Fresca? Não! Bem criada.

Diversos

06
ago

Statment shoes – sapatos que protagonizam o look!

Dentre os itens que permeiam o universo fashion, os sapatos costumam ser os preferidos das mulheres em quase 100% dos casos. Independente dos gostos pessoais e das referências estéticas que temos, todas nós já sentimos o coração balançar por um par de scarpin, sandálias, botas ou o calçado que for…

E a cada estação novos modelos aparecem, assumindo o protagonismo de muitas produções e fazendo com que tendências até então inusitadas, passem a fazer parte do nosso imaginário de compra. Esse tipo de sapato, que faz o look e desperta atenção, é conhecido como sapato statment, ou seja, é aquela opção infalível para quebrar um visual muito básico e dar mais vida a ele.

No post de hoje então, vamos falar dessas opções que andam fazendo a cabeça e os pés de muitas fashionistas por aí!

 

Salto gatinho

O salto gatinho, aquele fino e bem baixinho, sucesso na década de 40, volta para provar que a moda é cíclica e sempre surpreende! Agora em botas e scarpins, o Kitten Heel é tendência e se atrela à um estilo moderno e cheio de informações fashion.

 

Sapato branco

Numa volta ao estilo memorável dos anos 80, os calçados brancos estão com tudo e garantem ao look uma pegada totalmente fresh! Há quem torça o nariz para essa tendência, mas não há como negar: calçados brancos are the new black!

 

Sapato com gáspea em V

Assim como blusas e vestidos, sapatos também podem ter “decotes”, que são mais conhecidos como gáspea, a parte do calçado que cobre o peito dos pés. O modelo com gáspea em V é tendência certa na estação atual e cria um visual cheio de referências de moda e muito elegante.

 

Slingback

Seguindo a tendência que busca peças confortáveis e práticas juntamente à estética, os sapatos slingback vêm ganhando o coração do street style. Com salto baixo, grosso ou fino e bicos variados, esse calçado que possui uma alça no calcanhar é a medida certa entre o funcional e o belo.

 

Tênis esportivo

Em janeiro desse ano a marca Balenciaga desfilou pela primeira vez tênis esportivos bem iguais aqueles que fizeram bastante sucesso nos anos 80 e 90. Com detalhes grosseiros, solado grande e uma leve plataforma, esse calçado resgatado de 20, 30 anos atrás, virou febre entre os apaixonados por moda e agora o modelo tão controverso  pode ser encontrado em diversas lojas.

 

 

 

03
ago

Onde comprar Maxi colete!

Se existe uma peça que ao longo do tempo muitas pessoas passaram a associar a minha figura, essa peça é o maxi colete! Queridinho no meu guarda roupa, essa modelagem é estratégica e muito elegante. Além de ajudar a alongar a silhueta através da linha vertical central, esse modelo é uma peça coringa que levanta qualquer produção!

Vira e mexe, muitas pessoas chegam até mim perguntando onde comprar esse item. Pensando nisso, decidi reunir em um post as melhores opções de compras quando o assunto é Maxi colete!

Lembrando que se alguma das opções do post interessar a você, basta clicar no link abaixo da imagem respectiva!

Amaro – Clique aqui para comprar

 

Amaro – Clique aqui para comprar

 

Amaro – Clique aqui para comprar

 

Amaro – clique aqui para comprar

 

Amaro – clique aqui para comprar

 

Amaro – clique aqui para comprar

 

Renner – clique aqui para comprar

 

Renner clique aqui para comprar

 

Renner – clique aqui para comprar

30
jul

Você sabe o que é Patreon, Content ID e Youtube Red?

Com a minha recente ida ao Vidcon – a maior conferência de vídeos online do mundo – pude conhecer e me aprofundar nas novidades que esse mercado de alta rotatividade oferece. Dentre os inúmeros mecanismos para manter ou melhorar a qualidade dos canais no YouTube, três delas me chamaram a atenção: o Patreon, o Content ID e o YouTubeRed.

Mas antes de falar um pouco sobre essas ferramentas, vale lembrar que hoje grande parte do conteúdo gerado na Internet provém de vídeos e é o YouTube que se consagrou como a maior plataforma responsável por eles.

Então, com essa grande demanda e com o crescimento de pessoas se tornando produtoras desses assuntos, alguns mecanismos estão sendo desenvolvidos para garantir melhor acessibilidade, legitimidade e praticidade à quem produz e principalmente à quem consome vídeos na web.

Patreon:

A plataforma Patreon é um serviço de financiamento coletivo para artistas e criadores de todos os tipos. Se você possui um projeto criativo, seja ele vídeo, site ou uma marca, colocando-o no Patreon é possível obter recurso e patrocínio diretamente dos fãs e daqueles que o apoiam.

Semelhante à sites como Benfeitoria e Vakinha Online, essa nova maneira de impulsionar a indústria criativa permite que os idealizadores ofereçam a seus patronos (daí a origem do nome Patreon) materiais e vantagens exclusivas que apenas assinantes podem obter.

Para quem quer conhecer a fundo essa nova ferramenta basta navegar pelo site clicando aqui.

