolher a melhor opção para a Casa das Árvores e ele fez isso com muito cuidado e carinho, escolhendo a dedo a churrasqueira do sonhos dele: a TRE 900 da Scheer.

Ela é uma churrasqueira é um modelo três em um super especial que conta com 2 motores independentes, que permitem ao assador controlar a velocidade do sistema rotativo de espetos e também a altura da grelha, tudo de forma simples e automatizada, garantindo uma variedade de opções de assados.

Além disso ela tem:

  • Espetos rotativos que ajudam a fazer um cozimento equilibrado e homogêneo das carnes;
  • Um tambor giratório ideal para preparar outros alimentos, como batatas, milho, cebola e outros legumes e vegetais;
  • Braseiro central que dá a opção de fazer o churrasco com lenha, além do tradicional carvão;
  • Parrila com acionamento automático e equipada com uma grelha em V, perfeita para escorrer o excesso de gordura das carnes.

O sonho de todos os churrasqueiros por aí, não é mesmo?

Mas porque a gente escolheu esse modelo?

Além da altíssima qualidade e experiência da Scheer, escolhemos esse o modelo por ele oferecer uma experiência de churrasco completa. Devido a todos os apetrechos oferecidos pela TRE 900 podemos fazer uma autêntica parrila argentina, um steak americano, um churrasco gaúcho e também cozinhar peixes e vegetais com excelência.

Quem quiser conhecer mais sobre a empresa, pode acessar o site clicando aqui!

20
dez

Tons de verde são a tendência favorita das fashionistas!

Você sabe quais cores estão fazendo sucesso no mundo da moda? Os tons de verde! Talvez essa não seja a cor favorita de todo mundo, mas não dá pra negar que o verde já está bombando em 2021 e continuará sendo tendência em 2022.

Um dos motivos para isso estar acontecendo é porque a cor remete à natureza e também transmite a sensação de tranquilidade e equilíbrio, sentimentos que estão sendo bastante necessários nesse momento difícil que estamos passando, não é mesmo?

Outro acontecimento que mostra como o verde é a cor de sucesso atual é a “viralização” da grife Bottega Veneta. A marca que costuma ser bem low profile e minimalista, virou sensação entre os fashionistas e seu tom de verde super vivo e irreverente, foi junto. Assim, ele se tornou uma das cores tendência do próximo ano!

A ideia é você usar os tons de verde que você mais gostar, mas é possível notar que algumas tonalidades estão se destacando mais do que outras, como: o verde abacate, o verde militar, o verde bandeira e o verde menta.

Para incluir a cor no seu dia a dia, você pode apostar no ponto de cor nos acessórios, na peça statement ou no look monocromático. O verde é uma cor bastante versátil, então pode ir das produções mais casuais até o look de trabalho, principalmente se em cores mais suaves, como o musgo e o menta.

Você tem alguma peça verde no seu armário? Confira mais algumas inspirações looks com a cor!

Confira mais posts do blog clicando aqui.

10
dez

Já ouviu falar do Art Basel em Miami?

Durante a pandemia muitos eventos foram cancelados para evitar aglomerações. Um deles foi o Art Basel, uma feira de arte que ocorre em Miami e conta com diversas galerias e artistas. Mas, agora que mais pessoas estão vacinadas, foi possível trazer o evento de volta (com todos os cuidados de segurança, claro).

Nessa edição, a feira conta com um espaço de arte latino-americana com pinturas, instalações, esculturas, vídeos, fotografias e artes digitais. Algumas galerias brasileiras que estão participando do evento e levaram amostras dos seus catálogos nacionais são a A Gentil Carioca, Bergamin & Gomide, Galeria Luciana Brito, Fortes D’Aloia & Gabriel, Mendes Wood DM, Nara Roesler, Simões de Assis e Central Galeria.

Além de galerias e artistas, a mostra recebe colecionadores, influencers e celebridades. O espaço cheio de obras de arte coloridas também se torna um cenário para looks do dia criativos e fora do comum de fashionistas do mundo todo. Durante a semana de arte de Miami acontecem exposições de galerias internas, instalações de arte externas, eventos de moda e até festas privadas super exclusivas. Ou seja, é um evento efervescente e cheio de inspiração para todo tipo de público, não é mesmo?

Você já sabia da existência do Art Basel? Me conta nos comentários!

17
set

O que é o Glamping e porque está fazendo sucesso?

O Glamping tem se tornado uma febre mundial, mas do que esse fenômeno trata? É o que vou falar no post de hoje!

Talvez você já tenha ouvido falar desse termo, ele se trata de uma junção das palavras “glamour” e “camping”, ou seja, seria uma forma mais glamorosa de conviver com a natureza em uma viagem. Muitas pessoas tem procurado uma forma de viajar de maneira segura durante o momento de pandemia e o glamping se tornou uma ótima alternativa para aquelas pessoas que querem se desligar da rotina pesada da cidade.

A ideia é oferecer a oportunidade de conexão com a natureza, mas sem os “perrengues” de uma experiência de acampamento normal. As hospedagens que oferecem glamping passam uma atmosfera rústica, mas sem abrir mão do conforto que um hotel costuma proporcionar aos seus hóspedes.

Como funciona o glamping?

No glamping você é comum se hospedar em tendas, mas elas não são nada parecidas com as barracas do acampamento tradicional. Muitas delas são bastante sofisticadas, contando com climatização e a possibilidade de tomar uma ducha quentinha e, às vezes, até um banho relaxante em uma hidromassagem ou um ofurô.

