fbpx

Fresca? Não! Bem criada.

11
jul

Dicas imperdíveis de Viena, na Áustria!

Viena, capital da Áustria, é daquelas cidades que surpreendem. Estivemos lá na última semana de dezembro para a virada do ano. Aliás, para quem não se importa com o frio, recomendo fortemente essa época para conhecer a cidade, já que é possível curtir tanto os mercados de Natal quanto as festas de Revéillon.

Porém, independentemente da época, Viena tem muitas atrações imperdíveis. A cidade vibra música clássica, tem palácios imperiais lindos, museus interessantes, cafeterias aconchegantes, restaurantes finos, e lojas chiques. Enfim, tudo que existe de muito bom gosto você encontra em Viena.

Quer saber o que você não pode perder quando estiver na cidade? Veja os melhores programas aqui!

 

1 – Curtir as ruas da cidade
Passear pelas ruas do centro de Viena é um dos passeios mais gostosos de fazer. As ruas são limpas e seguras para os pedestres. Ande sem pressa pelas ruas, admire as vitrines da lojas, os lustres chiquérrimos, e até mesmo o chão, que chega a brilhar de tão limpo!

Anote aí algumas ruas mais famosas de Viena que não podem ficar de fora do roteiro: Kärntner, Graben, Mariahilfer, Kohlmarkt e Gumpendorfer. Ah, lembrei de outra chiquérrima! Na Wallnerstrasse, tem Tifanny, Gucci, Dior, Dolce & Gabbana, entre outras.

2 – Curtir uma pausa no aconchegante Café Central
O café faz parte da cultura vienense. Por isso, super indico tomar um café e apreciar um docinho no aconchegante Café Central, que existe desde 1876. Grandes personalidades já passaram por lá, como por exemplo, Trotsky, Lenin, Stalin, Loos, Freud e euzinha!

O café é tão importante para a cidade que em 2011 as cafeterias vienenses, originadas no século XVII, foram incluídas na lista do Patrimônio Cultural Imaterial da UNESCO, pois são um lugar “onde o tempo e o espaço são consumidos, mas apenas o café é encontrado na conta”.

3 – Experimentar a tal torta Sacher
Outra fama da cidade tema ver com a aclamada torta Sacher. E, se você quiser experimentar no local onde a torta foi criada, vai ter que ficar um tempinho na fila do Hotel Sacher. Já vou avisar para não criar expectativa, a torta nem é assim tão gostosa e o atendimento é demorado. Sabe aquele lugar que você parece ser apenas mais um? Pois é.

4 – Fotografar a instagramável Popp & Kretschmer
No centro de Viena, ao lado da Ópera e do Hotel Sacher, está a loja vienense mais fotogênica do Instagram. A Popp & Kretschmer, loja super classuda para os ricaços de Viena, fica decorada com um laço vermelho gigante durante a época do Natal. Um charme só!

Na Popp & Kretschmer, você encontra marcas poderosas, como Roberto Cavalli, Balmain, Salvatore Ferragamo e Zuhair Murad.

5 – Curtir uma noite na Ópera
No centro da cidade também está localizada a Ópera de Viena, uma das mais famosas do mundo. A Ópera oferece espetáculo diferente todos os dias, com mais de 50 óperas e ballet em cerca de 300 dias por temporada. Para ver a programação, clique aqui.

6 – Ver a Pestsaule
Outro monumento famoso, a Pestsaule, está em Graben, uma das ruas mais movimentadas
do centro. A Pestsaule é uma obra de arte criada para celebrar o fim da epidemia de peste
que assolou a Áustria em 1679.

7 – Ver a cidade do alto da St. Stephen’s Cathedral
Localizada na Stenphansplatz, a St. Stephen’s Cathedral é uma das mais importantes estruturas góticas da Áustria. O destaque é o telhado de mosaico, que reproduz a águia de duas cabeças real e o brasão de armas da cidade de Viena, feito com mais de 200.000 azulejos. Só mais um detalhe, Mozart já tocou na St. Stephen’s Cathedral, tá?

A entrada na Catedral é gratuita, mas para subir de elevador no topo e ver a vista da cidade
tem que pagar.

8 – Visitar o Palácio Imperial de Hofburg
O Palácio Hofburg é um dos maiores complexos palacianos do mundo. As partes mais antigas são do século XIII, mas a construção continuou até o século XX. O Palácio serviu como residência e sede do governo dos imperadores Habsburgo até o final da monarquia em 1918. Hoje, abriga vários museus, a Escola Espanhola de Equitação, um centro de congressos, e a sede do Presidente da Áustria.

A visita ao palácio inclui os aposentos do Imperador Franz Joseph e da Imperatriz Elisabeth. O passeio leva por 24 quartos, desde a escadaria imperial, passando por salas de audiência e estudos, até as salas de estar e quartos da monarquia. Além dessa visita (Imperial Apartments), o ingresso inclui a entrada em outros dois museus: o Sissi Museum (em homenagem à Imperatriz Elisabeth) e o Imperial Silver Collection (Museu de Prataria da Realeza).

Aproveite que está nessa região para conhecer a Biblioteca Nacional e o Burggarten, onde os locais adoram fazer picnics no verão.

9 – Ver a coleção de arte do Palácio Belvedere
O Palácio Belvedere abriga uma das coleções de arte mais valiosas da Áustria. É lá, no Upper Belvedere, que está o famoso quadro de Gustav Klimt (The Kiss). Se você não estiver a fim ou não tiver tempo para percorrer todos os andares do palácio, mas quer ver a obra de arte mais famosa da Áustria, compre o ingresso apenas para o Upper Belvedere e economize uns euros.

