Fresca? Não! Bem criada.

Diversos

01
jan

Presença de Anita/Look do dia

E como não podia faltar, aqui vai o look usado para conhecer o Villa Roberti, este findi em BH city. Adoro a combinação de cores claras, como neste caso. Sei lá, parece que em casos de brancura como a minha pode ser uma boa saída para a gente parecer mais moreninha..rs. E para evitar que tudo ficasse muito apagadinho, o bom e velho batonzão vermelho para alegrar a produção. E fui assim.. Malha: não lembro onde comprei; Short de linho: Juliana Jabour para Riachuelo; Carteira de palha: Riachuelo; Colar: Isadora (Buenos Aires); Cinto: Pry, Sapato: Schutz; Relógio: Fendi; Batom: Russian Red, MAC

01
jan

Presença de Anita/Look do dia

Oizinho! Como vocês pediram (e a Mícola autorizou!!), aqui vai a produção usada no casamento de sábado. Fui madrinha e, mesmo que não tenha sido uma exigência explícita da noiva, preferi mesmo ir de longo. O vestido usado eu peguei emprestado da Fê Ballet, minha miga do coração. Esse mesmo vestido ela usou no meu casamento, como minha madrinha (fadinha!) e, desde então, sou A-PAI-XO-NA-DA com ele. Surgiu então a oportunidade de usá-lo e, como já esperado, fez o maior sucesso. Seguem então os registros. As fotos não ficaram das melhores, já que saímos correeeeeeendo porque precisávamos chegar mais cedo na Igreja, mas dá pra vocês verem um pouco da belezura da roupa. Só não reparem o fundo (horroroso!)

As fotos abaixo foram tiradas do instagram (@anitabemcriada), por isso a baixa qualidade. Mas dá para ver um pouquinho mais o vestido.

Finalmente a bolsinha/clutch usada no dia. Ela não é novidade para vocês, já apareceu aqui, mas para quem ainda não sabe, ela é meu verdadeiro xodó, pois pertenceu à minha vózinha LINDA! Deliro!

Vestido: Vivian Cavalcanti; sandália: Equipage; bolsa/clutch: acervo pessoal; batom: Rubi WooMAC

 

01
jan

Testado e aprovado

Gente, a dica de hoje é beeem específica. Não é todo mundo que passa por isto, pelo menos eu não conheço tanta gente assim, mas quem tem e já seguiu minha sugestão diz que vai me agradecer pro resto da vida!! :D Pelo sim, pelo não.. Não sei se vocês já ouviram falar, mas existem pessoas que desenvolvem umas bolinhas meio inflamadinhas, bem ali na “bochechinha” do bumbum. Sabem do que tô falando? Umas bolinhas, rosadinhas, que às vezes coçam, às vezes doem, bem ali, no rumo de onde sentamos.

Os dermatologistas dão a este efeito o nome de  foliculite. A foliculite é a inflamação de um ou mais folículos capilares e, como regra, pode ocorrer em qualquer lugar do corpo. Pode ter diversas origens, mas costuma ser muito associada, pelo menos nesta região do corpo, ao uso de calças muito justas, meia-calça, roupas sintéticas, etc.

A blogueira que vos fala passou por isto há alguns anos atrás e, incomodada com a situação, foi ao dermatologista (que, aliás, apesar das dicas de LEIGA sempre presentes por aqui, é quem, na verdade, precisa ser SEMPRE consultado para tratar de problemas relacionados com a pele!!). Depois de expor meu incômodo, ela me receitou a Loção Controle de Oleosidade SECATRIZ, da DERMAGE.

Trata-se de uma loção alcóolica indicada para controlar o excesso de oleosidade da pele oleosa e acneica. Ou seja, sua principal atuação está ligada à acne. Mas como ela trabalha na desobstrução dos poros, além de promover a renovação celular, ela também tem um efeito maravilhoso sobre as tais “bolinhas inflamadas”. Possui ação refrescante, secativa e calmante.

A recomendação é que se use o produto com um algodãozinho de manhã e à noite. Em pouco tempo já está tudo sequinho e desinflamado. Um verdadeiro achado!

Custa em média R$ 69,00 e rende muuuuuuito. Vale super o investimento.

Só um reforço: NUNCA, JAMAIS DEIXE DE CONSULTAR O SEU DERMATOLOGISTA EM NENHUMA SITUAÇÃO!!