Mas o luxo não impede o contato com a natureza. Durante todo o período da hospedagem as pessoas acabam convivendo de forma respeitosa com a flora e a fauna do local. Imagina acordar e ir dormir com o som tranquilo da natureza?

Além disso, os locais costumam oferecer diversos tipos de passeio de ecoturismo para que os hóspedes tenham a oportunidade de conhecer as paisagens e também a culinária da região.

Locais para acampar com luxo no Brasil

  1. Ka Bru Brasil – Itacaré (BA)
  2. Glamping SPAço Livre – Rio de Janeiro (RJ)
  3. Mangarito – Parque Estadual Turístico do Alto Ribeira (SP)
  4. Rancho do Peixe – Jericoacoara (CE)
  5. Korubu Safari Camping – Jalapão (TO)
  6. Parador Casa da Montanha – Cambará do Sul (RS)
  7. Anavilhanas Jungle Lodge – Novo Airão (AM)
  8. Glamping & Camping Terras Mágicas – Carvalhos (MG)
  9. Eco Glamping Caraíva – Caraíva (BA)
  10. Cachoeira dos Borges – Mampituba (RS)

Você já conhecia a prática do Glamping?

Leia mais posts do blog clicando aqui.

15
set

Millenials x Geração Z? Entenda mais sobre cada uma das gerações

Há algumas semanas atrás, aconteceu uma discussão entre gerações. De um lado os millenials, do outro a Geração Z, os dois na disputa de quem era mais brega, ou, no vocabulário dos mais novos, “cringe”. A briga envolveu café, a série friends, tipos de calça, gostos musicais e muita gente confusa sem saber de qual geração faz parte. Mas toda essa confusão levantou uma dúvida: como é feita a definição de gerações?

Você também não sabe? Então vamos juntas entender melhor isso!

As gerações do pós-guerra

Porque as pessoas são divididas em gerações? As gerações foram nomeadas para conhecer melhor o comportamento dos indivíduos. Os cortes entre as gerações são uma forma de entendermos como experiências formativas (mudanças tecnológicas, eventos globais etc) influenciam e moldam a visão das pessoas ao longo da vida.

Baby boomers

Essa nomeação começou após a Segunda Guerra Mundial, com os Baby Boomers. Esse nome foi dado para a geração de pessoas que nasceu entre 1945 e 1964 e faz referência à alta de nascimentos que ocorreu nessa época. Ou seja, eles são os indivíduos que reconstruíram o mundo após o momento de guerra. Eles se importam bastante com o trabalho e a estabilidade. Por isso, valorizam a compra da casa própria, casamento e defendem bastante a ideia de trabalhar por toda a vida em uma única empresa.

via GIPHY

Geração X

Após os boomers, veio a Geração X. O termo foi cunhado pelo fotógrafo Robert Capa em um de seus ensaios em 1950. Ela é composta por quem nasceu dos anos 60 ao início dos anos 80 (até no máximo 1982). São pessoas que passaram por eventos marcantes, como o surgimento dos primeiros computadores, o movimento hippie e que cresceram sob governos muito rígidos, como a ditadura militar no Brasil. São um grupo de indivíduos jovens, sem idade aparente e que enfrentaram um futuro hostil e sem definição.

via GIPHY

Millenials

Logo depois chegaram os millenials, também conhecidos por Geração Y. Eles têm esse nome pois se tornaram adultos na virada do milênio, ou seja, nasceram entre o começo dos anos 80 até meados da década de 90. São a geração “mais conhecida”. Isso aconteceu tanto por eles representarem o período em que essas divisões entre gerações se tornaram mais populares, quanto por serem o grupo geracional mais diferente entre seus predecessores. Essa é uma geração considerada preguiçosa e egoísta, mas, ao mesmo tempo criativa, preocupada com causas sociais e disposta a quebrar padrões.

via GIPHY

Geração Z

A penúltima geração é a Z. Nascidos entre 1997 e 2010, eles são os indivíduos mais jovens do mercado de trabalho. São considerados os primeiros nativos digitais por terem crescido em meio a internet. Eles têm maior naturalidade com plataformas virtuais e redes sociais para se comunicarem e se expressarem. Entre suas preocupações estão: serem engajados, disruptivos e mudar o mundo.

via GIPHY

Geração Alpha

A geração Alpha é a mais mais atual. Ela engloba os nascidos a partir de 2010. Apesar de serem muito novos para entrar no mercado de trabalho, já é possível delinear em parte o comportamento desses indivíduos. Eles já estão conectados desde os primeiros meses de vida, por isso não sentem a separação entre o mundo digital e a vida real. A geração Alpha já se acostumou a ser bombardeada por estímulos interativos, visuais e sonoros a todo momento e está sempre conectada à uma tela. Eles valorizam as experiências, são questionadores, versáteis e adoram interagir.

via GIPHY

Baby Boomers, Geração X, Y, Z e Alpha… Os nomes são muitos, mas são apenas isso: classificações para que possamos entender melhor o nosso comportamento como sociedade. Está tudo bem se você se identifica com mais de uma geração, principalmente se você está em um período muito próximo da transição entre elas.

De qual geração você faz parte? Conte para mim nos comentários! Leia mais posts do blog clicando aqui.