Content ID:

O Content ID é uma ferramenta desenvolvida pela Google responsável por avaliar todo o conteúdo enviado por servidores ao YouTube quanto às regras de copyright, conhecido também como direitos autorais.

Ou seja, todo conteúdo postado em formato de vídeo passa previamente por uma inspeção a fim de verificar a presença de cópias ilegais e trechos de obras originais sem permissão.

Quando o sistema encontra uma semelhança entre o vídeo enviado por um usuário com vídeos disponíveis em um cadastrado no banco de dados do ContentID, o detentor de direitos são notificados e devem decidir o que será feito.

Servidores que infringem tais normas podem ter seus vídeos e contas bloqueados ou ter sua monetização direcionada para quem possui os direitos autorais do material.

Para entender ainda mais o funcionamento dessa ferramenta a Google disponibilizou um artigo explicativo que você pode ler clicando aqui.

YouTube Red:

Para quem busca exclusividade em termos de conteúdo, o YouTube Red é um investimento certo. Desenvolvida pela Google, essa nova plataforma de stream permite que o assinante assista vídeos sem anúncios e banners deixando a navegação mais fluida.

Além disso, através da ferramenta é possível assistir conteúdos mesmo estando offline e utilizar o mecanismo YouTube Music, que dá a opção de escutar apenas o áudio do vídeo, desenvolvendo assim uma concorrência para empresas como Spotify e Deezer.

A má notícia é que o YouTube Red está disponível somente nos Estados Unidos e custa o investimento de US$9,99 mensais, o que dá aproximadamente R$38.

 

29
jul

Vídeo: VIDCON 2018 (Califórnia): O que é? O que rolou? Conto TUDO!

Quem me acompanhou por aqui viu que há algumas semanas eu passei uma temporada na Califórnia, mais precisamente em Anaheim, onde fui participar pela primeira vez na Vidcon, a maior conferência de vídeos online do mundo!

Organizado pelos irmãos Hank e John Green (sim, o autor de A Culpa É das Estrelas), do canal Vlogbrother, a Vidcon teve sua primeira edição em 2010 recebendo 1,4 mil pessoas e focada em vlogers, com poucas palestras sobre o universo online.

Anos depois, o público estimado passou dos 25 mil, com estrelas da internet, fãs e empresas. O boom é reflexo da importância que a indústria de vídeos ganhou nos últimos tempos, levando em conta as principais plataformas, como YouTube e Vine.

Se você ainda não se inscreveu no Canal do Anita Bem Criada no Youtube, aproveite para se inscrever clicando aqui! Quem se inscreve recebe os vídeos primeiro (no e-mail e/ou celular) e assim, não perde nada do que vem por aí!

04
jul

Vem aí a segunda edição da Feira Chica!

A valorização da economia local nas grandes cidades têm se mostrado como uma tendência comportamental  nos últimos anos. Trocar itens produzidos em marcas renomadas e com pouca durabilidade por produtos confeccionados com qualidade artesanal, vêm se tornando cada vez mais comum e viável.

Parte responsável por essa mudança de mentalidade, são as feiras que acontecem frequentemente em diversos pontos das metrópoles, apresentando propósitos como o desaceleramento do consumo e o feito à mão.

Em Belo Horizonte essas pequenas iniciativas já são muitas e ganham cada vez mais espaço na programação cultural. Dentre as inúmeras feiras desse tipo, destaca-se a Feira Chica – um evento que tem por objetivo promover mulheres que empreendem localmente.

Idealizada pelas amigas Milene Agnes, Marcelha Pereira e Elisa Santiago, ela chega a sua segunda edição com um maior número de expositoras, muita moda, arte, design e um novo lugar!

Dessa vez a Feira Chica será recebida em um dos espaços mais comentados e charmosos de BH: a Casa Rosa do Bonfim, uma construção dos anos 50, administrada pela artista plástica Paulina Ribeiro, que abriga obras de arte urbana e um jardim irresistível!

Reforçando ainda mais a ideia de impulsionar negócios com gestão feminina, as curadoras contam que nessa segunda edição além das expositoras, todos os serviços contratados para fazer o evento acontecer são administrados e realizados por mulheres, desde à dona do espaço, passando pela fotógrafa, até a segurança.

Dentre a lista de marcas presentes na feira, nomes como Fernanda Torquett, Jambu Bags e Yellow Factory estão confirmadas, além de diversas outras opções de roupas, acessórios, decoração, perfumaria, papelaria, botânica e gastronomia.

A Feira Chica é uma excelente opção não só para quem quer comprar e conhecer novas produtoras, mas também para quem quer passar o dia, relaxar e comer várias delícias que serão oferecidas em food trucks na porta da casa.

O evento acontece então no próximo sábado, dia 7 de julho, de 11h às 17h e tem entrada gratuita para todos, inclusive para quem quiser levar os pets! Se eu fosse você, já colocava na agenda, por que será imperdível!

 

Para mais informações basta ir ao instagram da feira @feira.chica ou ao evento no facebook!

Feira Chica

Dia 7 de julho – de 11h às 17h

Casa Rosa do Bonfim – Rua Botelhos, 90 (entrada pela Rua José Ildeu gramicelli)