fbpx

Fresca? Não! Bem criada.

Moda

06
Maio

Pra inspirar: vestido de couro colorido

Lembram quando mostrei aqui inspirações com vestidos de couro preto? Pois é, se já amamos o que vimos, prestem atenção nas produções abaixo!! Coisa marrrrlinda! Produções vivas, marcantes, cheias de personalidade. Tá certo que não são peças práticas, no sentido de que, exatamente por marcarem mais, são mais difíceis de serem repetidas com frequência, além de não combinarem com tudo e/ou qualquer situação. Mas que são belos, ahhhhhhhhhhh são! Quero só 17 desses aí pra mim!

Se pudesse escolher um para chamar de seu, qual destes você escolheria??

Fonte: Google

01
mar

Aqui é nosso departamento

Neste Aqui é nosso departamento eu trago uma aquisição daqueeeeeeeeeeeeelas: a saia plissada E midi branca!! Quase caí dura quando a vi na Riachuelo. E, para provar a minha total devoção a ela, informo que a levei para casa mesmo sendo tamanho 46.. kkkkkkk. Pelo que me conhecem vocês já podem imaginar o quanto ela deve ter ficado grande em mim. Mas ela era a útlima e eu não queria perdê-la de vista. Foi então que Mamita bem criada entrou em cena e a fez virar o meu número. Sem stress! Aliás, peças grandes nas lojas nunca me desanimam. Basta eu tê-las idolatrado para que sejam minhas..rs. O problema está em que eu não amei estas fotos. Não sei se foram os cortes, (de cabeça e de pé – eeeeeeeh tripê!) a iluminação, as poses, o moicano que acabei não gostando, sei lá. Fato é que elas estão arquivadas desde novembro do ano passado e toda semana eu olhava pra elas: “posto, não posto, posto não posto..”. Mas decidi postar acreditando naquela antiga máxima de que o que vale é apresentar o look e, o resto, Deus ajuda. Apostei no clássico preto e branco, acrescentando somente a bolsa vermelha como ponto de cor. É um look elegante, usável em qualquer ocasião que peça um dress code mais arrumadinho.

      Saia plissada e camiseta preta: Riachuelo Sapato, colar e pulseiras: C&A Bolsinha: Marisa

01
fev

Flúvia Lacerda: “a Gisele Bündchen plus size“!

Flúvia Lacerda: “a Gisele Bündchen plus size“!   Ela come arroz e feijão sem culpa, não se pesa há anos, nunca fez dieta na vida e ganha dinheiro, mooooooito dinheiro, com seus quilinhos a mais. Segundo informações, ela chega a receber cerca de 30 mil ronaldos por dia. Em seu guarda-roupa, peças de Marc Jacobs, Chanel e Jean Paul Gaultier dividem espaço com marcas menos famosas, compradas em grandes magazines europeus. Também já esteve na capa da “Vogue” italiana, foi recheio da renomadíssima “Harper’s Bazaar” e da americana “Glamour”, ilustrando, com seu manequim 48, diversos editoriais de moda. Esta é Flúvia (sim, não digitei errado, é Flúvia mexxxmo) Lacerda, uma carioca de 31 anos, modelo plus size mais famosa do mundo. Radicada em Nova York há mais de uma década, ela nem precisou se esforçar para realizar o sonho de muitas meninas de esquálidos 48 quilos. Nas palavras da moça: “estava num ônibus a caminho do trabalho quando fui abordada por uma mulher que queria saber quanto eu vestia. Achei estranhíssimo, mas ela logo se apresentou como editora de moda, me deu um cartão e disse que eu poderia ser uma modelo de tamanhos grandes. Nem sabia que isso existia. Modelo não tinha que ser pele e osso?” Com 1,72m, peso desconhecido, 109cm de busto, 88cm de cintura e generosos 121cm de quadris, Flúvia não esbanja apenas sua beleza voluptuosa. É inteligente, articulada e sabe que ser chamada de “Gisele Bündchen Plus Size” é mais que lisonjeiro. É uma forma de abrir portas para outras mulheres. O lema dela é: “Ninguém no mundo é igual ao outro. O grande barato é a não padronização. Vivemos num país miscigenado! Luto para que sejamos respeitadas com o DNA que temos. Não faço apologia à gordura, mas à autoestima. É possível ser feliz acima do manequim 42.”   Para Flúvia, o Brasil ainda está atrasado neste assunto. Só agora, e ainda a passos muito lentos, é que concursos, blogs e até revistas começam a prestar atenção no mundo GG. No futuro, ela própria pensa em montar uma grife com seu nome. Antes, porém, vai testar o que produzir lá fora. Enquanto isto não acontece, a carioca, criada no Norte do país, vai capitalizando em cima de sua imagem. A comparação com Gisele Bündchen não fica por conta apenas da nacionalidade ou da profissão, mas também, pelos cifrões. O que, aliás, já lhe rendeu um espaçoso imóvel em Manhatan (EUA), com direito a terraço onde cultiva uma horta, uma casa no México para as férias em família e outra na Austrália, terra de seu marido, dentre outros. Apesar da ótima convivência com seu peso, Flúvia não descuida da saúde e adotou a bicicleta como meio de transporte. Busca as filhas na escola, vai ao supermercado, às locações de fotos, tudo isso de bicicleta. Ainda faz ioga e pilates. Segundo diz: “Preciso me manter firme, com o corpo durinho, tudo no lugar para trabalhar. Não faço para emagrecer, mas para ser saudável.” Vaidosa, ela não sai de casa sem a santíssima trindade: rímel, blush e batom. Os cabelos, tão bonitos quanto os de Gisele, ganham hidratações semanais e passam longe do secador e da chapinha quando não necessário. A pele de porcelana é mantida com filtro solar. Sempre! A autoestima elevada vem de casa. A mãe ensinou aos três filhos — apenas Flúvia não é magra — que eles poderiam ser quem quisessem, a levantarem a cabeça, e o primordial: se amarem.   — Nunca sofri preconceito porque nunca fiquei na mira dele. Sempre me amei como sou, me acho bonita, tive os namorados que quis. É claro que sempre tem uma tia para te dizer “Ah, você é tão bonita de rosto, conheço uma dieta ótima!”. Dou de ombros — afirma ela, que já foi alvo de médicos brasileiros, que lhe ofereceram fórmulas milagrosas e operações radicais. Abaixo alguns registros de editoriais que ela fez para a Vogue Itália.