01
jan

Anita bem Casada – Junho/13

Oizinho! Sai esses dias o texto da coluna Anita bem Casada na Revista Arte Noivas!! Dessa vez, a pedido da Revista, já que era o “tema” desta edição, falei sobre “Casamento na praia“! Mas não falei de dicas, como fazer um casamento na praia e tal não. Isso todo mundo fala! Escrevi sobre as “dores e as delícias” de um casamento na praia e aproveito para saber a opinião de vocês sobre o assunto. O texto segue abaixo, mas não deixem de conferir o recheio da Revista que está suuuuuuuuper legal, como sempre! Então, mantendo nosso combinado, aqui segue o artigo!

anitabemcasada1

CASAMENTO NA PRAIA

A onda dos casamentos realizados na praia tem estado, de alguma forma, cada vez mais presente entre nós, seja na novela, nas revistas, nas fotos ou até mesmo por meio de conhecidos e pessoas próximas. Antigamente isto não era tão comum e frequente quanto hoje. Talvez a explicação esteja no fato de que, com o avanço do mercado e da indústria casamenteira, hoje em dia não existe mais sonho que encontre limites para estes profissionais. Nos dias de hoje, realizar um casamento na praia é tarefa tão corriqueira para os cerimonialistas e demais fornecedores quanto um casamento tradicional.sol
Mas, pensando bem, como não nos encantarmos com aquele cenário natural, areia branca e céu azul ao fundo, acompanhado de belíssima decoração e elegantes convidados, não é mesmo?sol2A febre dos casamentos ao ar livre, especialmente os realizados à beira-mar, tem atraído celebridades e artistas mundo afora, especialmente por conta do glamour e ousadia que costumam envolver eventos como estes. E sempre em busca de novidades, da realização de um evento de extrema personalidade e bem marcante, os noivos e seus familiares não têm poupado esforços (especialmente os “financeiros”) para que este sonho se realize! Transporte, hospedagem, fornecedores especiais e especializados no tema são itens que não podem ser desconsiderados e que, numa cerimônia tradicional, muitas vezes, sequer são lembrados.luaPorém, da mesma forma que uma casamento na praia permite toda pompa e circunstância, e realmente é o que mais se tem visto por aí, é perfeitamente possível também a realização de um casamento mais simples e singelo, economicamente falando, se é que me entendem. Afinal, toda a beleza de uma decoração pode ser encontrada no próprio local como flores, coqueiros, conchinhas, a areia e o mar! Há quem escolha este cenário exatamente pela economia que pode vir a ter com o ambiente de realização da cerimônia. Em situações como estas, normalmente improvisa-se um altar, algumas (poucas) cadeiras para os convidados, especialmente os mais velhos, e mais nada.sol1Mas a ideia de realizar um casamento pé na areia soa, ao mesmo tempo, tão fascinante (para quem tem e também para quem não tem dinheiro), quanto arriscado!! A começar considerando-se que, todo casamento ao ar livre, seja ele praiano ou não, é sempre um grande risco. Pode ser chuva, muito sol, mudança brusca do vento, enfim, há uma enormidade de adversidades que podem fazer cair por terra seus planos. É fato que existem os tais “planos A, B, até o Z”! Mas a verdade é que se você, noivinha, for como euzinha aqui, vai perder metade da espera pela festa com a angústia e a incerteza sem saber se o seu evento sairá como sempre sonhou ou não. E tem coisa melhor do que esperar pela festa??
chuvaOutro fator a se preocupar (conheço uma história verídica em que isto aconteceu!!) é que uma cerimônia deste tipo, à beira-mar, se realmente acontecer num espaço aberto, público e sem limitações físicas, pode dar ensejo a curiosos, penetras e até, pasmem, cachorros e demais animaizinhos (ou “zões”) não convidados. Pensem no constrangimento?!!

Portanto, como falamos aqui, existe uma enormidade de fatores que podem levar um casal a querer realizar uma cerimônia de casamento na praia e mais algum outro tanto deles que pode fazer com que um casal desanime por completo deste intento. O fato é que este tipo de evento costuma ser de fato lindíssimo, memorável, inesquecível!. O cenário é escandalosamente bonito, o ambiente é extremamente agradável e o clima é mágico. Mas é aquela velha história: se você não tem “estômago” para conviver com as vicissitudes da espera por um casamento ao ar livre, talvez seja importante pensar que preparar um casamento pode causar – e, em regra, causa – tanto estresse, desgaste e cansaço (mental) que acrescentar mais um ingrediente nesse caldeirão de pontos negativos talvez seja algo a se (re)pensar. Pelo sim, pelo não, importante mesmo é ter consciência do sonho que se pretende realizar. Prós e contras sopesados, o que vale mesmo é ser feliz!!