10 – Conhecer a vida da realeza no Palácio Shonbrunn
O maior palácio da Áustria, Shonbrunn, já foi a residência de verão dos Habsburgos. Chique, não? Um dos locais mais visitados de Viena merece um dia no seu roteiro. Para sentir toda a classe imperial, sugiro hospedar-se uma noite no palácio, na Grand Suit, que tem 167 m2. A diária custa em torno de R$ 3.500 (três mil e quinhentos reais). Ficou interessado? Clique aqui para reservar!

Mas, se você for como eu e não tiver balha na agulha para gastar essa pequena fortuna em uma noite no palácio, saiba que os jardins ao redor do Schonbrunn são maravilhosos – e gratuitos. Além disso, tem uma vista linda de Viena!

Abertos ao público desde 1779, os jardins de estilo barroco incluem um labirinto, um zoológico, ruínas romanas, a Fonte de Netuno e um Gloriette no topo da colina.

11 – Conhecer a Rathausplatz
O prédio da prefeitura de Viena foi construído nessa praça entre os anos de 1872 a 1883 em estilo neo-gótico. No final do mês de novembro, o maior mercado de Natal de Viena é montado na praça. E na noite da virada tem queima de fogos, apresentação de bandas com músicas ótimas e muito rock, mercado de natal e toda animação das festas de rua.

Foi na Rathausplatz que passamos a nossa virada do ano, após passearmos por várias outras ruas onde a cada esquina tinha show ao vivo, djs, e muita badalação.

Para quem prefere algo mais aristocrático, é possível aproveitar a noite no famoso baile de gala vienense dentro do prédio da prefeitura. Só que precisa comprar o ingresso com bastante antecedência, ok?

Ainda que você pretenda visitar Viena em outra época, saiba que durante o ano acontecem vários eventos na Rathausplatz. Tem pista de patinação no gelo de janeiro a março, shows de jazz, cinema ao ar livre em julho e agosto, festas com djs, dentre outros programas. Viena é uma cidade muito animada, gente!

12 – Descobrir sabores no Naschmarkt
Dar aquela conferida no mercado municipal de Viena é programa básico para quem curte comida de rua.

No mercado, você encontra vários restaurantes, bares, lojinhas de temperos, de utensílios domésticos, entre outras.

13 – Dar uma voltinha no Prater
O Prater é um grande parque público localizado no 2º distrito de Viena (Leopoldstadt). A entrada é gratuita, você paga apenas o que quiser fazer. É no Prater que está a maior roda gigante de Viena, construída em 1897.

Vários eventos acontecem no Prater ao longo do ano. Para ver a programação, você pode clicar aqui.

14 – Museus
Para quem gosta de museu, Viena é um prato cheio! Além dos museus nos palácios que mencionei acima, existem outros bacanas, como, por exemplo, Albertina, Museu de História Natural, Museu da Música, e vários no Museum Quartier.

15 – Jantar no Do&Co
Para uma noite especial, vale muito a pena dar uma chegada no Do&Co, restaurante localizado na Stephansplatz. Estava tudo muito saboroso!

O ponto forte do restaurante é a comida asiática. Então se você estiver a fim de um ótimo sushi e sashimi nem pense duas vezes!

Por estar localizado no último andar do hotel, o restaurante tem uma vista linda da St. Stephen’s Cathedral. Por ser bem procurado, é importante fazer reserva.

16 – Jantar no Sky Bar
O Sky Bar está localizado no último andar da Steffl, famosa loja de departamentos vienense. A fachada de vidro do restaurante oferece uma vista linda da cidade.

Também é preciso reservar. Nós não conseguimos mesa, mas por sorte tinha um lugarzinho no bar do restaurante. Risoto delicioso!

Também experimentamos e gostamos do Motto & Fluss (mais pelos drinks e balada do que pela comida) e dos já conhecidos de outras cidades: Hard Rock e Valpiano.

17 – Esquiar em Stuleck
Para quem quiser esquiar, indico um bate-volta de trem a partir de Viena para Stuleck. Essa
estação de esqui bastante conhecida pelos locais fica, aproximadamente, a duas horas de
distância de Viena.

18 – Passar um dia em Bratislava
Outro bate-volta bem viável é de Viena para Bratislava, capital da Eslováquia, de trem. A viagem tem a duração de, aproximadamente, três horas. E basta uma tarde para dar uma voltinha boa na cidade, já que não tem muito o que fazer por lá. Mas, de qualquer modo, vale o passeio.

19 – Hospedar-se no Hilton Vienna Plaza
Super indico o Hilton Vienna Plaza. O hotel fica muito bem localizado no Primeiro Distrito, por isso é muito próximo dos principais pontos turísticos. Além disso, tem uma estação de metrô na calçada lateral  do hotel, o que é simplesmente perfeito! Também é importante acrescentar que os quartos são amplos, o atendimento é impecável, o café da manhã tem de tudo, é bem recheado mesmo, e delicioso. Ficaria de novo facilmente. Para ver detalhes, você pode clicar aqui.
Espero que tenha gostado das dicas e aproveite bastante! Viena é uma cidade realmente imperdível!

 

Bianca Cobucci é Defensora Pública, Mestre em Políticas Públicas e coordenadora do Projeto Falando Direito; Autora do blog Teoria da Viagem. Escreve sobre os direitos do consumidor relacionados à viagem e turismo, bem como sobre os países e lugares que já que visitou.