 

 

 

 

 

 

Não é lindo, lindíssimo??? Mais um orgulho para nós, brasileiros. Lindo de viver!!!!

19
jan

Anita Kids: Ayla Eve

Vocês já ouviram falar de Ayla Eve? Pois é, esta, digamos, mini blogueirinha é uma menininha, como podem ver, super festejada por aí com um blog que ela e sua mãe “administram” juntas. Seus looks são montados por ela mesma, a garotinha, que, com os poucos aninhos que tem, já conta com personalidade (?!?!?) de sobra para tamanha autonomia (?!?!?). Tá certo que, desde muito cedo as crianças de hoje realmente já formam opiniões sobre o que querem e o que não querem usar e, sem entrar no mérito disto, se acho certo, se acho errado, devo admitir isto como fato inegável. Mas acho que tudo tem limite, né?  Por isto mesmo é que resolvi postar sobre o tema. Realmente é divertido de ver, descontraído, colorido.. Mas será mesmo que é algo natural da criança? Será mesmo que ela faz aquele blog porque quer e da forma que ou quando quer? Além disto, percebo poses adultas, roupas de adulto e até, como podem ver em algumas fotos, maquiagens pesadas e forçadas. Ai, não sei. Será que não está se criando uma potencial refém do mundinho fashion? Hmmmm, preciiiiiso ser sincera. Não gosto não.. Mas é SÓ a minha opinião (sou careta neste ponto!!), contrária á da grande maioria que anda doidinha com o sucessinho fashion mirim. Então me contem vocês: o que acham disto? Tanto as mamães quanto as futuras mamães. Para tanto, seguem abaixo alguns cliques da it-mini-girl! Obs.: observem especialmente aquelas em que ela aparece vestida de branco, de noivinha, sei lá.

11
jan

Stella McCartney e Cris Barros

Os grandes magazines (e seu setor financeiro!!) já perceberam que tem valido e muito a pena $$$$ investir em grandes nomes para assinatura de suas coleções. No Brasil essa moda começou há uns dois, três anos atrás e parece que veio para ficar. Assim é que, muito empolgadamente, mostro aqui para vocês duas grandes aquisições que nos esperam nas lojinhas dos preços amigos.
Se bem que é preciso reconhecer uma coisa: como as lojas de departamento têm investido muito em estilistas, grandes nomes, modelos, propagandas e decoração de vitrines e interior, os precinhos já não são mais aquelas pechinchas de antigamente.
Mas fato é que, ainda assim, vale muito a pena investir nesse segmento.  Então, como a maioria já deve ter ouvido por aí, dia 23 de março é a data do lançamento da coleção Stella McCartney para a C&A!!! Tá rolando burburinho de todos os lados, especulações, adivinhações e muuuuita ansiedade. A C&A está fazendo um super trabalho de divulgação que vai desde um Round Show com apresentação de algumas peças por algumas capitais até cadastro para fazer compras antes da geral.. e por aí vai.. Como não foi possível ir à apresentação em BH, pedi à blogueira responsável pelo blog da C&A, Carol, que me enviasse o material para postarmos pra vocês. E ela mandou! Olá blogueiros! Eu sou a Carol (do Tá na Vitrine) e to enviando pra vocês o still da Stella pra postarem nos blogs e arrasarem!

Stella McCartney para C&A Vocês vão perceber que a coleção é baseada em tons bem neutros, formas bem clássicas, portanto, tudo muito discreto. O que difere bem da marca registrada da C&A, sempre muito coloridona, estampadona e tal. Além disso, as peças têm um corte todo especial, um acabamento impecável o que levará, consequentemente, a uma provável elevação na média dos preços da loja. Mas são peças de qualidade e que duram uma vida.

 

Só fico imaginando as composições que podemos fazer. Imaginem essas três que compus, por exemplo. Gostam?

São roupas suuuuuuper úteis para o trabalho. Me vi demais dentro delas.. rs. Muuuuuuy belas! Cris Barros para a Riachuelo Poucos dias após o lançamento oficial da coleção de inverno da Stella McCartney para a C&A, chega às lojas, no dia 03 de abril, a coleção de inverno da Riachuelo, assinada pela tudo de linda estilista brasileira, Cris Barros. Animal print, imitação de couro, rendas e nude prometem estar em todas as peças da coleção. Todas as peças com a cara da estilista, que, dizem, foi super rigorosa no controle de qualidade. Não tem UMA peça da coleção da Cris Barros que eu não tenha DELIRADO. Ai God.. preciso terminar de mobiliar meu “lar doce laaaaaaaaar”..