Vocês já foram a algum casamento na praia? Já ouviram falar de algum “causo” acontecido em algum casamento realizado a beira-mar? Contem-meeee!!

01
jan

Diário de ANITA!!

Opa!! Passaram bem de findi? Por aqui tudo na santa paz! Li-te-ral-men-te! Quem me acompanhou de perto nos últimos meses (instagram: @anitabemcriada) viu a loucura que foi minha vida com tantas viagens, compromissos e estudos. Então, já que consegui alguns dias sem compromissos maiores, e já que essa semana promeeeetcheee, tratei de curtir (de novo) casinha, bastante rotina e atividades triviais. Claro que a “luta continua”. Pretendo continuar meus estudos, até porque, tenho outras metas, metas maiores, então, “se Deus ajuda quem cedo madruga”, acho que tô bem na fita, não!? Acreditem ou não, mas meu dia começa 5:35, 5:40 da madruga!! Ehhh.. isso mesmo! Se 24 horas já é pouco pra dar conta de tudo, imagina passar 1/3 delas dormindo!? “Dormir é para os fracos” rsrs #minhasolheirasqueodigam. Até tirei foto pra mostrar um dia desses, pois, confesso, tava indignadaaaa com esse despertador..rsrs.Mas como também sou filha de Deus, sexta foi dia de uma saidinha com os amigos. Fomos ao Dudu Camargo Bar & Restaurante. Estava super animado e bem gostosinho. Inclusive, é uma ótima pedida para quem quer comer bem, mas que também preza por um ambiente animado, descontraído. O dj começa lá pelas tantas da noite e a coisa esquenta! Moçada bonita e jovem! Essa aí foi um das pedidas da noite: iscas de peixe ao molho pomodoro com burrata derretida. Teve bom! Fim de semana pra mim é sinônimo de atividade física!! Não tem preço eu poder ir para academia ou para o Parque da Cidade sem hora pra voltar, sem ter que preocupar com trânsito ou coisa do tipo. Gosto muitcho! Por isso adoro malhar no findi (já disse, eu sei!). Então, aproveitando, queria deixar uma boa dica para quem quer tirar aquela gordurinha estacionada em locais nada desejados. É a escada! Gente, para tudo pro tanto que essa escada é poderosa!! Alguém aí já fez? Eu via só os piolhos de academia se arriscando a subir ali então nem sequer cogitava. Até que um dia eu resolvi fazer. Gente: viciei!! O negócio SECA numa velocidade incrível. Poucos minutinhos ali já são suficientes pra jogar fora muita gordurinha. Recomendo muito para quem ainda não experimentou. Ahhh, e para dar um up e animar na marombagem, uma dica é apostar em looks com algum exxxtilo. Não sei, mas parece que a gente fica mais disposta a malhar, mais animadinha mesmo. Tem funcionado. Vale de tudo: animal print, poázinho, estampas mil, conjuntinhos, sainhas. Domingo foi dia de fazer comidinha em casa. Gente, eu que fiz tu-di-nho! Tudo muito simples, mas com temperinho caseiro e feito com muito amor! Como voltei a malhar, tô tentando ver se como mais proteína (pois é, não amo não..). Então a carne vermelha tem aparecido mais no meu cardápio, assim, de propósito mesmo. De resto foi saladinha , chuchuzinho “receita do Papai”, arrozinho integral e feijãozinho mineiro. Eita que teve bom!! Um destaque para o “chuchu do Papai”. Coloca-se o chuchu bem verdinho mesmo, na frigideira, com azeite, gotinhas de água durante todo o processo de cozimento, pimenta do reino e sal. Fica mais durinho, mas com um gostinho mais salgadinho.. hmm.. uma deli! E para fechar o meu “domingo Amélia”, passei a tarde inteira cozicando (rsrs.. adoro essa palavra) uma roupa que eu insisti em, eu mesma, reformar. Ficou meio mal enjambrado, mas juro que vai dar pro gasto. Essa aí é uma maletinha de costura fofa de tudo que ganhei de Mamita! 
Bom.. Então é isso. Final de semana cheio de amenidades, mas com muito carinho pra vocês. E uma linda semana pra todos nós!!